14 de agosto de 2008

O QUARTETO FANTÁSTICO.......



Os sais minerais, provenientes das rochas, habitam o solo e a água. E é a terra irrigada que os transporta generosamente para os alimentos durante o cultivo. Cumprido esse ciclo, chegam, por fim, à nossa mesa. E aí é tempo de colher saúde. Dentro do nosso organismo, eles compõem enzimas essenciais, acionam inúmeros processos do metabolismo e também os regulam. Ou seja, são importantíssimos. Basta consumir todos os seguintes grupos de alimentos: carnes, frutas, legumes, verduras, carboidratos e laticínios.
Também é possível suprir eventuais deficiências com uma suplementação adequada. Mas atenção: esse recurso só deve ser utilizado com prescrição de um especialista e em situações específicas.
O SUPLEMENTO NA MEDIDA
Conheça as situações em que um aporte extra de minerais é recomendado. Quem anda relapso com a alimentação deve saber que essas fórmulas não substituem uma refeição cheia de minerais. E, para quem come adequadamente, essa é mais uma razão para não turbinar o cardápio com elas por conta própria. O excesso de sais pode acarretar lesões nos tecidos, enquanto doses em desarmonia desregulam funções metabólicas em vez de ajudá-las. Isso acontece quando se ingere grande teor de um mineral e quase nada de outro. Algumas dessas substâncias, como o cobre e o zinco, competem entre si. E aí, de novo, vem o desequilíbrio. Vale frisar: só um especialista, ao prescrever doses individualizadas, é capaz de evitar que isso aconteça.
As grávidas, por exemplo, costumam necessitar de um reforço no ferro. Já os atletas, que têm treinos puxados, consomem mais oxigênio e ficam mais suscetíveis à oxidação das células. Às vezes, precisam de mais cobre e zinco para prevenir os danos. Não raro, indivíduos maduros e crianças também sofrem algum tipo de carência. Daí, a suplementação bem orientada vai bem.
LADRÕES DE MINERAIS
Certos alimentos prejudicam a absorção de minerais. É o caso daqueles ricos em taninos, como o chá preto; em oxalatos, como o chocolate; e em fitatos como a soja. Remédios como diuréticos e antiácidos também deixam os minerais escaparem. Então, consulte seu nutricionista sobre a possibilidade de interações.