Pular para o conteúdo principal

Resíduos do café têm poderosos efeitos antioxidantes....



A casca prateada do café - a epiderme do grão de café - é removida durante o processamento, depois de os grãos terem sido secos. Igualmente, a borra de café é normalmente descartada tão logo o café esteja coado.

Tradicionalmente se considera que estes subprodutos teriam poucos usos e aplicações práticas.

Algumas vezes, a borra de café é utilizada como esfoliante de pele caseiro, como produto de limpeza abrasivo ou como agente de compostagem para fertilizar certas plantas.

No entanto, José Ángel Rufian Henares, da Universidade de Granada (Espanha) descobriu agora que esses subprodutos do café poderiam ser reciclados com finalidades bem mais nobres: para fins nutricionais humanos.

Antioxidantes e antimicrobianas

Henares demonstrou que os dois resíduos do café têm fortes propriedades antioxidantes e antimicrobianas, sendo ricos em fibras e fenóis.

Na verdade, os dados indicam que os efeitos antioxidantes da borra de café são 500 vezes maiores do que os apresentados pela vitamina C, o que significa que o material poderia ser utilizado para criar alimentos funcionais com benefícios significativos para a saúde.

"[Os resíduos do café] também contêm níveis elevados de melanoidinas, que são produzidas durante o processo de torrefação do café e lhe dão sua cor castanha. As propriedades biológicas dessas melanoidinas podem ser aproveitadas para uma variedade de aplicações práticas, tais como a prevenção de agentes patogênicos prejudiciais em produtos alimentares," disse Henares.

Melanoidinas

Mas há um desafio a vencer para o aproveitamento prático das propriedades benéficas dos subprodutos do café: é necessário separar as fibras e fenóis das melanoidinas, para que elas não se anulem.

"Se quisermos aproveitar os efeitos probióticos benéficos dos subprodutos do café, primeiro de tudo precisamos remover os melanoidinas, uma vez que elas interferem com essas propriedades probióticas benéficas," explicou o professor Henares.

Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose. 
É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso.
O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome do Intestino I…

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.