28 de setembro de 2008

APOSTE NOS ALIMENTOS QUE ROUBAM CALORIAS...

Esse grupo valoroso é uma mão na roda para quem quer (ou precisa) emagrecer. É bem verdade que ainda não existem evidências científicas que comprovem essa ação exterminadora de quilos extras. Porém, algumas pesquisas clínicas vêm demonstrando que uma dieta com esses ingredientes auxilia, sim, na perda de peso.
Entram nessa categoria os alimentos hipocalóricos e ricos em fibras, que são mais difíceis de digerir. Como se não bastasse tal vantagem, essa turma é ainda carregada de antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres responsáveis por toda sorte de doenças. Porém, apesar de supersaudáveis, não vale fazer uma dieta só com esses alimentos. O corpo precisa de energia e do equilíbrio entre carboidratos integrais, proteínas magras e gorduras do bem.
Então, encare os ingredientes com caloria negativa como facilitadores do emagrecimento e não como as estrelas únicas do cardápio. É importante lembrar também que o metabolismo varia de pessoa para pessoa, de acordo com sexo, idade, altura, peso, genética e nível de atividade física. Há os que gastam mais do que outros no processo de mastigar, digerir, absorver, armazenar e eliminar substâncias.
Mas afinal, quais são esses poderosos aliados do emagrecimento saudável? Conheça alguns deles e experimente os seus benefícios.
Vegetais: Couve-flor, brócolis, aspargos, cebola, nabo, alface, salsão, pepino, chicória, repolho, espinafre, pimenta vermelha, mostarda, cenoura, abobrinha, berinjela, gengibre, mostarda, aipo e agrião.
Frutas: Grapefruit, mamão papaia, morango, tangerina, amora preta, limão, pêssego, goiaba, melancia, framboesa, melão, abacaxi, maçã e laranja.

19 de setembro de 2008

O PÃO FRANCÊS VAI MUDAR DE SABOR.....

O Plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira, em votação simbólica, o projeto (PLC 22/07) que obriga as prefeituras e os governos estaduais e federal a exigirem dos seus fornecedores de biscoitos, pães e massas, que a farinha de trigo tenha recebido mistura de algum derivado de mandioca.
O projeto prevê que a farinha de trigo ou seus produtos transformados vendidos aos governos, e utilizadas em programas sociais, deverão ter no mínimo 3% de derivados de mandioca já no primeiro ano de vigência da lei, caso o projeto seja sancionado pelo presidente da República. A partir do segundo ano, a farinha de trigo deverá receber no mínimo 6%, percentual que subirá para 10% depois do terceiro ano.
Os moinhos que aceitarem realizar a mistura contarão com incentivo fiscal. O projeto proposto pelo deputado Aldo Rebelo, em 2001, visa reduzir a importação de trigo e tornar os produtos feitos com sua farinha mais nutritivos. Com isto espera-se a geração de empregos, já que a mandioca é produto tipicamente nacional, produzida com tecnologia simples. Panificadoras particulares não precisarão aderir à medida.

CAFÉ EM EXCESSO 'PODE AFETAR FERTILIDADE'...




Uma pesquisa de uma universidade da Holanda afirma que café em excesso pode reduzir as chances de gravidez em mulheres que já têm problemas de fertilidade.
Os cientistas da Universidade Radboud, em Nijmegan, pesquisaram 9 mil mulheres que tinham recebido fertilização in vitro para ver se engravidavam naturalmente. Cerca de uma em cada sete conseguiu. Mas a pesquisa mostrou que as chances de concepção diminuíram em cerca de 26% entre as mulheres que bebem mais de quatro xícaras de café por dia.

O professor Bill Ledger, especialista em fertilidade da Universidade de Sheffield, afirmou que a cafeína pode ter, potencialmente, um efeito moderado, porém tóxico, nos ovários e esperma, o que poderá ser um problema para aqueles com baixa fertilidade.
Adaptado de :

18 de setembro de 2008

AFASTE OS GOLES CALÓRICOS......


Pouca gente, além dos pesquisadores, se dá conta de quanto certos tipos contribuem para o ganho de peso. Um estudo da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, nos Estados Unidos, acompanhou 46 576 americanos durante nada menos que 37 anos e observou que o consumo de calorias líquidas cresceu consideravelmente, representando 21% da ingestão diária.
Então, repare se o que você põe no copo e na xícara não anda boicotando seu plano de emagrecimento. Refrigerantes, sucos industrializados, leite integral e cappuccino com açúcar podem ser os culpados, aponta Barry Popkin, autor do trabalho. A saída, obviamente, é substituí-los por água, chá, leite desnatado e sucos naturais. E tomar o cafezinho com adoçante também ajuda!
Fonte : Revista Saúde, edição de outubro de 2008.

DIETA MEDITERRÂNEA 'DIMINUI RISCO DE ASMA EM CRIANÇAS'.....



Os cientistas da Universidade de Creta analisaram 468 mulheres e seus filhos da gravidez até as crianças completarem seis anos e meio de idade. O estudo, publicado na revista Thorax, mostrou que a incidência de asma e outras alergias respiratórias foi 78% menor entre as crianças cujas mães tinham consumido grande quantidade de frutas, verduras, legumes, peixes e nozes durante a gestação. Em contrapartida, os pesquisadores observaram que a manifestação da asma foi maior entre os filhos das gestantes que haviam comido carne vermelha de três a quatro vezes por semana.
Vitaminas e minerais
Segundo os pesquisadores, o consumo de verduras mais de oito vezes por semana, de peixe mais de três vezes por semana e de legumes mais de uma vez por semana é recomendável para aumentar a eficácia do regime mediterrâneo durante a gravidez. Eles explicam que a dieta apresenta um bom equilíbrio de alimentos ricos em vitaminas e minerais, com alta dose de antioxidantes - substâncias que ajudam a manter os tecidos saudáveis, inclusive o pulmonar.
Além disso, os ácidos graxos encontrados nos peixes também atuam na prevenção contra infecções. Os pesquisadores gregos ainda observaram que quando as crianças atingiam a idade de seis anos e meio a dieta alimentar pouco influenciava no risco de desenvolverem asma.
Fonte do texto e da imagem:

17 de setembro de 2008

TIRAR FOTO 'É MELHOR QUE DIÁRIO' PARA APRIMORAR A DIETA...






A pesquisa, da Universidade de Wisconsin-Madison, comparou os efeitos de diários escritos e de diários fotográficos feitos por um total de 43 voluntários. Os pesquisadores pediram a eles que anotassem tudo o que comiam em um diário, ou tirassem fotografias das refeições, durante uma semana. Depois, eles responderam a perguntas sobre o que comiam. A conclusão foi que a fotografia tem impacto sobre o paciente imediatamente antes de ele fazer a refeição.
“Mais cuidado”
Uma resposta típica dos voluntários analisados foi “tive que pensar com mais cuidado sobre o que estava comendo, porque tinha que tirar uma fotografia”. Em comparação, os diários, normalmente são escritos horas depois da refeição, tinham impacto menor.
“A análise qualitativa das entrevistas com os participantes revelou que os diários fotográficos podem alterar atitudes e comportamentos associados à escolha dos alimentos” com maior probabilidade do que os diários escritos, diz o estudo.
A pesquisa foi divulgada em um artigo na última edição da revista New Scientist.
Adaptado de :
Fonte da imagem:

16 de setembro de 2008

VITAMINA B12 É FUNDAMENTAL PARA EVITAR DANOS NO CÉREBRO...


Um estudo realizado pelo Projeto Oxford para Investigação da Memória e Envelhecimento, na Grã Bretanha, constatou que a vitamina encontrada em carnes, peixes e leite é crucial para manter o bom funcionamento das funções cerebrais em idosos. Durante cinco anos, os pesquisadores analisaram 107 pessoas, com idades entre 61 e 87 anos, e constatou que a deficiência da vitamina B12 pode estar associada ao encolhimento do cérebro e, conseqüentemente, levar a deemência.
A falta da vitamina realmente é um problema comum entre os idosos e, com a pesquisa, podem ser tomadas novas atitudes para aumentar a qualidade de vida. Outro ponto fundamental para manter o cérebro na ativa é fazer trabalhos manuais, ler muito e aprender coisas novas sempre.
Manter essas funções em ordem é também uma questão de sobrevivência: a taxa de mortalidade aumenta quando essas capacidades despencam. Quem quiser reforçar a alimentação para estimular o cérebro deve consumir os antioxidades, como: castanhas, amêndoas, lentilha, espinafre e o azeite de oliva extra-virgem, esses alimentos são capazes de estimular e auxiliar o cérebro contra sua degeneração.

15 de setembro de 2008

CHOCOLATE AMARGO E CACAU TRAZEM BENEFÍCIOS CARDIOVASCULARES....


A ingestão de chocolate amargo e cacau melhora significativamente a função endotelial e a pressão sanguínea em adultos saudáveis com sobrepeso.
A grande quantidade de flavonóides encontrada no cacau e em alguns tipos de chocolate contribui beneficamente para a saúde cardiovascular, uma vez que os flavonóides são antioxidantes naturais, que têm a propriedade de intensificar a função endotelial por meio da ativação do sistema de síntese do óxido nítrico e da diminuição de coágulos nos vasos sanguíneos.
Estas informações foram reveladas por estudo realizado em duas fases, contando com a participação de 45 indivíduos adultos e saudáveis, com média de idade de 53 anos e média de índice de massa corpórea de 30 kg/m.

Referência(s):

Faridi Z, Njike VY, Dutta S, Ali A, Katz DL. Acute dark chocolate and cocoa ingestion and endothelial function: a randomized controlled crossover trial. Am J Clin Nutr. 2008;88(1):58-63.

14 de setembro de 2008

INFLUÊNCIA DA SUPLEMENTAÇÃO COM CLA NA COMPOSIÇÃO CORPORAL......




Neste domingo, 14 de setembro de 2008, realizei juntamente com minha colega, a Nutricionista Tatiana Dias Galvão Cavalcanti de Brasília, a apresentação do Artigo de conclusão do curso de Pós Graduação em Nutrição Esportiva, pela Universidade Gama Filho.


Nossa área de pesquisa foi a suplementação com o ácido linoléico conjugado (CLA), cujo título é: "Influência da Suplementação do Ácido Linoléico Conjugado (CLA) sobre a Composição Corporal de Homens e Mulheres".

Os resultados obtidos estão sendo disponibilizados aos interessados:

http://nutricorpo1.googlepages.com/APRESENTAO-ARTIGOCLA.ppt#256,1,UNIVERSIDADE GAMA FILHO Programa de Pós-Graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva: Bases Nutricionas da Atividade Física

ARROZ E FEIJÃO FAZEM O PESO DESPENCAR.....




Todo mundo foge deles quando começa uma dieta. E sem motivo. Está mais do que comprovado que arroz e feijão não só não engordam como ajudam a emagrecer.

Diferentemente do que muita gente pensa, juntos eles promovem uma saciedade de longa duração, mesmo se o cereal não for integral. Mas, claro, se o arroz não for beneficiado, a sensação de estômago cheio chega a ser maior ainda. Ou seja, quando adotamos esse prato tradicional, ficamos mais satisfeitos e ingerimos menos calorias na refeição e ao longo do dia. Isso por duas razões: a dupla é rica em fibras e é capaz de liberar paulatinamente glicose no sangue, afastando a fome por mais tempo e evitando a produção excessiva de insulina, hormônio que favorece o estoque de gorduras e o aparecimento de doenças como o diabete. Além das fibras, eles possuem cálcio e proteínas, que aceleram o metabolismo e espantam a vontade de comer mais.

De fato, eles são um par mais que perfeito. O arroz e o feijão não só fornecem diversos nutrientes como formam uma proteína completa. Explicando melhor: o primeiro é pobre no aminoácido lisina, que, por sua vez, sobra no feijão. Já o aminoácido metionina não é encontrado em abundância nessa leguminosa, porém é farto no arroz. E proteínas têm tudo a ver com emagrecimento, já que elas também dão saciedade, além de ajudar na queima de calorias.

Para usufruir dos seus benefícios, adote a proporção 3 para 2, isto é, 3 colheres de sopa de arroz para 2 de feijão. Assim, você obtém nutrientes em perfeito equilíbrio. E em matéria de calorias, ambos somam 239 1 colher de sopa de arroz contém 41 e 1 de feijão, 58. Ou seja, a dupla não compromete as formas de ninguém!

13 de setembro de 2008

A PROTEÍNA DAS MANHÃS.....



Já se desconfiava que pitadas a mais de proteína na dieta evitariam ataques de gula. E nesta semana o British Journal of Nutrition publicou um trabalho surpreendente que foi realizado em solo americano na Universidade Purdue. O horário em que você consome a proteína faz toda a diferença para aproveitar esse efeito saciedade.

Para o estudo, foram recrutados homens acima do peso na faixa dos 40 anos. Todos seguiram uma alimentação equilibrada de baixas calorias, fracionada em cinco refeições. Mas havia diferenças. Parte do grupo recebeu uma dieta com um teor, digamos, convencional de proteínas. Para o restante, porém, os nutricionistas criaram um programa alimentar com o mesmo valor calórico, mas com uma participação maior de fontes protéicas. De 18% a 25% das calorias consumidas vinham de alimentos ricos em proteínas.

Os pesquisadores já esperavam que essa turma sentisse menos fome ao longo do dia. O que intrigava mesmo era descobrir o seguinte: se essas pessoas concentrassem mais proteínas em uma determinada refeição, será que isso faria alguma diferença? A resposta foi sim!!!

Mas trata-se da primeira evidência científica de que o horário de consumo das proteínas faz diferença e uma revelação assim, sem dúvida, pode ajudar pessoas que precisam perder peso de uma maneira mais saudável, sem apelar para saídas malucas.

Os especialistas recomendam que você complemente o leite desnatado com duas porções de alimentos protéicos. Uma porção equivaleria a um ovo cozido ou uma omelete simples preparada sem gordura ou feita só de claras; duas fatias finas de peito de peru ou de presunto light ou, ainda, de queijo light também; uma colher de sopa de queijo cottage; um copo de iogurte desnatado batido com adoçante, entre outros exemplos.


12 de setembro de 2008

NUTRICIONISTA, IMPOSSÍVEL VIVER SEM UM(A)...



Dez motivos para procurar um nutricionista :

1 – Único profissional que pode prescrever dietas
2 - Comendo bem você melhora seu desempenho nos estudos e trabalho
3 - Com a dieta equilibrada é mais fácil manter o peso adequado
4 - Determinados alimentos promovem melhora na performance de praticantes de atividade física
5 - Uma alimentação balanceada deixa a pessoa mais bonita. Melhora pele, cabelos e humor
6 - Ter sugestão de receitas e cardápios saudáveis e saborosos
7 - Através da alimentação correta é possível prevenir e controlar doenças como hipertensão arterial e diabetes
8 - Orientação na compra de alimentos que beneficiem toda a família
9 - Ensina como controlar a qualidade/higiene dos alimentos
10 - Comendo bem você ganha qualidade de vida e bem-estar.

Nutrir-se bem é alimentar-se adequadamente em termos de quantidade e qualidade, evitando doenças. Para isso, é necessário ingerir, em proporções balanceadas, alimentos com nutrientes como proteínas, açúcares (como carboidratos e massas), lipídios (gordura), vitaminas e sais minerais.



CONSUMO DE PEIXES DURANTE GESTAÇÃO E AMAMENTAÇÃO MELHORA O DESENVOLVIMENTO DOS BEBÊS


O aleitamento materno é importantíssimo para o bom desenvolvimento cognitivo dos bebês. Mas para que o alimentos seja rico nos nutrientes necessários às crianças a alimentação da mãe precisa ser balanceada.
Uma das melhorias que as gestantes podem fazer na dieta mesmo antes do nascimento de seus filhos é aumentar o consumo dos peixes para 2 vezes por semana. Este consumo deve ser mantido também durante a lactação de acordo com um estudo publicado em setembro no American Journal of Clinical Nutrition, que demonstrou que ômega-3 presente nos peixes passa para o leite materno sendo benéfico ao desenvolvimento infantil. No estudo bebês cujas mães faziam uso dos peixes tinham melhores notas nos testes de desenvolvimento aos 6 e aos 18 meses de vida.