20 de abril de 2009

RÓTULOS DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS ESCONDEM RISCO DE OBESIDADE......


Pesquisa do Instituto Adolfo Lutz atestou que rótulos de alimentos preferidos por crianças "escondem" as informações sobre o risco da obesidade infantil. Análise de 153 embalagens de bolachas, bombons e salgadinhos mostra que nenhuma contém todas as informações corretas sobre sódio e gordura, que em excesso causam danos à saúde. O índice de erro chegou a 75% das amostras.

Segundo o estudo, o principal motivo para a reprovação das embalagens é erro nas informações nutricionais. O mais recorrente é que a quantidade de gordura e sódio declarada é menor do que a atestada nas análises em laboratório. A informação nutricional correta ajudaria as mães, por exemplo, a saber a composição real da dieta das crianças, se os filhos não estão ingerindo sódio ou gordura em excesso.

A qualidade de vida das crianças, mostrada em estudos nacionais e internacionais, está cada vez mais ameaçada por problemas relacionados à má nutrição. Os índices de sobrepeso e obesidade já estão na casa dos 34%, segundo avaliação da Faculdade de Saúde Pública feita com 450 crianças paulistanas; o colesterol deixou de ser problema exclusivo de adultos e está em quatro em cada dez adolescentes monitorados por pesquisa da Unicamp. Hipertensão e diabetes também já fazem parte do cenário infantil.