Pular para o conteúdo principal

Niacina: uma nova fonte da juventude?

 
Quem não gostaria de viver uma vida longa e saudável?
A busca por uma fonte da juventude é um sonho antigo da humanidade.
Como não existem mais muitos "lugares exóticos" para expedições aventurescas, os cientistas modernos decidiram procurar a poção mágica da juventude em "algo" exótico: nas lombrigas.
É que os vermes são bons para experimentos desse tipo porque seu ciclo inteiro de vida pode ser estudado em meros 20 dias.
Vitamina B3
Uma equipe internacional de pesquisadores, liderados por Michael Ristow, do instituto ETH de Zurique (Suíça) acaba de retornar de sua mais recente expedição ao mundo dos vermes, e trouxe boas novas sobre a fonte da juventude.
Um suplemento alimentar livremente disponível talvez não traga a eterna juventude, mas pode ajudar muito a aumentar nossa longevidade.
A niacina, também conhecida como vitamina B3, e seu metabólito nicotinamida, quando introduzidos na dieta dos vermes, aumentou seu tempo de vida em 10% - algo como oito anos se os dados forem extrapolados para um ser humano.
Segundo os experimentos, a niacina e a nicotinamida têm esse efeito induzindo a formação dos chamados radicais livres - sim, a formação, e não a destruição dos radicais livres.
"Nas lombrigas, estas espécies reativas de oxigênio prolongam a vida," confirma Ristow.
Radicais livres versus antioxidantes
Talvez possa parecer surpreendente que os radicais livres, ou espécies reativas de oxigênio, possam fazer bem, já que geralmente eles são considerados danosos à saúde.
Contudo, esta não é a primeira vez que o "consenso científico" sobre antioxidantes e radicais livres é desafiado.
Já sabe, por exemplo, que os radicais livres são essenciais para os movimentos musculares e para o controle do apetite e que os radicais livres controlam a força das batidas do coração.
Pesquisas mais específicas, na verdade, mostraram que os radicais livres podem ter um efeito antienvelhecimento.
As espécies reativas de oxigênio são conhecidas por danificar as células somáticas, uma condição conhecida como estresse oxidativo. Substâncias específicas, os chamados antioxidantes, que podem ser encontrados em frutas, legumes e certos óleos vegetais, são capazes de neutralizar estes radicais livres.
Isto levou a que muitos cientistas concluíssem que os antioxidantes são benéficos para a saúde.
O Dr. Ristow não concorda: "Não há evidência científica para qualquer utilidade dos antioxidantes. A alegação de que a ingestão de antioxidantes, especialmente em forma de comprimidos, promova qualquer aspecto da saúde humana não tem suporte científico."
Apesar dos antioxidantes
Ristow não contesta que as frutas e os legumes sejam saudáveis. No entanto, seus benefícios podem ser oriundos de outros compostos, tais como os chamados polifenóis. "Frutas e legumes são saudáveis, apesar do fato de que eles contêm antioxidantes," diz o pesquisador.
Com base nos muitos resultados de outros estudos científicos, ele está convencido de que pequenas quantidades de espécies reativas de oxigênio e estresse oxidativo provocam um impacto benéfico sobre a saúde.
Era isso que ele estava testando com suas lombrigas. E parece ter dado certo.
"As células podem lidar bem com o estresse oxidativo e neutralizá-lo," disse Ristow.
Mais do que isso, com a indução da formação de radicais livres, os vermes viveram mais.
Em estudos anteriores em seres humanos, a equipe de Ristow já havia demonstrado que o efeito benéfico sobre a saúde de esportes de resistência é mediado por um aumento na formação de espécies reativas de oxigênio - e que os antioxidantes anulam este efeito.
Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Ainda dá tempo!

Bom dia, segunda! ☀️

Mais uma oportunidade de fazermos uma semana diferente!
Mais uma chance de recomeçar!
Quem não recomeça depois do tropeço, nunca chega lá!

Não desista! O ano ainda não acabou!
Dá sim pra gerar mudanças!
Dá sim pra terminar o ano bem melhor!
Confie em você! Comece agora!

Bora?! 🌿💚🍃

Última chamada!!!! Projeto verão 2019....

Vai chegando esta época do ano, começam as preocupações com as festas de final de ano, as férias, praia, verão! Pois é, para àqueles que não estão no seu projeto Verão 2019 desde o começo do ano, ainda é possível modificar muita coisa, seja nos hábitos alimentares, seja no seu corpo.

Conte com nossos Programas Exclusivos para chegar no verão com hábitos alimentares mais saudáveis e com mudanças expressivas em seu organismo.

Como todos os anos, iniciamos estas chamadas semanalmente para lembrar que no final do ano entramos em recesso dia 15/12 e retomamos nossas atividades na segunda semana de janeiro. Então não perca tempo e não faça da melhoria de hábitos alimentares, mais uma promessa de ano novo! Aproveite para agendar sua consulta e garanta seu Plano Alimentar para finalizar bem o ano e iniciar o ano novo com o pé direito!

Alimentos x Herpes

Um questionamento que faz parte da minha consulta é: “você tem herpes?” Muitas vezes isso gera estranheza! 🤔O que isso tem a ver com a alimentação? Muita coisa!! . . Por exemplo, a arginina, é um aminoácido que estimula a replicação do vírus e aumenta a frequência das crises. Alguns alimentos fonte de arginina: castanhas 🌰 aveia, granola, gérmen de trigo 🌾 amendoim 🥜 chocolate 🍫 coco 🥥milho 🌽 uva 🍇 trigo 🌾  MAS, a noz pecã e o pistache são nuts com uma menor quantidade de arginina. Então se você, assim como eu, possui o vírus e quer deixar ele quieto, mas adora a praticidade das castanhas, elas são as melhores opções! . Logicamente, se o consumo for pontual e sem excessos, você pode se dar bem com as castanhas e elas não serem gatilhos para crises! . . A lisina, que também é um aminoácido, ajuda a conter a replicação do vírus antes da lesão se manifestar na pele. A lisina é importante porque inibe a ação da arginina, evitando a replicação do vírus da herpes.  A lisina está p…