16 de janeiro de 2015

5 alimentos que ajudam no processo de detox e que você pode ter na sua geladeira...



Quando se fala em dieta detox, muitos pensam que terão que passar dias à base de líquidos ou que podem continuar comendo o que quiserem desde que tomem sucos verdes e suplementos. Mas não é assim.

Para que a desintoxicação aconteça é preciso ingerir nutrientes como vitaminas do complexo B, selênio, cobre, zinco, enxofre, flavonoides e carotenos, e aminoácidos como glicina, taurina, metionina e glutamina. Por isso, precisamos nos alimentar.

Porém, é necessário reduzir o consumo de alimentos de origem animal. Prefira alimentos orgânicos, cultivados sem agrotóxicos, pesticidas ou adubos químicos, e evite alimentos embalados em plásticos. Prefira alimentos naturais, livres de corantes e de conservantes químicos.

Saiba que alguns alimentos que você já tem na geladeira podem ser aliados no processo de detox:

Brócolis, couve e couve-flor

São ricos em enxofre, mineral que auxilia na detoxificação do organismo. Também são fontes de enzimas e de fibras que ajudam a metabolizar as toxinas.

Beterraba

Fonte de batacianina e de betalaina, antioxidantes importantes para que o fígado consiga eliminar as toxinas do corpo. Pode ser usada em sucos ou em saladas.

Proteínas

As dietas detox devem ser dietas proteicas, já que para a segunda fase da detox e a eliminação de toxinas são necessários aminoácidos provenientes das proteínas. Carne orgânica e leguminosas devem fazer parte de um plano de desintoxicação.

Sementes de linhaça

Ótimas fontes de fibras, que auxiliam no processo de eliminação de toxinas e de hormônios já metabolizados pelo fígado, garantindo que essas toxinas não sejam reabsorvidas pelo organismo. Use as sementes orgânicas batidas em sucos ou em smoothies.

Maçãs

Fonte de pectina, um tipo de fibra que melhora o funcionamento do intestino e elimina toxinas do organismo. Também é fonte de água e de quercetina, de ação antioxidante. O ditado já diz “Uma maçã por dia mantém o médico longe”.

Lembre-se: a melhora no processo de detox previne o surgimento e o desenvolvimento de doenças autoimunes, como câncer, diabetes, infertilidade e problemas na tireoide.

Fonte: Mundo Verde