31 de agosto de 2014

Dia do Nutricionista...




Ser Nutricionista é atender 8-10-12 horas e levar todo o trabalho para casa. É passar o final de semana fazendo Planos Alimentares. É responder mensagens do Whatsapp o dia todo tirando dúvidas de pacientes. É responder vários emails com dúvidas dos pacientes. É estudar, estudar, estudar para estar sempre atualizada. É estar por dentro dos novos produtos, novas dietas da moda, não para indicar, mas para te convencer a não seguí-las. É arrumar tempo dentro desta rotina para se cuidar, cuidar da casa e da família. Mas acima de tudo! Ser Nutricionista é amar com todo o ❤️ o que se faz e se dedicar 100% a cada paciente buscando sempre o que é melhor para ele, respeitando sua individualidade bioquímica. Um feliz dia para todas as Nutris e que este domingo seja vitaminado!

27 de agosto de 2014

Peixe com Crosta de Gergelim e castanha de caju....


Que tal dar um toque especial à quele peixe do final de semana?
A dica é temperar o peixe da sua preferência e passar os filés numa mistura de gergelim branco e preto e castanha de caju.
Leve para assar e pronto! Um peixe delicioso e com um toque sofisticado.

26 de agosto de 2014

Inmetro testa marcas de Whey Protein...



Atenção, consumidor! Principalmente você que frequenta academia! O Inmetro testou os suplementos alimentares à base de proteína mais consumidos por quem é atleta ou pega pesado na malhação. Será que eles são confiáveis?

Na academia, onde tem gente puxando ferro, está aquela garrafinha cheia de whey protein!

“Whey protein é um suplemento derivado do soro do leite. E ali no soro do leite você tem uma grande quantidade de proteínas, aminoácidos diversos. Os anabolizantes são produtos derivadosde hormônios sintéticos. Ou seja, da testosterona, do hormônio masculino”, destaca a nutricionista Monica Dalmacio.

O Fantástico foi saber se esses suplementos têm mesmo proteína com o teste do Inmetro.

“Houve um grande aumento no consumo desse produto. Além disso, algumas denúncias foram sinalizadas por parte de alguns distribuidores e com isso houve um grande número de pedidos para nós do Inmetro que fizéssemos a análise dos suplementos proteicos”, diz o analista executivo do Inmetro Walace Cestari.

No mercado existem diversos tipos diferentes de whey protein. Mas para esse teste foram analisadas 15 marcas de whey protein concentrado, que é a versão mais consumida desse suplemento.

São elas: EAS, Body Action, Probiótica, Integral Médica, STN Steel Nutrition, Solaris, Voxx, Dynamic lab, Maxx Titanium, DNA, Universal, Met-Rx, Sportpharma, New Millen e Nature's Best.


Para ser considerado whey protein, o produto deve apresentar, no mínimo, 10 gramas de proteínapor porção. O primeiro teste avaliou justamente isso. E todas as marcas foram aprovadas.

Uma coisa é ter o mínimo de proteína. Outra coisa é apresentar a quantidade de proteína escrita norótulo. Nesse segundo teste, duas marcas foram reprovadas por terem quase 30% menos proteínas do que o anunciado: a Solaris e a Voxx.

O terceiro teste constatou que todos os whey protein concentrados têm carboidratos na composição. Mas das 15 marcas, 11 tinham quantidades bem diferentes do que estava no rótulo.

No caso da Voxx, essa diferença era de 300%. Ou seja, quatro vezes mais do que o anunciado.

Vamos para mais um teste: o da origem da proteína. Por ser derivada do soro do leite, em tese, a proteína deveria ser de origem animal. O whey da marca DNA também tinha proteínas do trigo e da soja.

“Economicamente ela teria um valor menor, então também o consumidor está sendo lesado.”, destaca Valnei Cunha.

“Foi adicionada proteína da soja, esse produto foi fraudado. Eu não posso utilizar um suplemento de origem vegetal e dizer que esse suplemento é a proteína do soro do leite. Você vai pagar gato por lebre”, diz a nutricionista Monica Dalmacio.

Foram encontradas, ainda, substâncias não declaradas nas fórmulas dos whey protein.
Em cinco marcas havia cafeína: EAS, Probiótica, STN, Maxx Titanium e Sportpharma.

No teste para ver se os rótulos estavam corretos, 11 marcas foram reprovadas. Resultado final: um fiasco: 14 das 15 marcas foram reprovadas.

As respostas dos fabricantes foram as mais diversas.

Sobre a rotulagem:
EAS, Body Action, Integral Médica, Dynamic Lab, DNA, Universal, Sportpharma, New Millen e Nature's Best disseram que já corrigiram ou vão corrigir os erros.

A Maxx Titanium e a STN Nutrition não se explicaram sobre os problemas detectados. Assim como a DNA, a única que apresentou proteína que não era do soro do leite.

Em relação à presença de cafeína, todos os reprovados nesse quesito se justificaram alegandoque a cafeína veio do cacau usado como matéria-prima do whey protein.

Sobre as diferenças na quantidade de proteína e de carboidrato, a EAS, a Probiótica, a Integral Médica, a STN, a Universal e a Sportpharma questionaram a metodologia usada pelo Inmetro.

A Solaris também questionou, mas disse que recolheu o lote testado.

A New Millen disse que não vê problema no fato do whey protein ter carboidrato acima da margemde erro de 20%.

Já a Voxx, que tinha 300% mais de carboidrato no whey e quase 30% menos proteína, discordou dos resultados.

E a Nature's Best disse que vai se adequar às normas do produto.

E atenção, consumidor, para o alerta dos nutricionistas!

“O whey protein ele é um produto pra quem é praticante de atividade física de pelo menos intensidade muito grande. Se você começar a utilizar grandes doses por períodos prolongados, isso é uma sobrecarga para o rim e para o fígado muito grande. Posso vir a ter um problema no fígado e um problema renal grave”, destaca a nutricionista.

Fonte: G1

25 de agosto de 2014

Teor de sódio de alimentos industrializados diminuiu até 15% em um ano...



Entre 2011 e 2012, a quantidade de sódio usada na produção de pão de forma, bisnaguinha emacarrão instantâneo no Brasil diminuiu em quase 1 300 toneladas. O dado foi apresentado nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde e pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia). Em 2011, a entidade assinou um acordo para reduzir o teor da substância em produtos industrializados, e essa é a primeira vez em que resultados da iniciativa são divulgados.

De acordo com a diretora de Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta, nos dois primeiros anos do acordo os fabricantes reduziram quase 11% do sódio usado nas misturas para o pão de forma e bisnaguinha e em 15% o utilizado em macarrão instantâneo. A previsão da pasta é a de que, até o final deste ano, a redução de sódio nesses três alimentos chegue a 1 800 toneladas.

O compromisso previa a redução do teor de sódio de forma gradual para 16 categorias de alimentos. O pão de forma, a bisnaguinha e o macarrão instantâneo foram os primeiros incorporados no projeto. Os últimos itens submetidos à redução do teor de sódio, em novembro do ano passado, foram sopa pronta, queijos e requeijões, embutidos e empanados. A meta do Ministério da Saúde é retirar, até 2020, 28 000 toneladas de sódio dos alimentos industrializados produzidos no país.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a ingestão de, no máximo, 2 gramas de sódio por dia, o equivalente a 5 gramas de sal de cozinha. No entanto, segundo o governo, o brasileiro consome 12 gramas de sal diariamente, mais do que o dobro do limite da OMS.

O consumo exagerado de sódio está associado a uma série de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), como as cardiovasculares. Essas moléstias são responsáveis por 72% das mortes no Brasil, sendo que um terço delas ocorre entre pessoas com menos de 60 anos.

Fonte: Veja

22 de agosto de 2014

Suco refrescante...


Uma super opção para incrementar o café da manhã ou lanche da tarde. 
A mistura desta delícia tem polpa de tangerina, maçã verde, kiwi, água de coco e chia. 
Refrescante e super saudável!

20 de agosto de 2014

Vigilância manda recolher lotes de pães Nutrella e Tradição...


Foi determinado recolhimento de lotes de pães das marcas Nutrella e Tradição, produzidos na fábrica de Gravataí. A unidade pertence ao Grupo Bimbo.

A ordem partiu da Vigilância de Produtos, da Secretaria Estadual da Saúde. O motivo foi uma interdição cautelar na linha de produção de pães brancos.

Segundo a Vigilância Sanitária de Gravataí, estava sendo feita uma obra perto da linha de produção. A interdição durou dois dias, de 12 a 13 de agosto. A empresa se regularizou e foi autorizada a retomar a produção.

Lotes que devem ser recolhidos e que ainda podem ser encontrados em pontos de distribuição e venda no Rio Grande do Sul e em outros Estados:

- Pão de forma, marca Tradição, 450g, validade 26/08/2014
- Pão de forma, marca Nutrella, 500g, validade 26/08/2014
- Pão de leite, marca Nutrella, 500g, validade 25/08/2014
- Pão de manteiga, marca Nutrella, 500g, validade 25/08/2014
- Pão de forma clássico, marca Nutrella, 450g, validade 25/08/2014
- Pão de forma, marca Tradição, 500g, validade 25/08/2014

18 de agosto de 2014

Excesso de peso eleva risco de dez tipos de câncer, conclui pesquisa...



O sobrepeso e a obesidade aumentam o risco de dez entre os principais tipos de câncer, concluiu uma pesquisa feita com mais de 5 milhões de pessoas na Grã-Bretanha. Segundo o estudo, entre as doenças que podem ser desencadeadas pelo excesso de peso, estão os tumores no útero, na vesícula e nos rins. 

O trabalho, publicado nesta quinta-feira narevista médica The Lancet, acompanhou durante sete anos 5,4 milhões de pessoas saudáveis com mais de 16 anos. Os pesquisadores mediram o risco de esses indivíduos desenvolverem, ao longo dessetempo, um dos 22 principais tipos de câncer da Grã-Bretanha, que correspondem a 90% de todos os tumores diagnosticados entre britânicos.

Considera-se com sobrepeso as pessoas com índice de massa corporal (IMC) maior do que 25 e com obesidade, maior do que 30. Segundo o estudo, cada cinco pontos a mais no IMC de um indivíduo aumenta orisco de câncer no útero em 62%; o de vesícula em 31%; o de rim em 25%; o de colo do útero em 10%; o de tireoide e o de leucemia 9%.

Associação — Além disso, a pesquisa encontrou uma relação entre um IMC elevado e maiores probabilidades de uma pessoa ter câncer de fígado (risco 19% maior); de cólon (10%); de ovário (9%); e de câncer de mama (5%). No entanto, esses riscos podem variar de acordo com alguns fatores, se a mulher já passou pela menopausa, por exemplo.

"O número de pessoas que estão obesas ou com sobrepeso está aumentando rapidamente. Nosso estudo mostra que, se essa tendência continuar, poderemos ver um aumento de casos da doença como consequência", diz Krishnan Bhaskaran, coordenador do estudo e pesquisador da Faculdade de Higiene e Medicina Tropical de Londres.

"Temos evidências suficientes de que a obesidade é uma importante causa para o sofrimento desnecessário e morte por vários tipos de câncer. Não precisamos de mais pesquisas para justificar ou exigir mudanças de políticas destinadas a combater o excesso de peso", escreveu Peter Campbell, da Sociedade Americana de Câncer, em um comentário que acompanhou o estudo.

Fonte: Veja

8 de agosto de 2014

Projeto Verão 2015!

Já está fazendo seus planos para as férias de final de ano? Praia, calor, verão! Sim, está na hora de iniciar seu projeto Verão 2015! Conte conosco para alcançar seu objetivo! Para maiores informações e agendamentos - (62) 8238-1863.

6 de agosto de 2014

Novidades em agosto!

Neste mês de agosto todos os nossos Programas de Acompanhamento Nutricional estão de cara nova e com muitas novidades. Nutrição Esportiva, Acompanhamento para Gestantes e Reeducação Alimentar. Para maiores informações e agendamentos - (62) 8238-1863.

1 de agosto de 2014

Juventude e velhice começam pela boca...


O estilo de vida contemporâneo tem acelerado o processo de envelhecimento do corpo e a nutrição tem sido uma importante aliada dos tratamentos estéticos na hora de minimizar e até mesmo retardar esse processo. É o que explica a nutricionista Isabel Jereissati, diplomada pelo Institute for Functional Medicine (Estados Unidos) e mestre em fisiopatologia clínica e experimental pela UFRJ.

Em entrevista ao blog, ela afirma que a produção excessiva dos radicais livres danifica as células, o que provoca alterações na pele. “A nutrição impede o envelhecimento precoce através do combate aos radicais livres”, afirma.

Eis a entrevista:

Como a nutrição pode ser eficaz no combate ao processo de envelhecimento?

Isabel Jeresissati – Um dos principais responsáveis pelo aceleramento do envelhecimento é o desequilíbrio do mecanismo de defesa antioxidante, que diminui a capacidade do corpo de combater o excesso de radicais livres. A produção excessiva dos radicais livres danifica as células, o que provoca alterações na aparência da pele. A nutrição impede o envelhecimento precoce através do combate dos radicais livres. Os alimentos podem diminuir a produção e os danos causados pelos radicais livres. Além disso, a nutrição correta fornece nutrientes para formar cabelo, unha e pele bonitos e saudáveis.

Quais são os alimentos indicados para deter a produção de radicais livres?

Alguns alimentos e um de seus antioxidantes: mamão (betacaroteno), uva (ácido elágico), brócolis (flavonoides), goiaba (vitamina), chá verde (catequinas), curry (curcumina), nozes (polifenóis), tomate (licopeno), açaí (vitamina), goji berry (flavonoides) e abacate (glutationa).

Quais os alimentos que devem ser banidos das dietas das mulheres que pretendem retardar ao máximo o processo de envelhecimento?

Os alimentos pró oxidantes e pró inflamatórios devem ser evitados por gerarem maior produção de radicais livres . São os alimentos ricos em aditivos químicos (adoçante, corante, estabilizantes, antiumectantes e cornates) presente na maioria dos produtos industrializados, açúcar refinado, cereais refinados e gordura saturada, trans e interesterificada (óleos modificados quimicamente).

Costuma-se dizer que exercícios aeróbios de longa duração liberam radicais livres e, consequentemente, aceleram o envelhecimento. Existe alguma alimento que posa ser consumido antes da prática de corridas, por exemplo? Ou uma dieta específica para quem gosta de aeróbios intensos?

Quem gosta de exercícios aeróbicos intensos como a maratona, deve seguir uma alimentação que combate os danos dos radicais livres produzidos pela oxigenação acelerada da respiração celular. Alimentos ricos em antioxidantes de fácil digestão como goji berry, suco de laranja, suco verde e framboesa, podem ser ingeridos antes da atividade física.

Quais alimentos devem ser consumidos antes de processos estéticos em clínicas de dermatologia?

O tipo de procedimento e o estado nutricional do paciente são determinantes para indicar os melhores alimentos. Não adianta consumir um alimento antes do procedimento se o corpo estiver deficiente em nutrientes. O ideal é corrigir previamente a alimentação com algumas semanas que antecedem o procedimento. Mas para quem tiver pressa e vai fazer um laser para estimular a produção de colágeno, por exemplo, uma dica é ingerir alimentos com alto poder antioxidantes como açaí, abacate e curcuma, e fazer uma a combinação de alimentos que fornecem nutrientes para formar colágeno como suco de maçã com raspa de limão e tâmara (fornece vitamina C, Triterpeno e silício, nutrientes que participam diretamente da formação de pele).

A senhora diria que nos dias corridos de hoje as mulheres têm envelhecido mais rápido e, por isso, recorrido a tratamentos como botox cada vez mais cedo ou até mesmo antes da hora?

Envelhecer é inevitável, faz parte do processo fisiológico do ser humano. Mas o que estamos vendo é um estilo de vida que acelera o processo de envelhecimento. Estresse físico e emocional, poucas horas de sono, consumo de álcool e cigarro, uso crônico de medicamentos, uso de suplementos sem orientação, a falta de atividade física ou prática de exercícios extenuantes combinado a uma alimentação desregrada fazem o processo de envelhecimento celular ocorrer mais rapidamente. Um erro alimentar comum são as dietas restritivas, que eliminam grupos alimentares com o objetivo de emagrecer. Quando realizadas sem orientação podem causar mais estresse e perda de nutriente que aceleram o envelhecimento celular. As mulheres ficam magras e envelhecidas, correm para as clinicas de estética e estão sem substrato para formar uma nova pele de qualidade.

Quais alimentos produzem mais radicais livres? E eles podem ser substituídos por quais alimentos? A senhora pode citar cinco exemplos?

Cereais matinais, que são ricos em açúcar e geralmente produzidos com cereais refinados. Essa combinação aumenta a produção de radicais livres no corpo. Substituir por cereais integrais e fazer a própria mistura em casa com castanhas, nozes, sementes e frutas secas.

Bebidas carbonadas (refrigerantes, sucos industrializados e achocolatados) são ricas em açúcar de rápida absorção que causam aumento de produção de radicais livres dentro das células. Substituir por água ou água aromatizada e eventualmente consumir suco natural feito na hora. Congelados são geralmente pobres em nutrientes antioxidantes e ricos em aditivos químicos e gorduras trans. Substituir por alimento fresco, preparado na hora ou de véspera, sempre cozidos em baixa temperatura e por pouco tempo para preservar os nutrientes. Adoçantes e outros aditivos químicos. Muitas pessoas consomem adoçante sem saber, através de barras de cereais, cereais matinais, doces e biscoitos diet e light. Carnes vermelha como picanha, cupim e costela são rica em gorduras saturadas que quando em excesso geram inflamação e levam à formação de radicais livres. Substituir por cortes mais magros, como alcatra e filé mignon. Bebida alcoólica são as grandes responsáveis pela geração de radicais livres. Além disso, quando consumido em exagerado, a bebida alcoólica acelera em 50% o processo de morte celular que ocorre naturalmente no organismo, gerando mais radicais livres e envelhecimento. Substituir por suco de tomate temperado rico em antioxidante licopeno e coquetel de frutas de banana, morango e laranja rico em vitamina C e flavonoides sem álcool.

Fonte: Estadão