Pular para o conteúdo principal

Fazer Dieta Deixa Você Irritada e Desanimada? Supere Isso...


Não é segredo que iniciar uma reeducação alimentar ou uma dieta mexe tanto com seus nervos como com seu corpo. O stress gerado pela restrição alimentar representa duplo perigo. Primeiro, ele pode trazer de volta antigos hábitos alimentares. Segundo, aumenta a produção do hormônio cortisol, o que dificulta o emagrecimento.

Fazer restrições sem sentido por conta própria além de não funcionar pode trazer prejuízos para sua saúde, além de carências nutricionais. Levanta a mão quem não ficou uma semana inteira sem comer carboidrato para emagrecer, ficou estressada a semana inteira e na outra semana comeu pão como se o mundo fosse acabar? Este tipo de restrição não faz bem ao nosso corpo já que os carboidratos são os macronutrientes responsáveis pelo fornecimento de energia e sem eles você fica sem disposição, seu rendimento no trabalho cai e você não consegue levar a dieta adiante por mais de uma semana.

Além de um Plano Alimentar bem orientado e elaborado sob medida para você outras dicas são de extrema importância para que você alcance sucesso. Dormir bem é um deles, costumo dizer que "se não dormir bem, não emagrece meu bem" isso porque a melatonina ajuda a diminuir o cortisol, então uma boa noite de sono vai ajudar na perda de peso e você vai acordar bem disposta para encarar o dia.

Outro ponto fundamental é a atividade física, isso todo mundo está cansado de ouvir por aí, mas nunca é demais ressaltar sua importância no programa de emagrecimento e na melhora da sua qualidade de vida num geral. Durante o exercício ocorre a liberação de serotonina, o hormônio do bem-estar, por isso nos sentimos tão bem após a prática de uma atividade física e tendemos a comer menos após este período. Se aumentamos nosso gasto calórico com a atividade física e diminuímos nossa ingesta calórica nas refeições esta equação só pode ter um resultado = mais saúde e o extermínio de quilinhos indesejados.

Antes de iniciar qualquer atividade física é importante que você seja avaliado pelo seu médico e passe por um Nutricionista para ajustar seu cardápio.


Dra. Cristiane Spricigo de Lima
Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva
Autora do Blog NutriCorpo

Postagens mais visitadas deste blog

Ainda dá tempo!

Bom dia, segunda! ☀️

Mais uma oportunidade de fazermos uma semana diferente!
Mais uma chance de recomeçar!
Quem não recomeça depois do tropeço, nunca chega lá!

Não desista! O ano ainda não acabou!
Dá sim pra gerar mudanças!
Dá sim pra terminar o ano bem melhor!
Confie em você! Comece agora!

Bora?! 🌿💚🍃

Alimentos x Herpes

Um questionamento que faz parte da minha consulta é: “você tem herpes?” Muitas vezes isso gera estranheza! 🤔O que isso tem a ver com a alimentação? Muita coisa!! . . Por exemplo, a arginina, é um aminoácido que estimula a replicação do vírus e aumenta a frequência das crises. Alguns alimentos fonte de arginina: castanhas 🌰 aveia, granola, gérmen de trigo 🌾 amendoim 🥜 chocolate 🍫 coco 🥥milho 🌽 uva 🍇 trigo 🌾  MAS, a noz pecã e o pistache são nuts com uma menor quantidade de arginina. Então se você, assim como eu, possui o vírus e quer deixar ele quieto, mas adora a praticidade das castanhas, elas são as melhores opções! . Logicamente, se o consumo for pontual e sem excessos, você pode se dar bem com as castanhas e elas não serem gatilhos para crises! . . A lisina, que também é um aminoácido, ajuda a conter a replicação do vírus antes da lesão se manifestar na pele. A lisina é importante porque inibe a ação da arginina, evitando a replicação do vírus da herpes.  A lisina está p…

Benefícios da Chlorella...

A Chlorella é uma alga que fornece proteínas, carboidratos, gorduras boas, vitaminas, minerais e fitonutrientes como os pigmentos carotenoides (astaxantina, cantaxantina, loraxantina, flavoxantina e neoxantina) e a clorofila.

A alga apresenta ainda um bom teor das vitaminas C, E e K, e dos minerais cálcio, ferro, fósforo e potássio.
Além disso, possui ação antiinflamatória, atua nas funções cerebrais, fígado e sistema imunológico, auxilia na digestão, no controle da glicemia, melhora dores da artrite, reduz o LDL colesterol.
É uma ótima fonte de glutationa, um potente antioxidante. Nosso fígado também produz a glutationa, que é utilizada para processos de intoxicação por álcool, drogas, nicotina, poluição, determinados alimentos, etc. Como nossa produção de glutationa diminui com a idade, tomar chlorella regularmente pode ser uma maneira bastante eficaz para melhorar as funções do fígado, facilitando a eliminação de toxinas e o combate aos radicais livres.
Regularmente somos expostos …