Pular para o conteúdo principal

Excesso de açúcar eleva risco de câncer...



Os açúcares são necessários para nos dar energia e, em quantidades moderadas, contribuem para nosso bem-estar.
Altos níveis de açúcar, contudo, podem fazer bem mais do que danificar nossas células, levando a condições mais graves, como o diabetes.
Pesquisadores espanhóis acabam de demonstrar que elevados níveis de açúcar no sangue também aumentam o risco de câncer.
Do açúcar ao câncer
Que a obesidade é uma das principais causas do diabetes é algo que tem sido demonstrado em vários estudos.
Níveis elevados de açúcar no sangue são características tanto da obesidade quanto do diabetes.
Por outro lado, pessoas com diabetes têm até duas vezes mais chance de desenvolver cânceres de cólon ou de pâncreas do que a população em geral.
O que ainda necessitava de esclarecimento é a conexão entre obesidade e diabetes, de um lado, e o câncer do outro.
Beta-catenina
Um mecanismo-chave nessa conexão acaba de ser descoberto pela equipe a Dra Custodia Garcia-Jimenez, da Universidade Rei Juan Carlos.
Os elevados níveis de açúcar no sangue aumentam a atividade de um gene conhecido por acelerar a progressão do câncer.
O estudo mostrou que a capacidade das células do intestino para secretar um hormônio chamado GIP - que otimiza a liberação de insulina pelo pâncreas - é controlada por uma proteína chamada β-catenina.
Por sua vez, a atividade da β-catenina é estritamente dependente dos níveis de açúcar no organismo.
O excesso de açúcar pode levar a uma superatividade dessa proteína, que já se sabe estar envolvida no desenvolvimento de vários tipos de câncer, ao tornar as células "imortais", evitando a apoptose, ou morte celular programada - esta é uma etapa-chave nos primeiros estágios do câncer.
Prevenção
"Ficamos surpresos ao verificar que alterações em nosso metabolismo, causadas pelo açúcar que ingerimos, impactam nosso risco de ter câncer," disse a Dra Custodia.
"Nós agora estamos investigando que outros componentes da dieta podem influenciar o nosso risco de câncer. Mudanças de dieta são uma das estratégias de prevenção mais fáceis, que podem potencialmente evitar muito sofrimento," concluiu ela.
Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Bolinhas de amêndoas e leite de coco em pó...

1 xícara de pasta de castanhas 🌰 ou pasta de amendoim 🥜
Leite de coco 🥥 em pó (comprei na @biomundogoiania )
Xilitol para adoçar (opcional)

MODO DE PREPARO 👩🏼‍🍳

Coloque a pasta de castanhas num recipiente e vá acrescentando o leite de coco 🥥 em pó até dar consistência para enrolar. Eu usei 2 colheres 🥄de servir, mas esta quantidade vai variar de acordo com a umidade da pasta que você utilizar. Eu não acrescentei o xilitol, mas se quiser mais doce, manda ver!
Faça as bolinhas e passe no coco ralado, nibs de cacau, leite de coco em pó, cacau etc. Sirva gelado! Maravilhoso ☺️😋

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Mindfulness....

Nossa mente é cheia de distrações. Estamos trabalhando e do nada começamos a pensar na lista do supermercado, que amanhã vence o condomínio e não esquecemos de dar aquela conferida no celular para não perder nenhuma notificação.
Focar a atenção em apenas uma tarefa é um desafio e a meditação mindfulness pode ser a resposta para se manter presente. 
A meditação mindfulness (atenção plena) tem como objetivo aumentar a calma e o relaxamento, melhorar o equilíbrio psicológico, a saúde e o bem-estar geral.
A prática, através da atenção plena na respiração, no corpo e no momento imediato aumenta a percepção das experiências que ocorrem no presente. 
A prática da meditação, seja qual for a técnica, desenvolve a habilidade de nos adaptarmos ao estresse, chamada de resiliência. Ser resiliente não significa não experimentar dificuldades, mas desenvolver a sua própria capacidade para voltar ao estado de homeostase apesar das dificuldades.
Dê uma chance para a meditação! Crie consciência no prese…