31 de agosto de 2012

31 de agosto, dia do Nutricionista!





Seu bem-estar, sua qualidade de vida e sua saúde dependem de uma alimentação equilibrada e o Nutricionista é o profissional adequado para cuidar disso.

Na arte de nutrir a vida, o NUTRICIONISTA é o maestro que rege a orquestra do organismo humano através da sinfonia dos sentidos.....

PARABÉNS a todos os colegas NUTRICIONISTAS pelo empenho e dedicação que esta profissão tão importante exige de todos nós, para que possamos disseminar a importância da Alimentação Saudável na melhoria da Qualidade de Vida !

30 de agosto de 2012

Ganho de peso, pode ser desequilíbrio hormonal...


Quando em desequilíbrio, alguns hormônios podem sim facilitar o ganho de peso. No hipotireoidismo, por exemplo, a deficiência de T3 e T4 leva o organismo a trabalhar de form mais lenta, o que gera menor queima de calorias, acumulando uns quilinhos extras.

Na menopausa, devido a diminuição do estrógeno, também há uma tendência de aumento de peso desencadeado por uma maior retenção de líquidos e pelo acúmulo maior de gordura no abdome.

Outro desequilíbrio hormonal muito comum nos dias de hoje é o relacionado ao stress. Quando se está estressado o organismo aumenta a produção de alguns hormônios relacionados à obesidade como por exemplo o cortisol, que favorece o depósito de gordura corporal.

E não podemos esquecer que o próprio envelhecimento gera um ganho de peso, já que a partir dos 25 anos ocorre uma redução no metabolismo. Isto torna importante a adoção de bons hábitos alimentares, prática de atividades físicas que irão amenizar estes impactos no nosso organismo. 

29 de agosto de 2012

Cuidado menina, o estresse pode estar te engordando!



Embora ainda haja muita resistência em pensar que o estresse pode engordar, esta questão deve sim ser levada a sério. Esta é uma das questões que sempre abordo em minhas consultas e analiso o nível de estresse do paciente.

Em situações de estresse o organismo libera o cortisol, um hormônio danado, que torna as células menos sensíveis à leptina, substância responsável pela sensação de saciedade.

O estresse ainda diminui os níveis de testosterona, o que pode resultar em perda de massa muscular e aumento de gordura.

Em situações de nervosismo prolongado, o sistema imunológico se desequilibra, o que aumenta o apetite e provoca acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal.

28 de agosto de 2012

Peixe ao forno com ervas...



Tem dias que nosso corpo implora por uma refeição leve, não é mesmo? Então que tal esta receita que fica maravilhosa para qualquer dia da semana? Acompanhe com uma deliciosa salada e vai ser feliz!

Ingredientes:

Filé de Saint Peter - 1 filé por pessoa
Limão siciliano 
Alho desidratado
Orégano
Tomilho
Alecrim
Sal a gosto

Modo de Preparo:

Coloque os filés em um refratário com o caldo do limão siciliano (eu uso 1 limão para 2 filés), tempere com sal, alho desidratado, orégano, tomilho, alecrim e deixe marinar por pelo menos 1 hora. Forre uma assadeira com papel alumínio e disponha os filés (não precisa por óleo nem azeite). Bom apetite!

Obs: as ervas podem ser trocadas pelas da sua preferência.

27 de agosto de 2012

Healthy Monday...



SEGUNDA SAUDÁVEL....

Quando pensamos em melhorar nossa saúde, muito frequentemente nós somos nossos próprios inimigos. É comum vermos as pessoas montarem seus próprios programas de saúde , por exemplo, se determinam a exercitar-se todos os dias, meditar diariamente e comer pelo menos 2 ou mais porções de frutas e legumes. Normalmente todos falham nas três. Comece hoje, revise como está sua saúde e como você poderá inserir hábitos mais saudáveis para uma saúde plena e de muito sucesso. O nutricionista pode lhe ajudar a melhorar sua saúde através da alimentação, criando metas reais para uma vida vida mais saudável.

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !

25 de agosto de 2012

Bebida de mirtilo e amora pode virar medicamento natural contra diabetes...


Conhecidos os grandes benefícios que o vinho tinto traz à saúde, cientistas da Universidade de Illinois (EUA) decidiram estudar vinhos mais exóticos, feitos de mirtilo e amora.
Ao avaliar os componentes bioativos desses vinhos, bastante comuns em uma região dos EUA, Michelle Johnson e seus colegas descobriram compostos que inibem a ação de enzimas responsáveis pela absorção de carboidratos.
Isso significa que esses vinhos poderão dar origem a uma alternativa saborosa para que pessoas com diabetes diminuam os índices de açúcar no sangue.
As cientistas compararam o efeito "anti-carboidratos" das duas enzimas (alfa-amilase e alfa-glucosidase) com o medicamento acarbose, contra o diabetes.
Sempre em comparação com a droga, a enzima alfa-amilase foi inibida em 91,8%, enquanto a alfa-glucosidase chegou a 103,2%, mais do que o dobro do medicamento.
As pesquisadoras afirmam que o efeito de degradar as enzimas foi documentado tanto para o vinho a temperatura ambiente, quanto gelado (4ºC).
"Estamos pensando em uma bebida de frutas fermentada, sem álcool, que otimize a inibição das enzimas alfa-amilase e alfa-glucosidase, e também aproveite outros componentes bioativos saudáveis do vinho", disse a Dra Elvira de Mejia, coordenadora do estudo.
Michelle também quantificou outros compostos bioativos saudáveis presentes nos vinhos de mirtilo e amora, incluindo antioxidantes, polifenóis e antocianina, esta última particularmente interessante pelo seu efeito anti-inflamatório.
"Estudos preliminares indicaram que as antocianinas podem ter um efeito positivo na cognição e na saúde do cérebro em geral, protegendo contra alguns dos efeitos do envelhecimento, como a doença de Alzheimer e a perda de memória. Estas frutas têm alguns componentes muito intrigantes," disse a Dra Mejia.
O próximo passo da pesquisa, segundo ela, é tentar eliminar o álcool gerado durante a fermentação das frutas, sem degradar as outras substâncias, de forma a produzir uma bebida de sabor agradável e realmente saudável.
Fonte: Diário da Saúde

24 de agosto de 2012

Prepare o corpo agora para receber o verão....



Isto mesmo, eu não estou louca não. Falta muito tempo, mas será que para atingir a sua meta este tempo é suficiente? Pessoal, não adianta 1 mês antes da praia, das férias achar que vai transformar o corpo de uma hora para outra. Isso não é saudável e não é duradouro.

Aproveite agora para iniciar um programa de emagrecimento ou ganho de massa muscular de forma saudável, transformando maus hábitos em bons hábitos. Não apenas excluindo, excluindo e se irritando com dietas mirabolantes que são imediatistas e num piscar de olhos te levam de volta ao seu peso inicial.

Cuide da sua saúde e respeite seu organismo que com certeza ela lhe retribuirá com um resultado duradouro.


23 de agosto de 2012

Função Intestinal x Emagrecimento....


O bom funcionamento do intestino influencia em todo metabolismo,inclusive na produção de hormônios relacionados à saciedade, eliminação de toxinas, além de garantir maior biodisponibilidade de nutrientes para o organismo.

Desta forma, é necessário detectar possíveis causas do mau funcionamento que podem ser corrigidos pelo aumento de fibras, cereais integrais, sementes oleaginosas, azeite de oliva, óleo de coco e MUITA ÁGUA.

É importante diminuir o consumo de carboidratos refinados, excesso de carne vermelha, alimentos industrializados e outros que você possa eventualmente ser intolerante ou alérgica.

E lembre-se, se seu intestino estiver muito lento ou preso seu emagrecimento não vai responder conforme o esperado. Observe sempre seu corpo!

22 de agosto de 2012

Chocolate amargo pode reduzir pressão sanguínea em 2%...



O consumo diário de chocolate escuro, ou amargo, pode ajudar a reduzir levemente a pressão sanguínea, segundo indica uma análise de 20 estudos
Os ganhos variaram entre 1,6% e 2,5% da pressão considerada normal.
A pesquisa foi feita pelo grupo Cochrane, uma colaboração internacional de milhares de especialistas que revisam estudos já realizados por outros cientistas.
Não foram avaliados "efeitos colaterais" do consumo da guloseima, que possui elevado teor de gordura, podendo incrementar o ganho de peso e colaborar com outras condições indesejáveis.
É por isto que cientistas vêm tentando, com algum sucesso, diminuir o índice de gordura do chocolate.
Estudos anteriores, mesmo os combinados pela análise Cochrane, haviam apresentando resultados variados.
A conclusão consolidada dos estudos credita os efeitos benéficos do chocolate amargo ao cacau, principal ingrediente do chocolate, que relaxa os vasos sanguíneos.
A teoria é que o cacau contém flavonoides, que fazem o corpo humano produzir a substância química chamada óxido nítrico, que "relaxa" os vasos, facilitando a passagem do sangue e, por consequência, diminuindo a pressão sanguínea.
Entretanto, especialistas dizem que há maneiras mais saudáveis de se diminuir a pressão do sangue já que o chocolate possui muita gordura e açúcar.
Há inclusive um alerta na publicação médica Lancet de que o chocolate escuro pode conter menos flavonoide do que se imagina já que a substância pode ser removida por ser amarga.
"É difícil saber ao certo a quantidade de flavonoide do cacau que seria necessária para que seja observado um efeito benéfico e qual a melhor forma de obtê-la", diz Victoria Taylor da Fundação Britânica do Coração (British Heart Foundation).
"As 100g de chocolate que precisariam ser consumidas diariamente, segundo alguns estudos, também viriam com 500 calorias. Isto é um quarto da recomendação diária para mulheres."
"Feijões, maçãs e outras frutas também contêm flavonoide e, mesmo vindo em menor quantidades do que no cacau, estas opções tem menos efeitos indesejáveis do que os encontrados no chocolate", disse ela.
A quantidade diária de cacau consumida por cada participante variou de 3g a 105g, mas todos apresentaram uma leve redução na pressão.
Uma pressão sistólica de 120 mmHg (milímetros de mercúrio) é considerada normal. O cacau reduziu-a entre 2 a 3 mmHg.
Mas os estudos duraram apenas duas semanas, portanto os efeitos no longo prazo são desconhecidos.
Pressão alta é um problema comum, sendo relacionada com 54% dos ataques cardíacos em todo o mundo e 47% das doenças coronárias.
Fonte: Diário da Saúde

21 de agosto de 2012

Carne frita na frigideira pode aumentar risco de câncer de próstata



Um estudo norte-americano publicado nesta semana relaciona o câncer de próstata ao consumo de carne feita na frigideira. Para os homens que consomem muita carne vermelha frita dessa maneira, o risco pode ser até 40% maior. No entanto, a relação existe também para a carne de frango.
Os cientistas não sabem explicar por que a frigideira transformaria a carne em um potencial alimento cancerígeno, mas têm uma hipótese. Deixar a carne em temperaturas muito altas por longos períodos de tempo pode levar à formação dos chamados “aminos heterocíclicos”, substâncias que podem alterar o DNA das nossas células – e isso pode dar origem a tumores.
O estudo foi conduzido por especialistas da Universidade do Sul da Califórnia e do Instituto de Prevenção do Câncer da Califórnia, nos Estados Unidos. Eles usaram dados de um estudo com cerca de 2 mil homens, que obteve dados bastante amplos sobre os hábitos dos pacientes, buscando saber o que pode ou não influenciar no surgimento da doença.
A pesquisa, publicada pela revista “Carcinogenesis”, trouxe ainda um dado curioso – o hambúrguer apresentou um potencial cancerígeno maior que o do bife. Segundo os autores, uma possível explicação é o fato de que o hambúrguer se aquece mais rápido, e isso levaria à formação de mais aminos heterocíclicos.
Os autores disseram ainda que o estudo não é suficiente para fazer quaisquer recomendações de saúde, mas que a alimentação devem ser levados em conta, já que se sabe pouco sobre os fatores de risco do câncer de próstata.
Fonte: Bem Estar

20 de agosto de 2012

Healthy Monday...


SEGUNDA SAUDÁVEL.......

Já tomou seus 2 litros de água hoje? Até hoje não se sabe de onde veio esta recomendação, mas o qure todos sabemos com certeza é que mais de 70% do nosso corpo é formado por água, por isso vamos hidratar o corpo corretamente.

Uma boa hidratação melhora o trânsito intestinal, hidrata a pele e otimiza os processos metabólicos em geral. Nesta segunda lembre-se que hidratar o organismo é uma tarefa diária e que deve-se ingerir pelo menos 1 a 1,5 litros de água durante o dia.  Seu corpo agradece e muito!

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !

18 de agosto de 2012

Genética explica apenas 30% do colesterol alto em crianças...



Pesquisadores do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia revelaram que o efeito genético do colesterol alto é bastante baixo.
Depois de analisar o histórico familiar de 100 crianças e adolescentes, com idade entre 5 e 17 anos, constatou-se que a alta taxa de colesterol tinha ligação com a genética em apenas 30% dos casos.
A pesquisa revelou que 8% das crianças têm uma taxa elevada de LDL (colesterol ruim) e 45% delas apresentam HDL (colesterol bom) em níveis abaixo do padrão.
De acordo com a nutricionista do instituto, Renata Alves, a alimentação controlada ajuda a regular as taxas de colesterol nas crianças com predisposição genética, mas isso não impede que elas possam apresentar níveis acima do normal.
"Eu mesma já vi crianças de 3 anos de idade com colesterol muito alto e que a alimentação não era necessariamente ruim", disse.
Quando apenas um dos pais tem colesterol alterado, conta a nutricionista, existe o risco de transmissão pela carga genética. Se o pai e a mãe apresentam a elevação, as chances aumentam.
Em casos de casamento entre primos, a predisposição é ainda maior. "A família carrega a carga genética e é muito provável que a criança venha a ter também", explica.
A pesquisadora explica que a maior parte do colesterol é produzida no organismo e que o risco de a criança tê-lo em altos níveis não está simplesmente relacionado à quantidade de gordura corporal. "É mais a capacidade do organismo de fabricar e utilizar esse colesterol", disse.
Quanto aos sinais, eles são praticamente inexistentes nas crianças.
Segundo a nutricionista, aparecem apenas quando as taxas já chegaram a níveis muito elevados e se manifestam como "bolinhas de gordura" ao redor dos olhos ou nas articulações.
O tratamento, conforme a avaliação do médico, pode variar do uso de remédios ao simples controle da alimentação, que, no entanto, se mostrou inadequada em 87% das crianças avaliadas pela pesquisa.
O colesterol ajuda na formação de uma capa protetora nos nervos e na produção da vitamina D, da bile e de hormônios.
A maior parte (cerca de 70%) é produzida pelo fígado e o restante vem da ingestão de alimentos.
Em excesso, o colesterol contribui para o entupimento das artérias, impedindo a passagem do sangue, e torna-se fator de risco para doenças cardiovasculares.
O HDL (colesterol bom) reduz o risco de acúmulo de placas de gordura. O LDL (colesterol ruim) deposita gordura nas artérias e dificulta o fluxo sanguíneo.
Fonte: Diário da Saúde

17 de agosto de 2012

5 soluções nutricionais para 5 problemas gastrintestinais...




Hoje em dia está cada vez mais difícil não encontrar alguém que não sofra com algum desconforto gástrico ou intestinal. A má alimentação e o stress acabam afetando diretamente estes órgãos do nosso corpo.

E para quem possui algum desses problemas, selecionei algumas dicas pertinentes aos principais problemas gastrointestinais. As dicas em relação à alimentação contidas aqui são apenas dicas gerais e não substituem prescrições nutricionais individuais que você possa necessitar caso possua algum desses problemas instalados. Vamos à elas:

Refluxo Gastroesofágico

Se você sofre deste problema precisa cozinhar muito bem os alimentos, evitar produtos gordurosos e fruta ácidas. Importante não ficar mais de 3 horas sem se alimentar e realizar as refeições em ambiente tranquilo. Mastigar bem os alimentos é fundamental, não se esqueça!

Úlcera

Evite ficar mais de 3 horas sem se alimentar, evite alimentos muito condimentados, bebidas alcoólicas, alimentos industrializados, comidas gordurosas e café.

Gastrite

Evite alimentos industrializados em excesso, evite ficar mais de 3 horas sem comer. Passe longe de alimentos condimentados, bebidas alcoólicas, café e alimentos gordurosos.

Cálculos biliares

Evite alimentos gordurosos, leite e derivados integrais, enlatados, embutidos, frituras, miúdos, doces e alimentos amanteigados e folhados, chocolates e álcool.

Síndrome do intestino irritável

Evite alimentos que induzem ou agravam os sintomas como: cafeína, pêssego, maçã, uva, goma de mascar, chocolate, pêra e álcool. Reduza os alimentos que fermentam: feijão, repolho, rabanete, ameixa, nabo, lentilha, germe de trigo e leite. Faça refeições de forma regular e diminua o stress.

Doença de Chron

Evite alimentos ricos em fibras, alimentos industrializados, doces e alimentos gordurosos.

16 de agosto de 2012

Agosto é tempo de...


Alimentos da época são mais baratos, nutritivos e contém menos agrotóxicos. Então aproveite os alimentos que estão na safra em agosto.

- Abóbora e abóbora japonesa
- Abobrinha italiana
- Agrião
- Alho nacional e estrangeiro
- Alho-porró
- Atemoia
- Banana nanica
- Brócolis
- Cará
- Caju
- Carambola
- Cebola nacional
- Chicória
- Coentro
- Couve
- Couve-flor
- Erva doce
- Ervilha comum e ervilha torta
- Escarola
- Espinafre
- Inhame
- Kiwi nacional e estrangeiro
- Laranja lima e laranja pera
- Lima da pérsia
- Maçã nacional
- Mamão formosa
- Mandioca
- Mandioquinha
- Morango
- Mostarda
- Nabo
- Pimentão vermelho
- Rabanete
- Rúcula
- Tangerina murcote e poncan 

15 de agosto de 2012

Estudo questiona valor de suplementos de cálcio e vitamina D...



Prescrever suplementos de cálcio e vitamina D para homens com risco de perdas ósseas por causa de tratamentos hormonais para câncer de próstata parece ser algo muito lógico.
Contudo, epidemiologistas acabam de mostrar que esse tipo de suplementação não prevê a perda óssea e, além disso, pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares.
Pior ainda, os suplementos de cálcio e vitamina D parecem estar fortemente ligados ao tipo mais agressivo do câncer de próstata.
"Não seria tão ruim se apenas houvesse indícios de que não há benefícios. O problema é que há evidências de que os suplementos de cálcio aumentam o risco de doenças cardiovasculares e do câncer de próstata agressivo, a própria doença que estamos tentando tratar," diz o Dr. Gary G. Schwartz, do Centro Médico Batista Wake Forest (EUA).
A terapia de privação de andrógeno é o tratamento padrão para homens com câncer da próstata em estado avançado. O tratamento reduz os níveis de andrógenos, dos quais a maioria dos cânceres de próstata dependem.
Tal como ocorre com as mulheres na menopausa, a terapia de privação de andrógeno tem como efeito colateral a perda óssea, ou osteoporose.
Um em cada 10 homens sofre uma fratura em um prazo de dois anos de tratamento.
É por isso que muitos médicos receitam os suplementos de cálcio e vitamina D para seus pacientes.
Para aferir se isso realmente dá resultados, os pesquisadores analisaram dados do acompanhamento de 2.399 homens durante seus tratamentos para câncer de próstata.
Os resultados mostraram que, nas doses comumente recomendadas - 500 a 1.000 ml de cálcio, e 200 a 500 UI de vitamina D por dia - os pacientes tiveram uma perda da densidade mineral dos seus ossos em comparação com os pacientes que não tomavam os suplementos.
Não é a primeira vez que os suplementos de cálcio caem perante as evidências médicas: outro estudo recente mostrou que a suplementação causa problemas cardíacos também para pessoas sem problemas de saúde, ainda que a ingestão adequada do cálcio na dieta seja essencial.
Segundo os pesquisadores, serão necessárias mais pesquisas para revelar o que diferencia tanto o cálcio ingerido pela dieta e o cálcio tomado na forma de suplementos.
Fonte: Diário da Saúde

14 de agosto de 2012

Alimentação adequada auxilia na redução da celulite...



Substâncias antiinflamatórias presentes nos alimentos combatem os furinhos. Enquanto alguns alimentos ajudam a melhorar o aspecto da celulite, outros são um veneno para o organismo. Isso porque, durante o processo de digestão, eles liberam substâncias que sobrecarregam e inflamam as células do corpo.

Confira abaixo as dicas para diminuir a retenção de líquidos, perder alguns quilinhos e amenizar a celulite:

Dicas para diminuir a celulite

- Procure comer diariamente leguminosas como feijões (vermelho, preto e carioca), lentilhas ou grão de bico, que são bons substitutos para o arroz, a batata e a massa e ajudam a manter os níveis de insulina equilibrados, evitando que as células fiquem inflamadas e virem celulite. As leguminosas são ricas em fibras que ajudam a regular o intestino.

- Prefira vegetais como brócolis, couve flor, couve, couve de bruxelas, repolho, rúcula, folhas de mostarda e rabanete. Eles têm propriedades que estimulam a circulação sangüínea e linfática. Mas atenção, o ideal é que eles sejam cozidos no vapor por até três minutos, senão perdem o poder curativo.

- Tempere seus pratos com canela, açafrão, cravo, noz moscada, louro, pimenta chilli ou vermelha, orégano, salsa, alecrim, hortelã, alho e limão. Diferentemente do sal, do açúcar e dos adoçantes, eles possuem ação antiinflamatória e antioxidante.

- Beba no mínimo dois litros de água por dia, de preferência fora das refeições. Quando o corpo está desidratado, nosso metabolismo cai em cerca de 3%. Evite os refrigerantes, sucos de caixinha ou lata, mate, mesmo nas versões dietéticas, já que contêm aditivos químicos, que sobrecarregam nosso organismo gerando mais inflamação.

- No lugar das bebidas industrializadas, aumente o consumo de suco de lima da pérsia, melão e melancia, assim como de chá de cavalinha (uma xícara por dia) e chá verde (duas xícaras por dia) para melhorar a circulação linfática e reduzir o acúmulo de líquidos no corpo.

- Frutas vermelhas como cereja, amora, uva preta, açaí, framboesa e morango contém protoantocianidina, uma substância que ajuda a fortalecer os vasos sangüíneos e linfáticos. Consuma proteínas magras de boa qualidade. O salmão é um aliado pois é rico em DMAE, substância que melhora o tônus muscular.

- As gorduras "do bem" também ajudam a desinflamar o organismo. Elas estão presentes no óleo e na farinha de linhaça, no azeite extra virgem, nas amêndoas, castanhas, abacate, azeitona e gergelim. Além disso, as gorduras boas fortalecem as membranas celulares (impedindo que elas fiquem no formato irregular que leva à celulite) e estimulam a produção de colágeno, essencial para manter a pele firme.

- Risque do cardápio os doces, macarrão e pães feitos com farinha branca, frituras, queijos amarelos, embutidos e produtos industrializados com gordura hidrogenada ou trans e adoçantes artificiais ou xarope de milho.

13 de agosto de 2012

Healthy Monday...


SEGUNDA SAUDÁVEL.....

Não há nada pior para acabar com uma dieta do que a ansiedade, seja por começar a dieta ou por querer um resultado rapidamente. Realmente a ansiedade acaba com qualquer dieta. Mas existem várias maneiras de amenizar, como praticar atividades físicas, lazer e alimentação adequada.

Um estudo feito pelo departamento de obesidade da Pennington Biomedical Research Center, da Universidade do Estado da Louisiana, nos EUA, revelou que o ovo induz o organismo à saciedade por detonar os excessos de gordura corporal. O ideal é ingerir o ovo logo pela manhã para controla a ansiedade durante o dia. As voluntárias que consumiram um café da manhã composto de dois ovos mexidos, duas fatias tostadas de pão e um copo de suco se sentiram mais saciadas e comeram menos nas 36 horas seguintes.

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !

11 de agosto de 2012

Compulsão por doces, ansiedade?



Ih, menina isso pode ser carência de magnésio e vitamina B6, a falta desses nutrientes se intensificam principalmente na TPM. Dietas muito restritivas também contribuem para o mau humor e a irritabilidade.

Procure diminuir o consumo de açúcar, sal álcool, carne vermelha, leite e derivados. Beba MUITA ÁGUA e inclua muitas frutas e vegetais crus que são fontes destes nutrientes.

Gérmen de trigo, folhas verde-escuras e cereais integrais ajudam a controlar o inchaço e a irritação.

Lentilha, feijão, banana prata e arroz integral auxiliam no controle dos níveis de serotonina, estabilizando o humor.

10 de agosto de 2012

Maus hábitos alimentares e stress, uma combinação perigosa!



Problemas no ambiente de trabalho, responsabilidades familiares etc são exemplos do cotidiano que nos deixam irritados. Ônibus atrasado, cliente chato e barulho excessivo contribuem para nos levar a situações-limite. O famoso estresse se dá por uma reação do organismo na tentativa de manter o equilíbrio.
O estresse pode tomar diferentes formas e gerar doenças. Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, tristeza, depressão, ansiedade e irritabilidade. Falta de energia, dificuldade de concentração e insônia também costumam aparecer em pessoas estressadas.
Ele também pode piorar problemas de saúde já existentes, pois o corpo fica mais vulnerável à doenças provocadas pelo estresse excessivo, como gripes, gastrite, doenças dermatológicas e hipertensão. 
Maus hábitos alimentares podem agravar ou predispor o organismo ao estresse. Por outro lado, uma alimentação equilibrada pode amenizar e prevenir problemas como:
• Constipação;
• Diarréia;
• Comer demais ou não comer;
• Ganho ou perda de peso;
• Problemas no coração
• Pressão alta.
Além de comer os alimentos certos, é preciso saber o que evitar. A ingestão de açúcar e cafeína em excesso dispara reações desordenadas no organismo. Recomenda-se diminuir a ingestão de alimentos ricos em gordura saturada, pois são de difícil digestão e interferem na atividade neural. Chocolate, chá preto, café, refrigerantes de cola, bebidas alcoólicas, frituras e doces são bombas que podem desencadear ainda mais estresse. Praticar exercícios físicos ajuda a relaxar, além de fazer bem à saúde.
Para aliviar os sintomas do estresse, é indicado o consumo de alimentos, como vegetais folhosos, laranja, castanha-do-pará, peixes e frutos do mar.
Alface: possui lactucina, que atua como calmante; 
Espinafre e brócolis: contêm potássio e ácido fólico, que garantem o bom funcionamento do sistema nervoso;
Peixes e frutos do mar: diminuem o cansaço e a ansiedade, pois contêm zinco e selênio que agem diretamente no cérebro;
Laranja: relaxante muscular natural, ajuda a combater o estresse e prevenir a fadiga. Possui substâncias hidratantes e é rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do Complexo B;
Castanha-do-pará: melhora sintomas de depressão, por conter selênio, um agente antioxidante.

9 de agosto de 2012

Segundo estudo, cafeína pode atenuar comprometimento motor da doença de Parkinson


Consumir mais cafeína poderia ajudar a atenuar os problemas motores apresentados por pacientes com doença de Parkinson, afirmam pesquisadores da Universidade McGill, no Canadá. Eles chegaram a essa conclusão após observarem que pacientes com a condição se beneficiaram ao tomar pílulas de cafeína durante de dois meses. No entanto, de acordo com os autores, isso não quer dizer que pessoas que têm o problema devam passar a tomar muito café imediatamente, já que outros fatores, como os efeitos adversos da bebida ou a possibilidade de os indivíduos desenvolverem tolerância aos efeitos da cafeína, devem ser estudados com maior profundidade.


Os pesquisadores selecionaram, para o estudo, 61 pacientes com idade média de 60 anos que haviam sido diagnosticados com a doença de Parkinson. Ao longo de seis semanas, parte dos participantes recebeu pílulas contendo cafeína (uma quantidade equivalente a duas xícaras de café ao dia) e o restante, cápsulas de placebo. Ao final da pesquisa, os indivíduos que ingeriram cafeína relataram, além de menos sonolência, uma melhora geral nos sintomas motores da doença — como rigidez muscular e dificuldades de movimento. Metade dos integrantes de cada grupo relatou algum efeito colateral, sendo as dores de estômago o efeito mais prevalente.
Embora significativa, a melhora foi menor do que a obtida pelos medicamentos que são prescritos para tratar a condição — o que revela, segundo os autores, que a cafeína não tem o potencial de substituir as drogas, mas sim de ser um fator que complementa a terapia. A pesquisa, publicada nesta quarta-feira na revista Neurology, não deixou claro de que maneira a cafeína age no cérebro para atenuar os sintomas dessa doença neurodegenerativa.

8 de agosto de 2012

Retenção de líquidos? Invista em alimentos diuréticos...



Quem não sofre com inchaço, seja frequentemente, seja "naqueles dias". E dá para se livrar do inchaço comendo, o que é muito bom, então se joga!

- Legumes/ervilha, abóbora, beterraba, repolho, tomate, broto de feijão, pepino, vagem, alcachofra, berinjela e nozes;

- Raízes, incluindo batata e cenoura;

- Verduras como o espinafre, escarola, agrião, salsinha, alface;

- Frutas como a maçã, laranja, morango, melancia, melão, limão, abacaxi, maracujá;

- Consuma mais chás, principalmente chá verde, hibisco, hortelã e erva-doce, suco de limão;

- Ingerir no mínimo 2 litros de água por dia. Ah, suco de limão também é mara!

7 de agosto de 2012

Castanha de cotia pode ser mais saudável do que as demais castanhas...



A castanha de cotia, fruto encontrado na região Norte do país, possui as mesmas propriedades nutricionais de outros frutos mais conhecidos, como a castanha-do-pará e a noz comum, mas também apresenta maiores quantidades de certos nutrientes benéficos à saúde, como o ácido graxo ômega-9 e a vitamina E, que têm ação antioxidante. A descoberta faz parte de uma pesquisa feita pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) que, pela primeira vez, estudou as propriedades nutricionais dessa castanha, que ainda não é facilmente encontrada nas regiões Sul e Sudeste do país. A castanha de cotia também pode ser considerada um alimento funcional, tendo capacidade de prevenir doenças como as cardiovasculares, as neurodegenerativas e as inflamatórias — e passa a ser candidata a se tornar a nova queridinha das dietas antienvelhecimento.

A autora do estudo, Tainara Costa Singh, mestre em Engenharia e Ciência de Alimentos pela Unesp, explica que os benefícios da castanha de cotia somente podem ser obtidos se o alimento, ou o óleo extraído dele, forem ingeridos in natura. “Quando torrada, forma comum de consumo na região Norte, a castanha perde propriedades nutricionais”.

No entanto, como explica a autora, esse estudo não olhou para a possível presença de substância tóxica na castanha de cotia e nem para os efeitos adversos que podem ser apresentados pelo seu consumo excessivo. A castanha-do-pará, por exemplo, é considerada saudável, já que tem grande quantidade de selênio, mineral benéfico aos neurônios. Quando consumida em excesso, entretanto, ela pode ser tóxica e provocar sintomas como dores de cabeça.

Fonte: Revista Veja

6 de agosto de 2012

Healthy Monday...



SEGUNDA SAUDÁVEL......

Mais uma semana iniciando, em algumas regiões o frio está pedindo refeições quentinhas e recheadas de calorias. Fuja destas preparações, pois o frio passa, mas os quilos infelizmente ficam.

Prefira sopas com muitos legumes, bem coloridas e com uma carne magra para o jantar. Desta forma você ingere muitas vitaminas, minerais e antioxidantes em uma refeição leve, saudável e quentinha para se aquecer no frio.

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !!!!!

4 de agosto de 2012

Alimentos que melhoram a memória e acalmam os concurseiros...



Com certeza a pressão de quem está estudando para concursos é enorme e o stress é um companheiro que pode atrapalhar e muito seu desempenho tanto nos estudos quanto nas provas. Então, que tal incluir alguns alimentos no seu cardápio que podem melhorar sua memória e de quebra acalmar os ânimos?

O baixo consumo de ácidos graxos poli-insaturados e de colina (micronutriente do complexo B) estão relacionados a esses sintomas. 

Encontrada na gema do ovo, a colina é precursora da fosfatidilcolina e está associada à melhora da depressão e da função cognitiva. Os ácidos graxos poli-insaturados regulam a energia no cérebro e auxiliam na agilidade da transmissão das informações entre as células. Uma noite de sono também é remédio para falta de memória de curto e médio prazo.

Acrescente à dieta: 3 ovos inteiros por semana e 1 punhado de grãos de soja ou 1 copo de bebida light à base de soja; 1 posta de salmão ou 3 colheres (sopa) de atum ou sardinha três ou quatro vezes por semana; 1 colher (sopa) de farinha de linhaça dourada misturada a frutas, sucos ou saladas. 

Açaí - Um açaí por dia ajuda a prevenir aquela tremedeira nas mãos nos momentos de tensão. Uma pesquisa da Universidade Federal do Ceará concluiu que a fruta amazônica, além de ser fonte de energia, contém antioxidantes naturais, como a vitamina C e os polifenóis.

Sálvia - Previne a quebra da acetilcolina, neurotransmissor envolvido na memória e no aprendizado. Pesquisadores ingleses da Universidade Northumbria mostraram que jovens que ingeriam óleo extraído da sálvia tinham um repertório de palavras melhor.

Ervilha Torta - Contém ferro e ácido fólico, essenciais para manter o cérebro afiado. Um estudo da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, verificou que mesmo uma pequena deficiência de ferro talvez prejudique a memória. Mas quando os níveis são restabelecidos o desempenho nos testes melhora. A publicação Neuroepidemiology, por sua vez, mostrou uma relação entre baixos índices de ácido fólico e queda no desempenho cognitivo. O ácido fólico reduz o aminoácido homocisteína, que em excesso prejudica a atividade cerebral.

E nunca é demais lembrar que você deve se alimentar a cada 3 horas para que seu cérebro tenha combustível, senão os estudos não rendem. Saco vazio não para em pé nem memoriza nada direito!

3 de agosto de 2012

Excesso de sódio promove perda de cálcio no organismo...



A relação epidemiológica já está bem documentada: uma dieta rica em sal está fortemente associada a casos de pedras nos rins e osteoporose.
Mas e o efeito causal? Será que é o excesso de sal que realmente causa essas condições? Se for, isso é feito diretamente ou indiretamente?
Isso era o que Todd Alexander e seus colegas da Universidade de Alberta, no Canadá, queriam descobrir.
E eles descobriram uma importante ligação entre o sódio e o cálcio.
No corpo humano, os dois elementos são regulados pela mesma molécula.
Quando a ingestão do sódio se eleva muito, o corpo cuida de descartar o excesso por meio da urina.
O problema é que, ao fazer isso, o cálcio vai junto.
Os problemas começam porque, ao contrário do sódio, o cálcio não estava em excesso.
E ele acaba fazendo falta no organismo, levando ao aparecimento de algumas condições graves, ou eventualmente colaborando para outras.
"Quando o corpo tenta se livrar do sódio pela urina, nossos resultados indicam que ele descarta junto o cálcio," confirma Alexander.
O lado bom da descoberta é que a mesma molécula que leva alhos com bugalhos pela urina - cálcio com sódio - passará a ser estudada como um eventual fármaco para combater a osteoporose e as pedras nos rins.
Fonte: Diário da Saúde

2 de agosto de 2012

Concurseiro, lembre-se de alimentar seu cérebro e melhore sua memória e concentração.....



Com a correria do dia-a-dia e com a falta de preocupação com a alimentação é comum a queixa de falta de concentração, falha de memória, dificuldade de aprendizado entre outros. Mas para quem está se preparando para concursos, cuidar da alimentação pode ser um aliado para alcançar seu objetivo. A alimentação, aliada à práticas como controle do estresse, exercício moderado e sono adequado mantém nossa função mental a 1000 e  evitam que seu cérebro fique enferrujado.
Neste post fiz um resumo das últimas pesquisas e novidades na área da alimentação que vão turbinar seu cérebro!
A principal fonte de energia do cérebro é a glicose, obtida dos alimentos ricos em carboidratos (pão integral, cereais integrais, etc). Quem quiser começar o dia com o cérebro em pleno funcionamento deve, então, incluir esse nutriente no café da manhã. E principalmente tomar café da manhã, se você sai para trabalhar sem se alimentar ou seu filho vai para escola sem comer direito você acha que  terá um bom rendimento em suas tarefas e ele irá ter um bom aprendizado? Eu não!
Um estudo, feito no MIT, nos Estados Unidos, sugeriu que as pessoas com deficiência de magnésio podem estar perdendo mais do que imaginam. Segundo a pesquisa, o magnésio é um nutriente fundamental para o funcionamento da memória, e pode ser ainda mais crítico para o bom funcionamento dos neurônios em crianças e adultos saudáveis do que se imaginava.

Você pode adquirir o magnésio comendo muitas folhas verdes, granola, aveia, farelo de trigo, arroz integral, brócolis, amêndoas, castanhas de caju, banana.

Outra forma de alimentar bem seus 100 bilhões de neurônios é comer couve. Um estudo da publicação Neurology mostrou que comer duas ou mais porções de hortaliças — especialmente as de folhas verde-escuras — diminui o declínio cognitivo em 40%. 

O ômega-3 é capaz de melhorar as funções cerebrais e auxiliar no controle do stress. Essa gordura previne doenças degenerativas e regulariza neurotransmissores do bem-estar. Invista no salmão, atum, sardinha, truta e bacalhau.

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Salk, na Califórnia (EUA), a fisetina uma substância que se encontra no morango, pêssego, uva, kiwi, tomate, maçã e também na cebola e espinafre vem sendo considerada fundamental para manter a memória jovem.

A função da fisetina é estimular a formação de novas conexões entre os neurônios (ramificações) e fortalecê-las. Os alimentos deste grupo contêm substâncias que facilitam a comunicação entre os neurônios, aumentando também a capacidade de pensar, se concentrar, aprender e memorizar.

Um estudo conduzido pela Universidade da Pensilvânia, nos EUA, verificou que mesmo uma pequena deficiência de ferro talvez prejudique a memória. Mas quando os níveis são restabelecidos o desempenho nos testes melhora. Fontes de ferro: carnes, folhas verde escuras, grãos integrais, ervilha torta, lentilha, feijão, etc.

A publicação Neuroepidemiology, por sua vez, mostrou uma relação entre baixos índices de ácido fólico e queda no desempenho cognitivo. O ácido fólico reduz o aminoácido homocisteína, que em excesso prejudica a atividade cerebral. Fontes de ácido fólico: vegetais folhosos verde escuros (espinafre, brócolis, couve, rúcula), tomate, cogumelos shimeji e shitake, etc.

A sálvia previne a quebra da acetilcolina, neurotransmissor envolvido na memória e no aprendizado. Pesquisadores ingleses da Universidade Northumbria mostraram que jovens que ingeriam óleo extraído da sálvia tinham um repertório de palavras melhor.

Mas não é só: além de uma boa alimentação, é aconselhável buscar coisas interessantes para fazer. Atividades estimulantes também ajudam a manter o cérebro saudável. Não existe uma fórmula mágica. Tanto para o cérebro quanto para a saúde em geral, o segredo está na variedade. Pouca gordura, muita atividade física e dê preferência aos alimentos frescos. É simples.

Gosto sempre se salientar de que algumas pessoas podem ter intolerâncias ou necessitar de quantidades maiores do que outras, portanto consulte sempre seu médico ou  Nutricionista.