Pular para o conteúdo principal

Pipoca ‘fit’, opção de lanche saudável...


Ela é a guloseima número um para acompanhar o cineminha, uma tarde em casa, uma festa de crianças. As vantagens da pequenina crocante são diversas — como as poucas calorias e as generosas fibras —, e o que está em voga no momento é a forma de prepará-la. Enquanto as versões prontas para micro-ondas foram para o banco dos réus, surgem receitas para mantê-la saudável e, de quebra, incrementar o sabor.

A acusação contra a pipoca de micro-ondas é o alto teor de gordura na porção (em torno de 10% em 25g do produto). Mesmo a light é rica em calorias (cerca de 120). O milho precisa de alta temperatura para estourar bem e a gordura é um excelente auxiliar para fazer o calor subir rapidamente. Por isso, a indústria capricha na sua quantidade.

Numa forma bem menos gordurosa, o que vai acontecer é que talvez estourem menos milhos. Mas não é melhor? No próprio micro-ondas, você pode usar um saco de pão para fazer. Passo a passo: primeiro, é preciso jogar o milho numa xícara e misturá-lo a uma colher de óleo. Depois, despejar dentro do saco e fechá-lo amassando com as mãos mesmo.

A boa e velha panela no fogo também é muito bem-vinda. Basta ter cautela com a quantidade de óleo, que pode ser de uma colher de sopa misturada a mais três ou quarto de água.

Uma xícara de milho, que rende bastante pipoca, tem 70 calorias. É um excelente lanche para as crianças. Para os adultos, dá para experimentar receitas gourmet, como as que levam azeite com alecrim e páprica.

Curry, ervas de provence e até chocolate amargo são algumas de suas sugestões. O modo de fazer segue sempre a mesma fórmula: depois de deixar o óleo esquentar na panela, basta adicionar uma colherzinha do “algo a mais” e mexer um pouco antes de jogar o milho. No caso do chocolate, a dica é derreter uma barra de cem gramas, despejar por cima da pipoca pronta e misturar.

O ideal é usar óleo de coco, de canola e de milho na preparação. A pipoca contém cinco vezes mais fibras do que a mesma quantidade de alface, por exemplo, e uma pesquisa recente ainda mostrou uma concentração de polifenóis, os famosos antioxidantes, maior do que em muitas frutas e vegetais.

Uma das melhores combinações é acrescentar orégano e sal do Himalia moído. Fica com menos calorias que muita barrinha de cereal.

Fonte: O Globo

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose. 
É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso.
O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome do Intestino I…

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.