1 de janeiro de 2009

CONSUMO DE OVOS CONTRIBUI POUCO PARA DOENÇAS CARDIOVASCULARES, DIZ ESTUDO.....


Estudo recentemente publicado no Risk Analysis(1) estima que o consumo de 1 ovo ao dia é responsável por menos de 1% das doenças coronarianas em adultos saudáveis. Já a má alimentação (com baixo consumo de frutas e verduras), tabagismo, obesidade e sedentarismo contribuem com até 40% dos casos, dependendo do sexo. Genética e hipertensão e diabetes contribuem, algums vezes, com mais de 60% dos casos. O ovo, por sua vez, é sim rico em colesterol porém associado a uma dieta com pouco carboidrato é capaz de elevar os níveis de HDL (o "colesterol bom").
Os ovos também são fonte de 13 vitaminas e minerais essenciais, de proteína e de colina. Esta última é um nutriente associado à redução da homocisteína no sangue. Sabe-se que a homocisteína é um indicativo de inflamação crônica, condição associada às doenças cardiovasculares, ao mal de Alzheimer e à demência. Mas lembre-se: não vale fritar os ovos já que a alta temperatura leva ao aquecimento das gorduras com a perda de muitas de suas propriedades benéficas. Além disso nunca reaproveite o óleo utilizado anteriormente em outro preparo já que neste caso há um aumento da produção de acroleína, substância cancerígena.
Para saber mais:
Barraj, et al. A comparison of egg consumption with other modifiable coronary heart disease lifestyle risk factors: A relative risk apportionment study. Risk Analysis. Published online November 4, 2008.