Pular para o conteúdo principal

Confira os alimentos que não são indicados para o pós-treino...

 
Todo mundo que busca um corpo perfeito, com treinos exaustivos na academia, sabe que para ter os melhores resultados não basta suar a camisa: tem que apostar em uma dieta balanceada, nutritiva e saudável.
Mas se bater aquela vontade de comer uma “porcaria”, repense. O site Epyk enumerou os 7 piores alimentos para se comer depois da malhação. Entenda por que.
1. Salgadinhos em geral
Não é algo incomum sentir vontade de comer algo salgado depois da malhação, devido ao fato de que o suor elimina nutrientes, incluindo o potássio. Mas você pode optar por uma refeição saudável e repor este potássio eliminado, sem ter que apelar para os salgadinhos, que inclusive são altamente calóricos de um modo geral. Prefira comer uma banana, que é rica neste nutriente, ou outras frutas em pedaços.
2. Produtos ricos em açúcar e refrigerantes
Não existe erro maior do que matar a sede com refrigerante ou a fome com coisas doces logo depois da academia. Eles são bastante calóricos e acabam com todo o trabalho feito durante a malhação.
O açúcar é conhecido por trazer efeitos devastadores ao corpo a longo prazo e um deles é o fato de deixar o metabolismo mais lento.
O metabolismo tem um papel importante na perda de peso: quanto mais rápido ele for, mais rápido você emagrece. Por isso, sempre leia os rótulos dos produtos e evite os que têm excesso de açúcar. Lembre-se que os refrigerantes também são agressivos neste sentido, então, prefira os sucos naturais ou chás. Eles hidratam e acalmam os desejos.
3. Alimentos gordurosos
Parece óbvio dizer que se o objetivo é diminuir a gordura total do corpo, não se pode apostar nestes alimentos para matar a fome depois da malhação. Este tipo de alimento eleva o colesterol ruim e aumenta o risco de doença cardíaca a longo prazo.
4. Vegetais crus
É fato que vegetais crus não devem faltar em uma dieta saudável, mas não foque exclusivamente neles. Durante a malhação, seu corpo usa toda sua energia e queima uma quantidade grande de calorias: os vegetais crus, sozinhos, não irão ajudá-lo a repor todos os nutrientes, vitaminas e minerais perdidos. Ou seja: você precisa de algo com mais fibras e proteínas para ajudar no desenvolvimento dos músculos.​
5. Chocolate ao leite
O chocolate ao leite é conhecido por conter muitas calorias, mas, se você consumi-lo com moderação, ele de fato pode trazer benefícios. A versão amarga, além disso, tem também antioxidantes que reduzem o risco de câncer  lutam com os radicais livres que prejudicam as células.
No entanto, é recomendável consumir este tipo de alimento antes do treino, e não depois, já que ele não irá repor os nutrientes perdidos durante o treino. Comendo antes, você tem a chance de queimar as calorias extras e além disso terá uma inspiração a mais para dar o melhor de si na academia.
6. Tortas, bolos e biscoitos doces
Embora tragam uma imediata sensação de saciedade, seu corpo precisa de calorias de alta qualidade para repor o glicogênio perdido durante a malhação. Embora este tipo de alimento seja repleto de carboidrato, não são indicados na reposição de nutrientes. No lugar disso, prefira frutas secas 
7. Barrinhas de cereal
Estas barrinhas foram feitas para dar o combustível necessário para o corpo antes da malhação, e não depois. Muitas pessoas confundem isso e acabam apostando nelas depois de um treino intenso. Além disso, as barras são cheias de açúcar, que diminui o ritmo do metabolismo e estimula a produção de gordura. Vale observar também que este tipo de alimento aumenta a energia, ou seja, pode prejudicar o sono de quem malha a noite.
Fonte: Terra

Postagens mais visitadas deste blog

Ainda dá tempo!

Bom dia, segunda! ☀️

Mais uma oportunidade de fazermos uma semana diferente!
Mais uma chance de recomeçar!
Quem não recomeça depois do tropeço, nunca chega lá!

Não desista! O ano ainda não acabou!
Dá sim pra gerar mudanças!
Dá sim pra terminar o ano bem melhor!
Confie em você! Comece agora!

Bora?! 🌿💚🍃

Última chamada!!!! Projeto verão 2019....

Vai chegando esta época do ano, começam as preocupações com as festas de final de ano, as férias, praia, verão! Pois é, para àqueles que não estão no seu projeto Verão 2019 desde o começo do ano, ainda é possível modificar muita coisa, seja nos hábitos alimentares, seja no seu corpo.

Conte com nossos Programas Exclusivos para chegar no verão com hábitos alimentares mais saudáveis e com mudanças expressivas em seu organismo.

Como todos os anos, iniciamos estas chamadas semanalmente para lembrar que no final do ano entramos em recesso dia 15/12 e retomamos nossas atividades na segunda semana de janeiro. Então não perca tempo e não faça da melhoria de hábitos alimentares, mais uma promessa de ano novo! Aproveite para agendar sua consulta e garanta seu Plano Alimentar para finalizar bem o ano e iniciar o ano novo com o pé direito!

Alimentos x Herpes

Um questionamento que faz parte da minha consulta é: “você tem herpes?” Muitas vezes isso gera estranheza! 🤔O que isso tem a ver com a alimentação? Muita coisa!! . . Por exemplo, a arginina, é um aminoácido que estimula a replicação do vírus e aumenta a frequência das crises. Alguns alimentos fonte de arginina: castanhas 🌰 aveia, granola, gérmen de trigo 🌾 amendoim 🥜 chocolate 🍫 coco 🥥milho 🌽 uva 🍇 trigo 🌾  MAS, a noz pecã e o pistache são nuts com uma menor quantidade de arginina. Então se você, assim como eu, possui o vírus e quer deixar ele quieto, mas adora a praticidade das castanhas, elas são as melhores opções! . Logicamente, se o consumo for pontual e sem excessos, você pode se dar bem com as castanhas e elas não serem gatilhos para crises! . . A lisina, que também é um aminoácido, ajuda a conter a replicação do vírus antes da lesão se manifestar na pele. A lisina é importante porque inibe a ação da arginina, evitando a replicação do vírus da herpes.  A lisina está p…