16 de abril de 2008

ALIMENTAÇÃO E HIPERTENSÃO



Menos remédios e mais alimentos saudáveis ajudam a combater e prevenir a Hipertensão Arterial.

A doença é silenciosa e muitas pessoas só descobrem quando os problemas causados por ela começam a aparecer, mas atinge cerca de 30% da população brasileira. A hipertensão arterial tem como principais motivos a origem genética, sedentarismo, alimentação desequilibrada e estresse. E apesar de parecer um bicho de sete cabeças, pequenas mudanças nos hábitos diários podem trazer maior qualidade de vida a quem tem a disfunção.
O que é?
A hipertensão é um desequilíbrio entre o volume de sangue em circulação e a capacidade dos nossos vasos sanguíneos. Quando a pressão está alta – igual ou maior do que 14 por 9 - significa que o sangue tem muita dificuldade para circular, isto é, o coração está faz muita força para mandar o sangue para todas as partes do corpo. Por isso, a hipertensão é um problema muito grave que, se não for controlado, pode ser fatal. Infelizmente, metade dos 30 milhões de brasileiros que têm a pressão alta, nem suspeita que é hipertenso. Quando a hipertensão arterial ainda está na fase leve ela pode ser tratada somente a base de alimentação, sem a necessidade de remédios, que muitas vezes trazem efeitos desagradáveis no início.
Como tratar?
O primeiro passo para controlar a pressão alta é controlar o volume de sal ingerido. Mas isso não significa que a alimentação do hipertenso deve ser sem sabor. Para manter o paladar é aconselhável substituir o sal por temperos como alho, cebola, noz moscada, orégano, manjericão, alecrim e gengibre.Outra mudança importante é manter o peso ideal. A obesidade é também um grande responsável pelo desenvolvimento da doença e manter uma alimentação saudável, incluindo, frutas, verduras e legumes, pode controlar a doença e ganhar muito mais saúde. O paciente com hipertensão apresenta retenção de líquidos. E a atividade física melhora a circulação, ajudando assim a diminuir a retenção hídrica e conseqüentemente diminuindo a pressão arterial. Mas o hipertenso deve sempre ter o acompanhamento médico para praticar qualquer esporte. O organismo de cada paciente é único, dessa forma, há pessoas que precisam de uma atividade moderada e outros que podem praticar algum esporte que exija mais.
Alguns alimentos indicados para a prevenção e controle da hipertensão arterial:
- Suco de Uva, Vinho Tinto Orgânico, Suco de Cranberry: contêm bioflavonóides que combatem os radicais livres e relaxam os vasos sanguíneos.
- Cereais Integrais (aveia, farelo de trigo, arroz integral): por serem ricos em fibras, auxiliam na redução das taxas de colesterol e pressão sanguínea.
- Quinua, Semente de Gergelim, Aveia, Soja e derivados: fontes de cálcio, ajudam a relaxar os vasos sanguíneos, reduzindo a pressão arterial.
- Feijão, Ervilha Seca e Banana Passa: importantes fontes de potássio, auxiliam a regular a quantidade de água nas células.
- Oleaginosas (Castanha de Cajú, Castanha do Pará, Nozes, Avelã, Pistache – Sem Sal): fontes de gorduras insaturadas e magnésio, auxiliam no combate à hipertensão.
- Linhaça, Óleo de linhaça e Cápsulas de óleo de peixe: ricos em ômega 3, têm efeito vasodilatador, importante na prevenção e controle de doenças cardiovasculares e hipertensão.
- Cápsulas de óleo de alho: aumentam a elasticidade dos vasos, com isso auxiliam a circulação e diminuição da pressão sanguínea.
- Gérmem de Trigo/ Óleo de Gérmem de Trigo: fontes de vitamina E, possuem efeito anticoagulante, com isso melhoram a circulação sanguínea.
- Leticina de Soja: previne danos nas artérias. Sal light: por ter menor valor de sódio, diminui a retenção de líquido, causador da hipertensão.