Pular para o conteúdo principal

Unicamp aponta risco em adoçante à base de sucralose em bebida quente...



Uma pesquisa realizada pela Unicamp, em Campinas (SP), mostra que o uso de adoçante à base de sucralose pode fazer mal quando misturado com alimentos quentes. Pesquisadores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas descobriram que quando aquecida, a molécula sofre mudança na estrutura e libera susbtâncias tóxicas.

A sucralose é um derivado do próprio açúcar da cana, mas com moléculas modificadas através de processos químicos. Ela é um dos adoçantes mais consumidos no mundo. No entanto, apesar dos rótulos informarem que ela pode ser utilizada em bebidas quentes como chás e cafés, os pesquisadores descobriram que quando aquecida a 90ºC por mais de 15 minutos, sua composição se transforma.

Transformação

Segundo o coordenador da pesquisa Rodrigo Ramos Catharino, isso acontece porque existe um processo de combustão de matéria orgânica. "Se decompôs, carbonizou, e nessa carbonização, nessa decomposição os compostos foram então transformados", explica.

Os testes realizados em laboratório mostraram que a sucralose aquecida liberou substâncias tóxicas e cumulativas no organismo. As principais foram os "HPAs", que são os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, substâncias semelhantes as encontradas na gordura do churrasco e com grande potencial cancerígeno.

Cancerígeno

Os pesquisadores também identificaram o ácido clorídrico, o mesmo gás que foi liberado no acidente com carga química no porto de Santos e mandou moradores para o hospital com problemas respiratórios. 

"A partir do momento em que você passa por um processo de decomposição dessa molécula de sucralose, a gente pode dizer sem dúvida nenhuma que esses compostos produzidos são sim tóxicos ou cancerígenos", explica o pesquisador.

Cinco tipos de testes foram realizados para confirmar os efeitos nocivos da sucralose aquecida. A pesquisa foi publicada internacionalmente e está na página da Scientific Report do grupo Nature.

Bolos e doces

Os pesquisadores alertam também para o risco do uso da sucralose na preparação de doces e bolos, já que no forno a temperatura passa dos 200º C e libera com facilidade as substâncias que podem provocar o câncer.

Segundo o estudo da Unicamp, alguns dos componentes tóxicos encontrados são os mesmos da fumaça do cigarro. Mas a pesquisa também concluiu que sem aquecimento e consumida com moderação, a sucralose não faz mal nenhum à saúde.

"Se você toma a sucralose em bebidas ou em preparados de alimentos que não vão ao aquecimento, sem dúvida nenhuma continua sendo uma molécula segura", ressalta. O próximo passo da pesquisa é fazer teste em animais.

Fonte: G1

Postagens mais visitadas deste blog

Bolinhas de amêndoas e leite de coco em pó...

1 xícara de pasta de castanhas 🌰 ou pasta de amendoim 🥜
Leite de coco 🥥 em pó (comprei na @biomundogoiania )
Xilitol para adoçar (opcional)

MODO DE PREPARO 👩🏼‍🍳

Coloque a pasta de castanhas num recipiente e vá acrescentando o leite de coco 🥥 em pó até dar consistência para enrolar. Eu usei 2 colheres 🥄de servir, mas esta quantidade vai variar de acordo com a umidade da pasta que você utilizar. Eu não acrescentei o xilitol, mas se quiser mais doce, manda ver!
Faça as bolinhas e passe no coco ralado, nibs de cacau, leite de coco em pó, cacau etc. Sirva gelado! Maravilhoso ☺️😋

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Mindfulness....

Nossa mente é cheia de distrações. Estamos trabalhando e do nada começamos a pensar na lista do supermercado, que amanhã vence o condomínio e não esquecemos de dar aquela conferida no celular para não perder nenhuma notificação.
Focar a atenção em apenas uma tarefa é um desafio e a meditação mindfulness pode ser a resposta para se manter presente. 
A meditação mindfulness (atenção plena) tem como objetivo aumentar a calma e o relaxamento, melhorar o equilíbrio psicológico, a saúde e o bem-estar geral.
A prática, através da atenção plena na respiração, no corpo e no momento imediato aumenta a percepção das experiências que ocorrem no presente. 
A prática da meditação, seja qual for a técnica, desenvolve a habilidade de nos adaptarmos ao estresse, chamada de resiliência. Ser resiliente não significa não experimentar dificuldades, mas desenvolver a sua própria capacidade para voltar ao estado de homeostase apesar das dificuldades.
Dê uma chance para a meditação! Crie consciência no prese…