Pular para o conteúdo principal

Cardiologistas alertam para riscos das "bebidas energéticas"...


"As chamadas 'bebidas energéticas' são populares em casas de dança e durante os exercícios físicos, com as pessoas algumas vezes consumindo várias dessas bebidas, uma após a outra. Esta situação pode levar a uma série de condições adversas, incluindo angina, arritmia cardíaca (batimentos cardíacos irregulares) e até mesmo a morte súbita."

A frase, do professor Milou-Daniel Drici, da Universidade de Nice (França), foi proferida durante uma apresentação realizada nesta semana na reunião anual da Sociedade Europeia de Cardiologia.

E ele acrescentou: "Cerca de 96% dessas bebidas contêm cafeína, com uma lata típica de 250 ml podendo conter o conteúdo de dois cafés expressos de cafeína. A cafeína é um dos mais potentes antagonistas dos receptores de rianodina e leva a uma liberação maciça de cálcio dentro das células cardíacas. Isso pode causar arritmias, mas também tem efeitos sobre a capacidade do coração de contrair e usar o oxigênio. Além disso, 52% dessas bebidas contêm taurina, 33% têm glucuronolactona e dois terços contêm vitaminas."

As conclusões são de um estudo que contou com a participação de 15 especialistas, incluindo cardiologistas, psiquiatras, neurologistas e fisiologistas.

Síndrome da cafeína

Durante o período de dois anos em que os dados foram coletados, 257 casos envolvendo os energéticos foram notificados à Agência Nacional de Saúde da França, dos quais 212 forneceram informações suficientes para uma avaliação de segurança.

Os especialistas descobriram que 95 desses eventos adversos relatados apresentaram sintomas cardiovasculares, 74 psiquiátricos e 57 neurológicos, em alguns casos apresentando simultaneamente mais de uma dessas categorias.

Paradas cardíacas e mortes súbitas ou inexplicáveis ocorreram em pelo menos oito casos, enquanto 46 pessoas tiveram alterações do ritmo cardíaco, 13 tiveram angina e 3 tiveram hipertensão.

"Nós descobrimos que a 'síndrome da cafeína' foi o problema mais comum, ocorrendo em 60 pessoas. Ela caracteriza-se por um ritmo rápido do coração, chamado taquicardia, tremores, ansiedade e dor de cabeça.

"Efeitos adversos raros, mas graves, também foram associados com estas bebidas, tais como morte súbita ou inexplicável, arritmia e ataque cardíaco (infarto do miocárdio). Nossa busca na literatura confirmou que estas condições podem estar relacionadas ao consumo de bebidas energéticas," argumentou o Dr. Drici.

Quando evitar as bebidas energéticas

A seguir, o especialista orientou os grupos em maior risco quanto ao consumo das bebidas energéticas.

"Pacientes com doenças cardíacas, incluindo as arritmias catecolaminérgicas, síndrome do QT longo e angina devem estar cientes do perigo potencial de uma grande ingestão de cafeína, que é um estimulante que pode agravar a sua condição com consequências possivelmente fatais."

"O público em geral precisa saber que as chamadas 'bebidas energéticas' não têm absolutamente nenhum lugar durante ou após os exercícios físicos, em comparação com outras bebidas elaboradas com esse objetivo," concluiu o pesquisador.

Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose.  É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso. O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome

Bom dia!

É gente, o tempo não está correndo, está voando...O FINAL DO ANO ESTÁ CHEGANDO!! Faltam 10 segundas-feiras para darmos bom dia para 2020 e mais que isso, nós vamos virar a década!! Está na hora de começar a fazer planos, revisões, reflexões, mudanças programadas pro próximo ano e por aí vai. Por que você não começa HOJE a se planejar e se preparar? E a fazer mudanças que podem acontecer ainda em 2019? Instalar pequenos hábitos saudáveis na sua rotina ou até mesmo fazer alguma mudança mais importante que estava programada desde o ano passado e ainda não saiu do papel? Então, vamos lá! Aproveite o início da semana para fazer recomeços ou novos começos!

Dia mundial do Diabetes...

O Diabetes é a mais comum das doenças não transmissíveis com elevada prevalência e incidência crescente. Atinge já cerca de 415 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, estima-se que em 2040 haja um aumento para 642 milhões de pessoas atingidas pela doença. O número de brasileiros diagnosticados com Diabetes cresceu 61.8% nos últimos 10 anos e atinge atualmente quase 13 milhões de brasileiros. Para conscientizar e lembrar sobre a importância da prevenção da doença, a Organização Mundial da Saúde criou o Dia Mundial da Diabetes, desde 1991. A data, 14 de novembro, foi escolhida por ser o aniversário de Frederick Banting, o médico que juntamente com o seu colega, Charles Best, conduziu as experiências que levaram à descoberta da Insulina em 1921. Hábitos saudáveis de vida e alimentação equilibrada são essenciais no tratamento e prevenção do Diabetes.  A Nutrição promove um controle não apenas glicêmico, mas restabelece o equilíbrio fisiológico, promovendo uma mel