28 de dezembro de 2013

Beber três xícaras de café por dia pode reduzir risco de câncer de fígado...

 
Já é sabido que a ingestão moderada de café pode ajudar na prevenção de diversos tipos de câncer, como próstata e mama. Agora, um pesquisador do departamento de epidemiologia do Istituto Di Ricerche Farmacologiche Mario Negri e do departamento de ciências clínicas e de saúde da Università degli Studi di Milano, na Itália, descobriu que beber três xícaras de café por dia diminui o risco de câncer de fígado, particularmente o tipo mais comum, que é o carcinoma hepatocelular. A pesquisa foi publicada em outubro na revista Clinical Gastroenterology and Hepatology.

Os pesquisadores realizaram uma meta- análise de artigos publicados entre 1996 e setembro de 2012, envolvendo 16 estudos de alta qualidade com um total de 3.153 casos. Também foram incluídos dados sobre 900 casos mais recentes de carcinoma hepatocelular. Feita a análise, os autores chegaram à conclusão de que o café pode reduzir as chances de câncer de fígado em 40%, podendo chegar a 50% em alguns casos.

Apesar da consistência dos resultados entre os estudos acompanhados, os cientistas afirmam que é difícil estabelecer se a associação entre o consumo de café e carcinoma hepatocalular é causal, ou se pode estar parcialmente atribuída ao fato de que os pacientes com doenças hepáticas e digestivas muitas vezes param voluntariamente sua ingestão de café. Além disso, o café comprovadamente ajuda a prevenir o diabetes, que é um conhecido fator de risco para o câncer de fígado. Sabe-se também que o
café tem efeitos benéficos sobre a cirrose e as enzimas hepáticas.

O câncer primário de é altamente evitável se feita vacinação do vírus da hepatite B, o controle da transmissão do vírus da hepatite C e redução do consumo de álcool. Essas três medidas podem, em princípio, evitar mais de 90% dos cânceres primários de fígado em todo o mundo. O câncer de fígado é o sexto tipo de câncer mais comum no mundo, e a terceira causa mais comum de morte por
câncer.

Fonte: Minha Vida