4 de janeiro de 2013

Antes de começar a dieta, faça um 'aquecimento'...

Deixar de fumar, emagrecer ou se engajar em uma atividade física: mudar um hábito, mas especialmente mantê-lo a longo prazo, pode ser extremamente difícil. Por isso é tão comum que, ao ingressar em uma dieta, uma pessoa consiga perder alguns quilos, mas volte a engordar após certo tempo. Para pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, porém, há uma solução: a perda de peso pode ser mais duradoura se o indivíduo passar a seguir determinados hábitos saudáveis, como se alimentar corretamente e caminhar com frequência, antes de tentar, de fato, emagrecer. Esse "aquecimento" vai treinar e preparar o organismo para a dieta — o que, a longo prazo, é mais eficaz para manter o peso perdido no programa de emagrecimento. Essa conclusão faz parte de um estudo publicado no periódico Journal of Consulting and Clinical Psychology, da Associação Americana de Psicologia.

A pesquisa selecionou 267 mulheres maiores do que 21 anos que tinham sobrepeso ou obesidade. As participantes foram, então, divididas em dois grupos. Metade delas passou a seguir imediatamente um plano de emagrecimento durante 20 semanas, seguido de um programa de manutenção de peso de oito semanas. O restante das participantes, por outro lado, passou as oito primeiras semanas recebendo instruções sobre como ter hábitos mais saudáveis e as formas de manter o peso. Para ‘se acostumar com os altos e baixos de uma dieta’, as participantes do segundo grupo foram aconselhadas a, algumas vezes, consumir alimentos calóricos e gordurosos. Somente nas 20 semanas seguintes elas se engajaram a emagrecer. O método de perda de peso foi o mesmo para os dois grupos.
Após 28 semanas, as mulheres de ambos os grupos emagreceram uma média de 7,5 quilos (ou perderam 9% do seu peso inicial). Porém, um ano após o fim do estudo, quando essas participantes tiveram que manter o peso por conta própria, as mulheres que tentaram perder peso logo no início da pesquisa recuperaram uma média de 3,2 quilos, enquanto as participantes do outro grupo ganharam apenas 1,3 quilo.
Segundo os pesquisadores, essas oito semanas de ‘treinamento’ foram fundamentais para que as pessoas mudassem suas crenças em relação ao emagrecimento. No entanto, eles acreditam que outras pesquisas precisam ser feitas para definir quais são os efeitos da abordagem a longo prazo, já que o estudo acompanhou as participantes somente durante um ano após o término da pesquisa.
Fonte: Revista VEJA