19 de dezembro de 2013

Confira os benefícios dos alimentos que compõem a ceia de Natal...

 
 
Conheça alguns alimentos da ceia que além de serem tradição são saudáveis e ricos em propriedades antioxidantes. 
Romã: rico em antioxidantes contribui para o controle do mau colesterol, além disso, seu consumo diário ajuda a combater a formação de coágulos sanguíneos, responsáveis pelos enfartes. Reduz a inflamação das articulações (artrite, reumatismo); ajuda no alívio de diarreias; ajuda a aliviar sinais de cansaço e atrasa o aparecimento dos sinais de envelhecimento.
Nozes: contêm duas vezes mais antioxidantes do que castanhas, amêndoas, amendoins, pistaches, avelãs, castanhas-do-pará e castanhas de caju. Além disso, os antioxidantes presentes nas nozes têm maior qualidade e potência do que os dos outros frutos secos. Esses antioxidantes são entre duas a 15 vezes mais poderosos do que os da vitamina E. Os antioxidantes impedem reações químicas que ocasionam mudanças na estrutura molecular das células do corpo. O consumo regular pode reduzir o risco de doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, diabetes tipo 2 e outros problemas de saúde. As porções dessas frutas consumidas devem ser pequenas, sete ao dia são o suficiente para obter os benefícios necessários.
Lentilha: Uma pena ser apenas lembrada nas festividades de final de ano. Ela ajuda a reduzir e a prevenir o colesterol elevado e controla o diabetes. O alto teor de ferro, vitaminas do complexo B e fibras, contribuem para o bom funcionamento do intestino.
Uva: Contém vitamina C e vitaminas do complexo B, mas o grande benefício da uva é ser rica em resveratrol, que está contido na sua casca, responsável pela melhoria da saúde cardíaca, prevenindo para vários tipos de câncer e aumenta a longevidade.  Além disso, é diurética e laxante.
Ameixa:  Outra fruta que faz parte da ceia tanto no Natal como no ano novo é a ameixa. Esta fruta tem poucas calorias e é uma boa fonte de fibras importantes para a dieta, como a celulose e a pectina. Melhora o trânsito intestinal e melhora a digestão. Outra de suas riquezas são as vitaminas A, E, e C, cálcio, potássio, ferro e magnésio. Por tudo isso vale a pena consumi-la na ceia e sempre!