Pular para o conteúdo principal

Iogurte protege contra metais tóxicos na gravidez...



Um iogurte probiótico reduziu a absorção de metais pesados e toxinas ambientais em até 78% em mulheres grávidas.

Esta é a primeira prova clínica de que um alimento probiótico pode ser utilizado para reduzir os riscos à saúde associados com metais pesados.

Toxinas ambientais - como o mercúrio e o arsênio - podem ser encontrados na água e nos alimentos, especialmente em peixes, com níveis particularmente elevados em áreas onde a mineração e a agricultura são predominantes.

Mesmo em níveis baixos, a exposição crônica a metais pesados tem sido associada a certos tipos de câncer e retardo no desenvolvimento neurológico e cognitivo em crianças.

Bactérias do bem

Algumas pesquisas iniciais deram indícios de que bactérias que ocorrem naturalmente no corpo podem influenciar os níveis de metais tóxicos absorvidos.

Por isso o Dr. Gregor Reid e seus colegas do Instituto de Pesquisa de Saúde Lawson (Canadá), quiseram testar o iogurte probiótico em regiões de mineração, onde os níveis de metais pesados eram elevados. Eles fizeram isto no Canadá e na Tanzânia.

Segundo o Dr. Reid, 15% das mulheres em idade reprodutiva no Canadá - umpaís com grande histórico de exploração mineral, como algumas regiões do Brasil - possuem níveis de mercúrio que apresentam um alto risco de alterações neurológicas do desenvolvimento em seus filhos.

Probiótico contra metais pesados

Para tentar minimizar o problema, o pesquisador utilizou o Lactobacillus rhamnosus GR-1, uma cepa probiótica que já é utilizada com segurança e eficácia em iogurtes, com benefícios imunológicos atestados.

Depois de consumir o iogurte suplementado com probióticos, as crianças mostraram resultados positivos, embora estatisticamente não conclusivos.

As mulheres grávidas, contudo, apresentaram resultados marcantes: o iogurte probiótico protegeu-as da absorção de mercúrio em até 36%, e do arsênio em até 78%.

"Os resultados são entusiasmantes por muitas razões," disse o Dr. Reid. "Primeiro, eles mostram que um alimento fermentado simples, facilmente feito por comunidades carentes de recursos, pode proporcionar benefícios, além de nutrição e imunidade. Segundo, os resultados são relevantes para muitas partes do mundo, incluindo o Canadá, onde a exposição a estas toxinas ocorre diariamente. Finalmente, confirmam a necessidade de dar mais atenção a estas toxinas, especialmente em crianças e mulheres grávidas."

Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose.  É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso. O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome

Bom dia!

É gente, o tempo não está correndo, está voando...O FINAL DO ANO ESTÁ CHEGANDO!! Faltam 10 segundas-feiras para darmos bom dia para 2020 e mais que isso, nós vamos virar a década!! Está na hora de começar a fazer planos, revisões, reflexões, mudanças programadas pro próximo ano e por aí vai. Por que você não começa HOJE a se planejar e se preparar? E a fazer mudanças que podem acontecer ainda em 2019? Instalar pequenos hábitos saudáveis na sua rotina ou até mesmo fazer alguma mudança mais importante que estava programada desde o ano passado e ainda não saiu do papel? Então, vamos lá! Aproveite o início da semana para fazer recomeços ou novos começos!

Dia mundial do Diabetes...

O Diabetes é a mais comum das doenças não transmissíveis com elevada prevalência e incidência crescente. Atinge já cerca de 415 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, estima-se que em 2040 haja um aumento para 642 milhões de pessoas atingidas pela doença. O número de brasileiros diagnosticados com Diabetes cresceu 61.8% nos últimos 10 anos e atinge atualmente quase 13 milhões de brasileiros. Para conscientizar e lembrar sobre a importância da prevenção da doença, a Organização Mundial da Saúde criou o Dia Mundial da Diabetes, desde 1991. A data, 14 de novembro, foi escolhida por ser o aniversário de Frederick Banting, o médico que juntamente com o seu colega, Charles Best, conduziu as experiências que levaram à descoberta da Insulina em 1921. Hábitos saudáveis de vida e alimentação equilibrada são essenciais no tratamento e prevenção do Diabetes.  A Nutrição promove um controle não apenas glicêmico, mas restabelece o equilíbrio fisiológico, promovendo uma mel