31 de outubro de 2014

Mini rocambole sem glúten e lactose....


Para a massa: 

1 ovo
1 colher de sopa de goma de tapioca
1 colher de sopa de farinha de coco 
1 colher de chá de açúcar de coco 

Misture bem com o fouet para ficar bem homogêneo. 

Para o recheio:

Derreti 1 barra de chocolate meio amargo, espalhei bem e salpiquei canela. É só enrolar e cortar. Salpique canela por cima. Delícia demais!!! <3

Essa e outras receitas que faço no meu dia-a-dia você encontra no meu Instagram @dracristianespricigo, me segue!

29 de outubro de 2014

Beber refrigerante pode destruir DNA, diz estudo...


Uma pesquisa publicada no American Journal of Public Health afirma uqe as pessoas que bebem refrigerante com frequência têm menos telômeros (pedaços de DNA que protegem as pontas dos cromossomos) nos glóbulos brancos.

Os telômeros afetados são diretamente relacionados com a ocorrência de doenças relacionadas a idade, como câncer, diabetes e problemas cardíacos.

Os pesquisadores calcularam que beber 500 ml de refrigerante diariamente resulta em um envelhecimento de 4,6 anos na idade biológica. 

O efeito seria similar aquele causado pelo cigarro ou sedentarismo no organismo humano.

"O consumo regular de refrigerantes adocicados pode influenciar o desenvolvimento de doenças, não apenas por impactar negativamente o metabolismo, mas por acelerar o envelhecimento das células", disse Elissa Epel, professora da Universidade da Califórnia e prinicpal autora do estudo.

Os resultados foram semelhantes em todos os pacientes testados, independentemente de idade, raça, renda ou nível de instrução. 

Fonte: Revista Info

27 de outubro de 2014

Bons motivos para comer ovo...


Rico em vitaminas

Ovos inteiros são fonte de luteína e zeaxantina, dois carotenoides que protegem contra o estresse oxidativo, inflamações e degeneração macular relacionada à idade. Um ovo contém 35% da quantidade diária necessária de colina (vitamina do complexo B), componente chave das funções cognitivas que protegem contra o mal de Alzheimer.

Bom para o colesterol

Depois de anos no limbo, sendo considerados ruins para o colesterol, os nutrientes dos ovos foram revistos e algumas evidências sugerem até que eles podem ser bons: os ovos aumentariam o bom colesterol (HDL), ajudando na prevenção de algumas doenças relacionadas à visão.

Inibe a fome

Se você comer ovos de manhã, por exemplo, seu corpo se manterá saciado por mais tempo. Estudos recentes sobre dieta apontam que pessoas que seguiram uma dieta pobre em carboidratos por um ano perderam mais peso e diminuíram consideravelmente o risco de desenvolver doenças cardíacas em comparação com os que seguiram uma dieta pobre em proteínas.

Fonte: O Globo

25 de outubro de 2014

Cookies de cacau sem glúten e lactose....


Ingredientes: 

3/4 de xícara de farinha de amêndoas 
3/4 de xícara de farinha de coco
1/2 xícara de cacau em pó
1/2 xícara de açúcar de coco
1 ovo caipira
1 colher de sopa de óleo de coco
1 colher de chá fermento em pó
2 colheres de sopa de água. 

Modo de Preparo: 

Misture todos os ingredientes. A massa fica parecendo uma farofa. Molde os cookies e leve para assar em forno pré aquecido a 180 graus por 15 minutos. 

Essa e outras receitas que faço no meu dia-a-dia você encontra no meu Instagram @dracristianespricigo, me segue!

23 de outubro de 2014

Açúcar aumenta mais pressão do que sal. Confira outros males também.....


Durante anos, o sal foi considerado o grande vilão para quem sofre de pressão alta. Isso porque diversos estudos indicam que o sódio presente no tempero eleva o risco de acidentes vasculares cerebrais em 25% e seria o responsável por 3 milhões de mortes no mundo anualmente. Mas uma nova pesquisa realizada por cientistas de Nova York e do Kansas, nos Estados Unidos, aponta que o açúcar está mais relacionado ao aumento da pressão do que o sódio.

Em artigo publicado no American Journal of Cardiology, especialistas liderados pelo Dr. James DiNicolantonio argumentam que os níveis elevados de açúcar no sangue afetam uma área-chave do cérebro, chamada hipotálamo, que faz com que a frequência cardíaca acelere e a pressão suba.

Esse seria apenas mais um dos inúmeros malefícios do açúcar, já comprovadamente responsável por problemas como diabetes, síndrome metabólica (principal causa de obesidade), hiper e hipoglicemia, refluxo, doenças cardíacas e vários tipos de câncer, só para citar alguns.

Confira a seguir o que os estudos mais recentes mostram sobre esse doce vilão e os 10 principais motivos para cortá-lo da dieta.

1) Cuidado: açúcar faz a pessoa parecer mais velha

Pesquisa desenvolvida pelo Centro Médico da Universidade de Leiden e pela Unilever mostrou, pela primeira vez, que existe relação entre açúcar e envelhecimento. Pessoas com nível mais alto de açúcar no sangue aparentam ser mais velhas. A proporção, segundo o estudo, é de cinco meses a mais de idade para cada aumento de 1 mmol/litro de açúcar no sangue. Isso porque os açúcares são verdadeiras fábricas de radicais livres. Eles se acumulam lentamente ao longo do tempo, acelerando o processo de envelhecimento celular e, consequentemente, o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

2) Ligação direta com doenças degenerativas

O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe), de São Paulo, divulgou recente pesquisa que aponta que consumir açúcar em excesso é tão prejudicial quanto abusar de bebidas alcoólicas. De acordo com o estudo, o uso excessivo do produto está diretamente ligado ao surgimento de diversas doenças crônicas e degenerativas, como diabetes, obesidade, esclerose e Alzheimer. Além disso, a sacarose é um dos grandes responsáveis pela esteatose hepática, doença que geralmente se dá pelo consumo excessivo de álcool.

3) Acabando com a imunidade

Outro estudo aponta que o açúcar branco pode desativar o sistema imunológico e prejudicar as defesas do organismo contra doenças infecciosas. Isso porque o açúcar pode alterar a capacidade das células brancas do sangue de destruir as bactérias. Um fato ocorrido nos Estados Unidos evidencia essa questão. Durante uma epidemia de pólio em 1949, na Carolina do Norte, o Dr. Benjamin Sandler promoveu a ideia de que o açúcar era o fator que mais contribuía para se contrair a doença. Com o auxílio de publicidade na emissora de rádio local e nos jornais, ele pediu aos pais que ajudassem os seus filhos a parar de consumir sorvetes, doces, e outros produtos açucarados, principalmente durante o calor. Felizmente o temor à epidemia fez com que as pessoas dessem ouvidos à advertência, e a incidência de pólio na Carolina do Norte caiu 90% em 1949, em comparação com as regiões vizinhas e outros surtos anteriores.

4) Tá fraco? Pode ser por causa do açúcar

Artigo publicado no Better Healht Publishing alerta que açúcares altamente refinados tendem a produzir um aumento muito maior nos níveis de glicose no sangue do que os açúcares transformados ou não refinados. Por serem muito difíceis para o corpo processar, esgotam suas reservas de nutrientes na medida em que o corpo se esforça para se reequilibrar após a ingestão desses produtos químicos. 

5) Desequilíbrio interno

O açúcar também desorganiza as relações entre os sais minerais no organismo: provoca deficiência de cromo e cobre, além de interferir na absorção de cálcio e magnésio pelo organismo, o que aumenta o risco de osteoporose.

6) Claro, os dentes!!!

O açúcar é capaz de causar danos devastadores à saúde bucal. Estudos demonstram que níveis de sacarose acima de 28 g por dia podem ser considerados como agentes tóxicos para os dentes. Além disso, é comprovado que o açúcar acidifica a saliva e pode provocar doença periodontal (das gengivas).

7) Assunto sério: alguns cânceres podem estar relacionados ao açúcar

Pesquisadores do Huntsman Cancer Institute em Utah descobriram que o açúcar realmente alimenta tumores. Isso porque o excesso de insulina provoca o crescimento tumoral, e as células de muitos tipos de câncer (de mama, ovário, próstata, reto, pâncreas, trato biliar, pulmão, vesícula, estômago etc) dependem de insulina para crescer e se multiplicar. Quanto mais insulina circular no sangue, mais facilmente o câncer se desenvolve. Em 1923 já era sabido que células cancerígenas necessitam de muito mais glicose para sobreviver do que células normais. Em junho de 2012, foi publicada pesquisa (no artigo Molecular System Biology) demonstrando que a privação de glicose ativaria todo um processo que levaria à morte de células cancerígenas como resultado de uma intrincada acumulação tóxica. Além disso, segundo os pesquisadores, muitas células pré-cancerosas jamais se transformariam em malignas se não tivessem insulina a seu dispor. Outra pesquisa, realizada por cientistas das universidades de Aberdeen e Edimburgo, que analisou dois mil pacientes na Escócia, revelou que refrigerantes, bolos, biscoitos doces e sobremesas podem aumentar os riscos de câncer de intestino. Além disso, o açúcar destrói as bactérias benéficas do intestino, aumentando a população de parasitas, especialmente o fungo Candida Albicans.

8) Sim, até depressão

O açúcar é uma substância estimulante do sistema nervoso e seu consumo em excesso provoca um aumento brusco da glicemia, seguido de sua queda. Essas oscilações de glicemia são acompanhadas de depressão e fadiga, gerando o desejo de consumir mais açúcar. Isso desgasta o sistema nervoso, o que pode ser agravado por uma deficiência da Vitamina B1, que é protetora do sistema nervoso. Portanto, o vício do açúcar pode estar relacionado com a causa da depressão e a interrupção do seu consumo pode ajudar no tratamento, lembrando que nos primeiros dias de abstinência é normal sentir desconforto devido ao processo de desintoxicação do corpo.

9) E na artrite

O açúcar não é uma das causas da artrite reumatoide, porém, tem papel importante na atividade inflamatória e no ganho de sobrepeso em pessoas com problemas nas articulações. Quem sofre de artrite reumatoide ou outras doenças reumáticas inflamatórias podem experimentar aumento na intensidade da dor quando consome altas doses de açúcar e ele ainda prolonga o estado inflamatório em doenças autoimunes, prejudicando a regulação da homeostase (equilíbrio interno). Por isso, é recomendado que pessoas com artrite reumatoide consumam moderadamente o açúcar refinado, buscando alternativas de substituição por açúcares naturais e adoçantes. Outro risco do açúcar na artrite está relacionado com o uso de corticóide. Estudos comprovam que usuários de medicamentos corticóides aumentam a predisposição a desenvolver diabetes permanente.

10) Miopia: fique de olho

Dados médicos relacionam a produção exagerada de insulina com a desregulação do crescimento dos eixos óticos oculares, causa da miopia. Segundo o pesquisador francês Michel Raymond, especialista em biologia evolutiva, um bom exemplo são os esquimós, que tinham apenas 2% de míopes em sua população. Já entre os que passaram a consumir açúcar, o índice saltou para 60%. 

Fonte: Terra

22 de outubro de 2014

Projeto Verão 2015...

Já está fazendo seus planos para as férias de final de ano? Praia, calor, verão! Sim, está na hora de iniciar seu projeto Verão 2015! Não deixe para a última Hora! Ainda dá tempo de fazer mudanças significativas no seu corpo e estilo de vida.

Conte conosco para alcançar seu objetivo! Para maiores informações e agendamentos - (62) 8238-1863.

21 de outubro de 2014

Pipoca ‘fit’, opção de lanche saudável...


Ela é a guloseima número um para acompanhar o cineminha, uma tarde em casa, uma festa de crianças. As vantagens da pequenina crocante são diversas — como as poucas calorias e as generosas fibras —, e o que está em voga no momento é a forma de prepará-la. Enquanto as versões prontas para micro-ondas foram para o banco dos réus, surgem receitas para mantê-la saudável e, de quebra, incrementar o sabor.

A acusação contra a pipoca de micro-ondas é o alto teor de gordura na porção (em torno de 10% em 25g do produto). Mesmo a light é rica em calorias (cerca de 120). O milho precisa de alta temperatura para estourar bem e a gordura é um excelente auxiliar para fazer o calor subir rapidamente. Por isso, a indústria capricha na sua quantidade.

Numa forma bem menos gordurosa, o que vai acontecer é que talvez estourem menos milhos. Mas não é melhor? No próprio micro-ondas, você pode usar um saco de pão para fazer. Passo a passo: primeiro, é preciso jogar o milho numa xícara e misturá-lo a uma colher de óleo. Depois, despejar dentro do saco e fechá-lo amassando com as mãos mesmo.

A boa e velha panela no fogo também é muito bem-vinda. Basta ter cautela com a quantidade de óleo, que pode ser de uma colher de sopa misturada a mais três ou quarto de água.

Uma xícara de milho, que rende bastante pipoca, tem 70 calorias. É um excelente lanche para as crianças. Para os adultos, dá para experimentar receitas gourmet, como as que levam azeite com alecrim e páprica.

Curry, ervas de provence e até chocolate amargo são algumas de suas sugestões. O modo de fazer segue sempre a mesma fórmula: depois de deixar o óleo esquentar na panela, basta adicionar uma colherzinha do “algo a mais” e mexer um pouco antes de jogar o milho. No caso do chocolate, a dica é derreter uma barra de cem gramas, despejar por cima da pipoca pronta e misturar.

O ideal é usar óleo de coco, de canola e de milho na preparação. A pipoca contém cinco vezes mais fibras do que a mesma quantidade de alface, por exemplo, e uma pesquisa recente ainda mostrou uma concentração de polifenóis, os famosos antioxidantes, maior do que em muitas frutas e vegetais.

Uma das melhores combinações é acrescentar orégano e sal do Himalia moído. Fica com menos calorias que muita barrinha de cereal.

Fonte: O Globo

18 de outubro de 2014

Doce de abóbora com coco...



Para este doce de abóbora com coco, usei muito cravo e açúcar de coco. O açúcar de coco tem baixo índice glicêmico. Para fazer basta descascar e picar uma abóbora e cozinhar com cravos até ficar bem macia.Quando estiver pronto acrescente o açúcar de coco e coco ralado.

No momento do consumo adicione chia, linhaça ou consuma com biscoito de arroz integral, desta forma modulamos ainda mais o índice glicêmico desta gostosura. Acondicione em recipiente de vidro.

16 de outubro de 2014

Isso faz bem pra quê?

Salsão...






O salsão é um super alimento para incrementar suas saladas, refogados e suco verde. 
Rico em vitamina C, tem ação diurética e contém apigenina, substância anticancerígena e antiinflamatória. Como a durabilidade é pequena e a porção que compramos é grande, gosto de picar e congelar para os sucos e deixar um pouco na geladeira fresco para os refogados.

14 de outubro de 2014

Conheças as vitaminas E e K...



Quantidades saudáveis de vitaminas E e K podem ser adquiridas por uma alimentação equilibrada.

Vitamina E

Ela pertence ao grupo de vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis em gordura, e tem como principalfunção agir de forma antioxidante, protegendo a vitamina A da oxidação, constituindo um dos principais mecanismos de defesa interna do organismo.

A vitamina E é o principal antioxidante da membrana celular, e age inibindo a ação de radicais livres.

Recomenda-se que o nutriente seja obtido principalmente pela alimentação, e não por suplementos.

A vitamina E é um componente dos óleos vegetais encontrada na natureza, como em óleos de trigo, algodão, milho e girassol, e também na gema de ovo, folhas verdes, nozes, amêndoas e avelã.

Em dietas equilibradas, a deficiência de vitamina E é rara, devido à abundância de tocoferóis nos alimentos, especialmente nos óleos e gorduras. No entanto, a deficiência pode ocorrer em fumantes e, também quando háproblemas de saúde em relação à absorção de gordura, como na fibrose cística e na síndrome do intestino curto.

Vitamina K

A vitamina K é um composto solúvel em gordura que desempenha papel importante na coagulação do sangue.

Seu nome deriva da palavra alemã "koagulation" (coagulação). A vitamina K também participa da manutenção do esqueleto atuando diretamente na mineralização óssea.

A deficiência de vitamina K exclusivamente por problemas com a dieta é incomum, porém ocorre em pacientes hospitalizados e com redução de apetite. Sua deficiência pode acarretar quadros hemorrágicos

Parte da vitamina K que o organismo precisa é produzida na microflora do nosso intestino. O restante deve vir da alimentação.

Os melhores alimentos para obter a essa vitamina são os vegetais de folhas verdes, como espinafre, brócolis, couve e rúcula, ovos, farelo de trigo e óleos como o de soja e canola.

Uma alimentação saudável é fundamental para garantir a saúde do organismo como um todo. Uma dieta balanceada e nutritiva deve ser estimulada para que o organismo possa receber todos os nutrientes que nosso corpo precisa para se manter saudável.

Fonte: Diário da Saúde

12 de outubro de 2014

No Dia das Crianças, Reavalie a Alimentação dos seus Filhos.....


Pois é, hoje é dia das crianças, provavelmente, você irá mimar seus filhos com presentes, guloseimas, com os alimentos preferidos deles no almoço e jantar. Acho que hoje é um bom dia para análise da alimentação infantil dentro da sua casa.

Será que estas guloseimas, pratos calóricos, frituras não são uma rotina dentro da sua casa? Será que você está oferecendo de fato alimentos saudáveis a seus filhos? Frutas, verduras, legumes tem lugar cativo na alimentação das suas crianças?

São perguntinhas simples e pertinentes de serem feitas, já que sabemos que a obesidade é uma epidemia e os hábitos alimentares são formados na infância, mas é claro, nunca é tarde para correr atrás do prejuízo. Ofereça a seus filhos alimentos saudáveis, incentive-os a praticar atividades físicas e seja um exemplo para eles também. De nada adianta obrigá-los a comer determinados alimentos se você mesma faz cara feia para eles.

Convide-os para ir com você na feira escolher as frutas, verduras e legumes, pergunte se eles querem escolher algum alimento em especial. Faça sucos para os lanches da tarde e peça sugestões de mistura de frutas. Peça ajuda para montar uma salada de frutas para a sobremesa do almoço ou jantar.Deixe eles encarregados na hora de montar a salada e abuse das cores, quanto mais colorido, mais bonito e quanto mais bonito, mais vontade de comer!

E que tal hoje a tarde montar uma super cesta cheia de frutas, sucos e ir ao parque mais próximo fazer um pic nic? Aposto que as crianças vão adorar! Leve um jogo que eles gostem, bola, bicicleta, tire muitas fotos e torne esta tarde inesquecível e um importante passo rumo a melhora da alimentação de toda família!

Então fica a dica: tenha sempre em casa, à mão das crianças, alimentos saudáveis, e ofereça a eles sempre que tiver uma oportunidade, a chance de compartilhar das escolhas dos alimentos que vão fazer parte do cardápio da casa, desde que sejam saudáveis, é claro.

Que todos tenham um dia de diversão e saúde!

10 de outubro de 2014

Mingau de aveia, amaranto e quinoa...



Uma dica gostosa para um café da manhã ou lanche da tarde é este mingau de quinoa e amaranto (chama trio andino da Jasmine), leite amêndoas, um pouco de farinha de coco, açúcar de coco e canela. 

Basta misturar tudo numa panela e cozinhar até ficar bem cremoso. Para finalizar basta adicionar canela.

Essa e outras receitas que faço no meu dia-a-dia você encontra no meu Instagram @dracristianespricigo, me segue!

8 de outubro de 2014

Dicas para alimentação de crianças e adolescentes.....




É sempre difícil falar sobre alimentação saudável para crianças e adolescentes, eles sempre torcem o nariz quando você fala com eles sobre isso. Mas essa turma anda se alimentando muito mal, só querem saber de besteiras e fast food, então o que fazer?

Convide-os para ir com você na feira escolher as frutas, verduras e legumes, pergunte se eles querem escolher algum alimento em especial. Faça sucos para os lanches da tarde e peça sugestões de mistura de frutas. Peça ajuda para montar uma salada de frutas para a sobremesa do almoço ou jantar.

Mas o principal tenha sempre em volta alimentos saudáveis, ofereça a eles sempre que tiver uma oportunidade a chance de compartilharem das escolhas dos alimentos que vão fazer parte do cardápio da casa, desde que seja saudáveis, é claro.

Lembre-se, o exemplo deve sempre partir dos pais, não adianta cobrar da criança/adolescente que ele precisa comer mais salada e frutas se todo dia só tem alface e tomate e banana e os pais nem olham para a salada na hora das refeições.


6 de outubro de 2014

Dicas para uma lancheira mais saudável...



Aproveitando a semana das crianças, vamos falar sobre algo que pode fazer toda a diferença na saúde e no futuro de nossos futuros cidadãos, a alimentação. É preciso ter atenção principalmente com aquelas refeições realizadas todos os dias, como por exemplo, o lanche na escola.

No período em que o estudante está na escola, qual deve ser o tipo de alimentação que ele consome?Mais leve? Mais energética, mais carboidratos? Sucos? Abaixo algumas dicas para que o seu pequeno coma melhor na escola:

A alimentação deve ser adequada durante todo o dia, não só nas principais refeições. No período em que está na escola, é importante consumir alimentos energéticos, ou seja, fontes de carboidrato. Porém, deve-se priorizar os do tipo complexo, que irão garantir glicose para o cérebro, que está em intenso funcionamento, e também para o resto do corpo durante um período maior e evitar os carboidratos simples que, apesar de também serem fontes de glicose, é rapidamente aproveitada e não mantida.

É essencial também oferecer frutas e vegetais. São fontes de fibras, vitaminas, antioxidantes e compostos bioativos que ajudam na regulação do organismo.

Outro nutriente importante são as gorduras chamadas reguladoras e que auxiliam no sistema imunológico, funcionamento cerebral e resposta inflamatória. Elas estão presentes nas castanhas e oleaginosas.

É preciso ter cautela com a utilização dos sucos, principalmente os industrializados (que na sua maioria são néctar e não suco). Em sua maioria eles contém aditivos e conservantes de difícil metabolização o que pode ocasionar diversas patologias, principalmente alergias alimentares, déficit de atenção hiperatividade. É sempre preferível a fruta aos sucos, por oferecerem nutrientes em sua forma ideal (sumo + fibras).

É importante entender que a criança irá gostar do que for ensinada a gostar. E o exemplo é uma das melhores formas de ensinar, portanto se você deseja que seu filho tenha uma alimentação saudável e hábitos saudáveis de vida: comece por você.

Evite a monotonia de opções. Procure variar o máximo possível as opções de lanches e as cores para a criança sentir prazer e desejar comer.

Evite ao máximo estimular o consumo dos produtos alimentícios abaixo, não são saudáveis e você pode estar contribuindo para a formação de um paladar viciado:

- Refrigerantes, doces, balas, bombons ou chocolates;

- Sanduíches com pães à base de farinha refinada;

- Evite salgadinhos e bolachas; estes alimentos são ricos em gorduras e pobres em nutrientes;

- Sucos industrializados e com conservantes.

Exemplo de lanche prático e saudável seria uma salada de frutas com granola e castanhas.

E porque não oferecer mini cenouras? Os pequenos adoram. Não deve-se ter medo de ousar, e ousadia hoje, é se alimentar de maneira simples e natural

Fonte: Liga da Saúde

4 de outubro de 2014

Barquinhos de couscous marroquino...


Uma boa dica para variar o carboidrato das refeições é couscous.

Para fazer, basta hidratar o couscous em chá de hortelã, 1 xícara de água para cada xícara e meia de sêmola de 5 a 8 minutos, em uma tigela coberta com um pano seco. Misture e adicione os temperos que preferir. Gosto de tomate, cheiro verde e hortelã fica bem leve. Para servir, a dica é colocar em folhas de repolho roxo, um charme!

Essa e outras receitas que faço no meu dia-a-dia você encontra no meu Instagram @dracristianespricigo, me segue!

1 de outubro de 2014

Conheça alguns benefícios do suco verde...



- Contribui na melhora de sintomas como dores de cabeça, inchaço, intestino preso e auxilia no emagrecimento. 

- Melhora os processos de desintoxicação.

- Contém poucas calorias, é rico em fibras, ajuda no tratamento da anemia e promove saciedade.

- A couve faz parte do grupo das brássicas, hortaliças ricas em glicosinolato, substância importante para detoxificação hepática e para prevenção do câncer, mas que interfere negativamente no metabolismo da tireoide. Por isso, pessoas com hipotireoidismo, com histórico familiar da doença, ou que tenham ganhado peso sem alterar a alimentação devem consumir com moderação e buscar o auxílio de um nutricionista para adequar a ingestão.

- O suco verde não deve ser coado, porque o teor de fibras fica bastante reduzido. 

No link, você encontra algumas sugestões de sucos que dei ao G1, clique aqui