Pular para o conteúdo principal

Gordura certa protege o coração...


Gordura em demasia é ruim para o coração, mas o tipo certo de gordura pode manter o coração saudável.

É o que mostra um experimento realizado por Jin Endo, dos Laboratórios Riken (Japão), publicadoThe Journal of Experimental Medicine.

Estudos anteriores já haviam mostrado que ácidos graxos insaturados ingeridos pela dieta - como o ácido eicosapentaenóico (EPA) - podem nos proteger contra doenças cardiovasculares.

Esse dado veio na esteira da descoberta de que o corpo humano na verdade possui vários tipos de tecidos adiposos, ou gorduras: gordura branca, que pode se acumular, levando à obesidade, a gordura marrom, ou gordura boa", e a gordura bege.

No entanto, o mecanismo de ação e os metabólitos da gordura responsáveis por seus efeitos protetores ainda são largamente desconhecidos.

18 HEPE

Jin Endo usou animais geneticamente modificados para produzir sua própria gordura EPA, o que lhes dá uma melhor função cardíaca e maior resistência contra doenças cardiovasculares.

Ao rastrear esses efeitos, ele descobriu que a proteção cardiovascular é fornecida por um metabólito específico, chamado ácido 18-hidroxieicosapentaenóico (18 HEPE).
A fibrose cardíaca foi inibida em camundongos tratados com 18-HEPE (direita), em comparação com animais de controle (esquerda). [Imagem: Endo et al. - 2014]


O 18-HEPE foi produzido pelas células do sistema imunológico dos animais, chamadas macrófagos, e resultaram na diminuição dos efeitos induzidos de inflamações e fibrose no coração.

A aplicação do 18 HEPE em animais normais confirmou seus efeitos cardioprotetores.

Embora experimentos em seres humanos ainda não tenham sido realizados, a equipe conclui que uma dieta enriquecida com 18 HEPE pode ajudar a prevenir a insuficiência cardíaca em pacientes com doenças cardiovasculares.

Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose. 
É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso.
O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome do Intestino I…

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.