Pular para o conteúdo principal

Dieta mediterrânea protege da depressão. segundo estudo...



Adotar uma dieta mediterrânea ou outras que incluam alimentos como frutas, vegetais, legumes e nozes — deixando de lado as carnes processadas — pode prevenir sintomas de depressão, de acordo com um levantamento publicado na revista científica on-line “BMC Medicine”. Um estudo realizado com 15.903 pessoas sugere que a doença poderia estar ligada a deficit de nutrientes.

Após uma extensa pesquisa sobre a dieta e seus efeitos sobre nossa saúde física, os cientistas agora exploram a ligação entre a nutrição e a saúde mental. Esta é a primeira vez que diversos padrões alimentares saudáveis e sua associação com o risco de depressão foram analisados em conjunto.

Os pesquisadores compararam três dietas: a mediterrânea, uma vegetariana e a Alternativa Alimentação Saudável Index-2010 — que combina nutrientes conhecidos por sua prevenção contra doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer. Os participantes usaram um sistema de pontuação para medir sua adesão a uma das dietas selecionadas — ou seja, quanto maior fosse a pontuação, maior seria o sinal de que eles ingeriam uma dieta mais saudável.

Itens alimentares como carne e doces (fontes de gorduras animais: ácidos graxos saturados e trans) foram marcados negativamente, enquanto nozes, frutas e verduras (fontes de ácidos graxos ômega-3, vitaminas e minerais, respectivamente) foram avaliados de modo positivo.

Queríamos entender o papel que a nutrição desempenha na saúde mental, porque acreditamos que determinados padrões alimentares podem proteger nossas mentes — explica Almudena Sanchez-Villegas, da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria (Espanha), autora principal da pesquisa. — Todas estas dietas estão associadas com benefícios à saúde física, e agora vemos que elas também poderiam ter um efeito positivo sobre nossa saúde mental.


O estudo começou em 1999 com 15.093 participantes que não registravam quadro de depressão. Além de seus padrões alimentares, outros fatores consideráveis para determinar sua qualidade de vida, como diabetes e obesidade, também foram acompanhados pelos cientistas.

Dez anos depois, 1.550 já registravam um diagnóstico clínico de depressão ou usavam antidepressivos.

Existe uma diferença perceptível quando os participantes começaram a seguir uma dieta saudável — conta Almudena. — Mesmo uma adesão moderada a estas dietas saudáveis foi associada com uma importante redução no risco de desenvolvimento de depressão. No entanto, não vimos benefícios extras para aqueles que mostraram uma adesão muito elevada às dietas. Portanto, uma vez que determinado limiar é atingido, o risco de desenvolver sintomas de depressão é o mesmo entre aqueles que fizeram uma dieta moderada e outros que optaram por uma mais radical.

Fonte: O Globo

Postagens mais visitadas deste blog

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Bolinhas de amêndoas e leite de coco em pó...

1 xícara de pasta de castanhas 🌰 ou pasta de amendoim 🥜
Leite de coco 🥥 em pó (comprei na @biomundogoiania )
Xilitol para adoçar (opcional)

MODO DE PREPARO 👩🏼‍🍳

Coloque a pasta de castanhas num recipiente e vá acrescentando o leite de coco 🥥 em pó até dar consistência para enrolar. Eu usei 2 colheres 🥄de servir, mas esta quantidade vai variar de acordo com a umidade da pasta que você utilizar. Eu não acrescentei o xilitol, mas se quiser mais doce, manda ver!
Faça as bolinhas e passe no coco ralado, nibs de cacau, leite de coco em pó, cacau etc. Sirva gelado! Maravilhoso ☺️😋

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.