Pular para o conteúdo principal

Vitamina E da dieta protege contra muitos tipos de câncer, mas não na forma de suplementos...



Na próxima vez que tiver que escolher entre um óleo vegetal e margarina para aquela sua receita favorita, pense na sua saúde e prefira o óleo.

Enquanto a questão de saber se a vitamina E impede ou promove o câncer tem sido amplamente debatido em revistas científicas e na mídia, os cientistas do Center for Cancer Prevention Researchde Nova Jersey, acreditam que as duas formas de vitamina E - gama e delta-tocoferóis - encontrados na soja, canola, milho, e castanhas são capazes de prevenir câncer de cólon, pulmão, mama e próstata.

"Há estudos que sugerem que a vitamina E na verdade, aumenta o risco de câncer e diminui a densidade óssea", diz Yang, diretor da pesquisa. "Nossa mensagem é que a forma tocoferol gama da vitamina E, a forma mais abundante dessa vitamina na alimentação, e o tocoferol delta, encontrado em óleos vegetais, são benéficos na prevenção do câncer, em contrapartida a forma alfa, mas comumente usada em suplementos, não traz benefícios".

Essas constatações foram feitas a partir tanto de estudos com animais de laboratório quanto de dados epidemiológicos humanos, com o objetivo de traçar uma conexão entre vitamina E e câncer.

Foram realizados estudos animais para câncer de cólon, pulmão, mama, próstata e descobriram que as formas de vitamina E em óleos vegetais, gama e delta-tocoferóis, evitam a formação e crescimento do câncer em modelos animais.

É por isso que, Yang ressalta a importância de distinguir entre as diferentes formas de vitamina E e conduzir mais pesquisas sobre seus efeitos preventivos para o câncer e outros efeitos biológicos.

"Para as pessoas que acreditam que precisam tomar suplementos de vitamina E," diz Yang, "o mais prudente é tomar uma mistura de todos os tipos de vitamina E que melhor imite aquela presente em uma dieta saudável."

Fonte: Traduzido de Medical News Today

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose. 
É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso.
O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome do Intestino I…

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.