31 de agosto de 2008

31 DE AGOSTO - DIA DO NUTRICIONISTA....


Na arte de nutrir a vida, o NUTRICIONISTA é o maestro que rege a orquestra do organismo humano através da sinfonia dos sentidos.....
Ser NUTRICIONISTA é vitaminar planos, dar energia a sonhos e alimentar idéias....
PARABÉNS a todos os colegas NUTRICIONISTAS pelo empenho e dedicação que esta profissão tão importante exige de todos nós, para que possamos disseminar a importância da Alimentação Saudável na melhoria da Qualidade de Vida !!!!

23 de agosto de 2008

ALIMENTOS FUNCIONAIS......


Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), alimentos funcionais são aqueles que produzem efeitos metabólicos ou fisiológicos através da atuação de um nutriente ou não nutriente no crescimento, desenvolvimento, manutenção e em outras funções normais do organismo humano.
CONFIRA A APRESENTAÇÃO SOBRE ALIMENTOS FUNCIONAIS:

21 de agosto de 2008

DIETA RICA EM ÔMEGA-3 É IMPORTANTE PARA IDOSOS..




Estudo conduzido pelo Instituto de Pesquisa Phoenix-based Kronos Longevity (KLRI) encontrou que uma dieta rica em ômega-3 melhora a sensibilidade à insulina e reduz os marcadores inflamatórios.
À medida em que vamos envelhecendo a responsividade das células diminui em decorrência de perda de fluidade das células ou de alterações das membranas. Pesquisas vem demonstrando que o ácido graxo ômega-3 pode ajudar os sinais hormonais a entrar dentro das células menos fluidas de idosos. Os ácidos graxos ômega-3 são tipos de gorduras encontrados em peixes como salmão e atum. Estudos anteriores demonstraram que estes lipídios tem um papel importante na prevenção de doenças cardíacas e a aterosclerose, combate a depressão, protege contra alguns tipos de câncer, doença de parkinson e até desordens de déficit de atenção.
KLRI examinou os efeitos de uma dieta rica em ômega-3 na perda do equilíbrio hormonal comum ao envelhecimento. No estudo, os participantes receberam uma dieta convencional ocidental por 6 semanas e após este período receberam suplementos de ômega-3 por 8 semanas. Os resultados evidenciaram uma redução dos níveis de triglicerídeos, da proteína inflamatória C-reativa e melhorou a sensibilidade ao hormônio insulina. Estes achados são consistentes com outros estudos que já haviam demonstrado os benefícios antiinflamatórios do ômega-3.

GORDURA BOA.....




Além da indesejada gordura branca, cuja função é acumular energia no corpo, o organismo também produz a gordura marrom, que auxilia a queima de calorias ao gerar calor corporal. Dois grupos de cientistas, em estudos independentes, acabam de identificar fatores que regulam a formação da “boa” gordura marrom.

Enquanto as células de gordura branca correspondem à forma ‘convencional’ de gordura, cuja função é armazenar energia, a gordura marrom tem o papel de queimar calorias ao gerar calor corporal. Essas células de gordura marrom desaparecem, em sua maioria, do corpo de humanos adultos, mas suas precursoras permanecem no corpo.

De acordo com os cientistas, o trabalho promoveu avanço em uma questão fundamental: saber o que controla o desenvolvimento de depósitos de gordura. Os autores concluíram que diferentes membros da família de proteínas BMP, que regulam a formação de órgãos durante o desenvolvimento embrionário, determinam a formação de gordura marrom ou branca.

COM AÇÚCAR, SEM ARTROSE....




A goma-guar, quando ingerida, espanta a fome. Por ser rica em fibras, acredita-se que ajude a conter o colesterol, o diabetes e a obesidade. É um espessante comum em alimentos industrializados e em cosméticos e medicamentos. Mas não param aí as propriedades dessa substância obtida da semente de uma planta originária da Índia e Paquistão, a Cyamopsis tetragonolobus, que parece ter mil e uma utilidades.
Em experimentos realizados com ratos, uma equipe da Universidade Federal do Ceará (UFC) verificou que um dos componentes da goma-guar, um açúcar conhecido como galactose, pode reduzir a dor e conter a perda da cartilagem nas articulações e reconstituir ao menos parte dos movimentos perdidos com a artrose, uma doença que acompanha o envelhecimento e tende a deformar e imobilizar principalmente mãos, quadris, joelhos e pés.
Se usada in natura, descobriram os pesquisadores da UFC, a goma-guar provoca inflamação nas juntas corroídas pela artrose. Depois retiraram a proteína e verificaram que os açúcares restantes poderiam deter a dor na artrose. Os experimentos feitos até agora sugerem que a goma-guar poderia funcionar tanto como gel quanto em solução. Os resultados mais recentes mostram que a galactose pode proteger contra a destruição da cartilagem que reveste os ossos. Ainda não existe nenhuma medicação que impeça a progressão da artrose.

17 de agosto de 2008

LEVE AS CALORIAS A SÉRIO, MAS NEM TANTO...




E se você não desse a mínima para as calorias, será que seu plano alimentar daria certo? Isso dependeria das suas escolhas à mesa. Claro que é preciso consumir itens menos calóricos e gastar mais energia para perder peso. Porém, quem fica escravo desse índice muitas vezes acaba deixando de lado comidas extremamente nutritivas e que também ajudam a emagrecer. O abacate, por exemplo. Desprezá-lo não é nenhum lance de esperteza. Ao contrário. A fruta tem muita gordura monoinsaturada, que preenche o estômago e baixa o índice glicêmico dos alimentos. O carboidrato que você ingeriu, então, demora mais para virar açúcar. Além disso, a produção de insulina, que bota a glicose nas células, fica sob controle. Quando esse hormônio sobra na circulação, a fome volta num piscar de olhos. Viu só como o abacate não é vilão? A seguir, outros fatores que você deve considerar para não prejudicar seu regime.



-Considere a origem do produto;

Alimentos frescos sempre são superiores aos produtos industrializados. Mesmo que estes tenham bem menos calorias. Uma fruta, portanto, vale mais do que uma barrinha de cereal, por exemplo.

- Consuma os alimentos da estação

Eles concentram mais nutrientes do que aqueles que não são da época. Aposte também nas cores cada uma delas tem diferentes ações no organismo.

- Vá de integral sempre que possível

Uma vez que a gente não vive sem alimentos industrializados, vale optar pelas versões integrais, mesmo que sejam mais pesadinhas. Os integrais são recomendáveis porque dão maior saciedade e suas fibras tornam a digestão mais lenta, o que afasta a fome por mais tempo, além de promover o bom funcionamento do intestino.

- Estude bem o rótulo

Quanto menor a concentração de gordura total, melhor. Se a fórmula acusar um alto teor gorduroso, mas ele for do tipo mono ou poliinsaturado, que faz bem à saúde, tudo bem. Se tiver gordura trans, fuja! Onde se esconde a bandida? Praticamente em todos os alimentos industrializados, como bolachas doces e salgados, biscoitos recheados, margarinas, caldos de carne, sorvetes de massa, congelados...

- Monte um prato bem bolado

Metade dele deve ser repleto de hortaliças (verduras e legumes, crus e cozidos). A outra parte deve ser dividida entre carboidratos (arroz, batata ou massas), grãos (feijão, lentilha, grão-de-bico) e proteínas (carne vermelha magra, frango e peixe). E nada de colocar o feijão por cima do arroz é um ao lado do outro. Senão, sobra espaço para mais comida.

- Ok, olhe as calorias

Não precisa riscá-las da sua vida. Mas lembre-se que as benditas são apenas um dos fatores a se considerar em qualquer plano de emagrecimento. Adotar uma dieta só à base de alimentos hipocalóricos, mas nada nutritivos, não vai promover uma perda de peso definitiva.

- Entenda o índice glicêmico

Assim como as calorias, ele é um coadjuvante quando se quer combater os quilos extras. Os alimentos de baixo índice são aqueles que levam mais tempo para serem digeridos, o que reduz a produção de insulina hormônio que, em excesso, leva à obesidade ou dificulta o emagrecimento. Além de tudo, aplacam a fome por mais tempo. Aposte nas frutas, nos vegetais e nos alimentos integrais, todos ricos em fibras. Os que fornecem alto índice glicêmico são os velhos inimigos de sempre: doces e produtos refinados, como pão e arroz branco, massas, panquecas...

14 de agosto de 2008

DEPOIS DE MALHAR, CAFÉ E PÃO TURBINAM OS MÚSCULOS.....



Quem treina puxado precisa repor e rapidamente os estoques de glicogênio, o combustível da musculatura, para melhorar o desempenho no dia seguinte. A receita, do Instituto de Tecnologia da Universidade de Melbourne, na Austrália, consiste em combinar carboidratos com cafeína em altas doses (de cinco a seis xícaras de café).
Consumir essas substâncias logo após os exercícios aumenta em 66% o volume de glicogênio quando se faz atividade física diária e intensa, garante JohnA. Hawley, médico especializado em fisiologia do esporte. Seu colega brasileiro Cláudio Pavanelli, da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp, concorda: O corpo precisa mais do glicogênio depois do treino, quando a absorção dos carboidratos é maior. E a cafeína dilata os vasos, o que melhora a irrigação dos músculos.
ATENÇÃO CARDÍACOS:
Cafeína demais pode elevar a pressão arterial e desencadear arritmias !!!!!!!




O QUARTETO FANTÁSTICO.......



Os sais minerais, provenientes das rochas, habitam o solo e a água. E é a terra irrigada que os transporta generosamente para os alimentos durante o cultivo. Cumprido esse ciclo, chegam, por fim, à nossa mesa. E aí é tempo de colher saúde. Dentro do nosso organismo, eles compõem enzimas essenciais, acionam inúmeros processos do metabolismo e também os regulam. Ou seja, são importantíssimos. Basta consumir todos os seguintes grupos de alimentos: carnes, frutas, legumes, verduras, carboidratos e laticínios.
Também é possível suprir eventuais deficiências com uma suplementação adequada. Mas atenção: esse recurso só deve ser utilizado com prescrição de um especialista e em situações específicas.
O SUPLEMENTO NA MEDIDA
Conheça as situações em que um aporte extra de minerais é recomendado. Quem anda relapso com a alimentação deve saber que essas fórmulas não substituem uma refeição cheia de minerais. E, para quem come adequadamente, essa é mais uma razão para não turbinar o cardápio com elas por conta própria. O excesso de sais pode acarretar lesões nos tecidos, enquanto doses em desarmonia desregulam funções metabólicas em vez de ajudá-las. Isso acontece quando se ingere grande teor de um mineral e quase nada de outro. Algumas dessas substâncias, como o cobre e o zinco, competem entre si. E aí, de novo, vem o desequilíbrio. Vale frisar: só um especialista, ao prescrever doses individualizadas, é capaz de evitar que isso aconteça.
As grávidas, por exemplo, costumam necessitar de um reforço no ferro. Já os atletas, que têm treinos puxados, consomem mais oxigênio e ficam mais suscetíveis à oxidação das células. Às vezes, precisam de mais cobre e zinco para prevenir os danos. Não raro, indivíduos maduros e crianças também sofrem algum tipo de carência. Daí, a suplementação bem orientada vai bem.
LADRÕES DE MINERAIS
Certos alimentos prejudicam a absorção de minerais. É o caso daqueles ricos em taninos, como o chá preto; em oxalatos, como o chocolate; e em fitatos como a soja. Remédios como diuréticos e antiácidos também deixam os minerais escaparem. Então, consulte seu nutricionista sobre a possibilidade de interações.

OS MINERAIS QUE GARANTEM VIDA LONGA.....



Cálcio- Ele é o grande responsável pela integridade dos ossos. O déficit desse nutriente leva a males como osteoporose, raquitismo e cáries.
Fontes: Leite e derivados, folhas, queijo tofu e salmão.
Fósforo- Parceiro do cálcio na formação do esqueleto, integra as células, participa da produção de energia e da ativação de vitaminas, como as do complexo B.
Fontes: Leite e derivados, ovos, carnes, grãos integrais, legumes e queijos.
Iodo- Matéria-prima para a formação do hormônio da tireóide, esse mineral é essencial para evitar alterações no metabolismo. No caso das gestantes, a deficiência pode comprometer o desenvolvimento do feto.
Fontes: sal de cozinha e peixes de água salgada.
Potássio- Participa de funções importantíssimas do nosso corpo, como as contrações musculares, o equilibrio de água nas células e a regulação dos batimentos cardíacos.
Fontes: Banana, água-de-coco, abacate, brócolis, cenoura, carne, leite e derivados.
Selênio- Ajuda a combater os radicais livres, substâncias produzidas naturalmente durante a respiração e que são nocivas às células. Por isso, o consumo ajuda a proteger o coração, previne derrame e retarda o envelhecimento.
Fontes: Castanha-do-pará, ostra, sardinha, carnes, peru.
Sódio: Contribui no equilíbrio dos líquidos no organismo, além de conduzir impulsos nervosos e participar da contração de vasos sangüíneos. Vale lembrar que os hipertensos devem maneirar na ingestão.
Fontes: Sal de cozinha, frutos do mar, tomate e queijo tofu.

13 de agosto de 2008

COCO É CLASSIFICADO COMO ALIMENTO FUNCIONAL...

Classificado recentemente como alimento funcional, o óleo de coco extra virgem, proveniente do coco da praia ou coco Bahia, se destaca em função das suas propriedades nutricionais.Já existe no Brasil uma preocupação com a saúde digestiva e campanha nacional de conscientização sobre a Nutrição para Saúde Digestiva.
É possível encontrar nas frutas e nos vegetais propriedades que funcionam como verdadeiros medicamentos, o conceito moderno de nutrologia classifica os alimentos como funcionais e nutracêuticos, em função de suas propriedades farmacológicas, quando os alimentos são ingeridos no estado natural, ou seja, frescos. Entre os principais alimentos, que foram classificados recentemente como alimentos funcionais, o óleo de coco extra virgem, proveniente do coco da praia ou coco Bahia, se destaca em função das suas propriedades nutricionais, por se tratar de um alimento completo e por poder substituir a carne, o queijo, o ovo e o leite, rico em proteínas, gorduras, calorias, sais, carboidratos e vitaminas. O óleo possui a função de agir na função tireoidiana, no sistema cardiovascular e imunológico e proporciona mais energia ao organismo.

12 de agosto de 2008

SEMELHANTE CURA SEMELHANTE...


Uma fatia de cenoura parece um olho humano. A pupila, íris e linhas raiadas são semelhantes ao olho humano... e SIM, a ciência agora mostra que a cenoura fortalece a circulação sanguínea e o funcionamento dos olhos.

Um tomate tem quatro câmaras e é vermelho. O coração é vermelho e têm quatro câmaras. Toda a investigação mostra que o tomate é de fato um puro alimento para o coração e circulação sanguínea.
As uvas crescem em cacho que tem a forma do coração. Cada uva assemelha-se a uma célula sanguínea e toda a investigação hoje em dia mostra que as uvas são também um alimento profundamente vitalizador para o coração e sangue.



Uma noz parece um pequeno cérebro, com hemisférios esquerdo e direito, cerebelos superiores e inferiores. Até as rugas e folhos de uma noz são semelhantes ao neo-córtex. Agora sabemos que as nozes ajudam a desenvolver mais de 3 dúzias de neuro-transmissores para o funcionamento do cérebro.


Os feijões realmente curam e ajudam a manter a função renal e sim, são exatamente idênticos aos rins humanos.


O aipo, bok choy, ruibarbo e outros são idênticos a ossos.Estes alimentos atingem especificamente a força dos ossos. Os ossos são compostos por 23% de sódio e estes alimentos tem 23% de sódio. Se não tiver sódio suficiente na sua dieta o organismo retira sódio aos ossos, deixando-os fracos. Estes alimentos reabastecem as necessidades do esqueleto.

Berinjelas, abacates e pêras ajudam à saúde e funcionamento do ventre e do cervix feminino – eles são parecidos com estes órgãos. Atualmente a investigação mostra que quando uma mulher come um abacate por semana, equilibra os hormônios, não acumula gordura indesejada na gravidez e previne cancros cervicais.E que profundo é isto?... Demora exatamente 9 meses para um cultivar um abacate de flor a fruta. Existem mais de 14 000 componentes químicos fotolíticos em cada um destes alimentos (a ciência moderna apenas estudou e nomeou cerca de 141).


Figos estão cheios de sementes estão pendurados aos pares quando crescem. Os figos aumentam a mobilidade e aumentam os números do esperma masculino, assim como ajudam a ultrapassar a esterilidade masculina.


As batatas doces são idênticas ao pâncreas e de fato equilibram o índice glicémico de diabéticos.




Azeitonas ajudam a saúde e funcionamento dos ovários.



Toranjas, laranjas e outros cítricos assemelham-se a glândulas mamarias femininas e realmente ajudam à saúde das mamas e à circulação linfática, dentro e fora das mamas.


As cebolas parecem células do corpo. A investigação atual mostra que a cebola ajuda a limpar materiais excedentes de todas as células corporais. Até produzem lágrimas que lavam as camadas epiteliais dos olhos...

9 de agosto de 2008

DESCUBRA OS BENEFÍCIOS DO PERSONAL DIET...





A correria do dia-a-dia, impede cada vez mais que possamos nos alimentar de forma correta e equilibrada. O pesonal diet vai lhe auxiliar a montar refeições equilibradas, de forma prática e saudável. Confira a apresentação de slides, clique no link abaixo:


http://nutricorpo1.googlepages.com/apresentaopersonaldiet.ppt

ALIMENTOS QUE EVITAM "FERRUGEM" NO CÉREBRO....


Um neurocientista de Los Angeles (EUA), afirma que analisou estudos de várias partes do mundo e concluiu que, de fato, existem alimentos capazes de melhorar o desempenho do cérebro e de prevenir sua degeneração.
Nozes, castanhas e óleos vegetais, como o azeite de oliva, contêm nutrientes que são excelentes antioxidantes. Gómez-Pinilla explica que o cérebro consome muita energia para funcionar e isso deixa como resíduos muitos químicos oxidantes. Além disso, a massa cinzenta é feita em grande parte de material oxidável. Portanto, para o cérebro não enferrujar, é preciso antioxidantes.
Lentilha, couve-flor, aspargos, espinafre, abacate, contêm vitaminas B, D e E, que também são antioxidantes. O espinafre também é bom por conter ácido fólico, assim como o suco de laranja.Vários dos estudos analisados afirmam que o ácido fólico pode ajudar a memória, a fluência da fala e a velocidade de processamento das informações.
Peixes gordos, como o salmão, contêm a vedete dos "remédios naturais" para o cérebro: o ácido graxo ômega-3. Presente também nas castanhas. O ômega-3 dá ao cérebro maior fluidez e plasticidade, o que aumenta sua capacidade de transportar sinais, mensagens. Existem vários nutrientes que agem no cérebro, por isso, para melhorar seu funcionamento, é fundamental ter uma boa alimentação variada.
Mas não é só: além de uma boa alimentação, é aconselhável buscar coisas interessantes para fazer. Atividades estimulantes também ajudam a manter o cérebro saudável. Não existe uma fórmula. Tanto para o cérebro quanto para a saúde em geral, o segredo está na variedade. Pouca gordura, muita atividade física e dê preferência aos alimentos frescos. É simples.

7 de agosto de 2008

ALIMENTAÇÃO ADEQUADA PARA OS HOMENS.....



Uma dieta rica em ácido fólico (vitamina do complexo B)eleva a produção das células sexuais masculinas.......
A ingestão de nutrientes como ácido fólico, encontrado em alimentos como os brócolis e o espinafre, e de zinco, presente sobretudo nas ostras, eleva a produção das células sexuais masculinas. Essa é a conclusão de um dos mais completos estudos realizados sobre os impactos da alimentação na produção de espermatozóides, realizado pela Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva. Ao final do processo, ficou constatado que o zinco, atuante também na síntese do DNA (responsável pela transmissão dos caracteres hereditários), facilita a absorção do ácido fólico pelo organismo.
Uma dieta rica em ácido fólico é fundamental para a multiplicação celular, o que acaba resultando no aumento na produção dos espermatozóides. É muito simples aumentar a ingestão de ácido fólico. Verduras de folhas verdes como o espinafre, por exemplo, podem conter até 100 microgramas deste nutriente por porção.
Outro estudo, feito pela Universidade da Califórnia, publicado recentemente pela revista Human Reproduction, sugeriu que uma dieta rica em ácido fólico pode proteger homens contra a produção de espermatozóides com anormalidades em seus cromossomos. Nesse estudo, foram analisadas amostras de espermatozóides de 97 homens saudáveis, não-fumantes, com idades entre 22 e 80 anos, e entrevistou-os para saber sobre sua ingestão de zinco, ácido fólico, vitaminas C e E e beta-caroteno.Depois de levar em conta fatores como idade, consumo de bebidas alcoólicas e histórico médico, os cientistas constataram que os homens com maior ingestão de ácido fólico tinham um nível 19% mais baixo de espermatozóides com número anormal de cromossomos em relação aos homens que ingeriram uma quantidade moderada do nutriente, e 20% menor em relação a homens com baixa ingestão de ácido fólico.
Mas é importante ressaltar que o aumento de ácido fólico na dieta não implica necessariamente em espermatozóides mais saudáveis. A dieta rica neste nutriente apenas nos permite estabelecer os níveis de ácido fólico que podem reduzir o risco de defeitos congênitos ligados aos pais, mas há outras questões também podem os espermatozóides, tudo depende dos hábitos que o homem tem no seu dia-a-dia.

5 de agosto de 2008

ALIMENTAÇÃO E HUMOR....


A falta de alguns nutrientes no organismo pode, sim, afetar o funcionamento do cérebro e modificar o humor. Segundo alguns estudos, a deficiência de ácido fólico está associada à depressão. Para melhorar a disposição, consuma 200 microgramas da vitamina por dia. Você obtêm essa media em uma xícara de espinafre cozido ou um copo de suco de laranja.
Já a falta de selênio pode causar mau humor, irritabilidade e ansiedade. Não deixe de consumir oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), atum, semente de girassol e cereais integrais para ficar mais tranqüila.
A vitamina B6 também é necessária na produção de serotonina (neurotransmissor que dá a sensação de bem-estar). Portanto, inclua no seu cardápio banana, batata, uva passa e, outra vez, o cereais integrais.
Agora, se o seu problema é a irritabilidade durante o período de tensão pré-menstrual, consuma cálcio. O ideal é ingerir diariamente leite, iogurte e queijos. Os alimentos ricos em proteínas (como peixes, carnes, aves e ovos) também aumentam a produção do ânimo. E os carboidratos (pães e biscoitos integrais, massa integral, arroz, cereais e frutas) relaxam e diminuem o stress. Veja só a importância de você fazer uma dieta equilibrada!

4 de agosto de 2008

A DIETA EMPERROU ? APRENDA A EMPURRÁ-LA PRA FRENTE E EMAGRECER.......



Sim, é mais do que natural o ponteiro da balança ficar imóvel depois de um período de emagrecimento. E sim, isso pode acontecer mesmo quando seguimos firme com a boca fechada. Esse estágio é o que os especialistas chamam de platô. O que fazer? Em primeiro lugar, tenha calma. Se no desespero você cair na bobagem de adotar uma dessas dietas radicais tão alardeadas por aí, pode até perder peso, mas acredite: os quilos que se foram logo vão ser recuperados. Sem a menor sombra de dúvida. A menos que você adote algumas táticas, como estas:

Bote mais comida no prato
Mas sem exageros! Após alguns meses de dieta, o organismo tende a se acostumar com o aporte menor de calorias e passa a encarar o cardápio magrinho como alimentação normal. Resultado: o organismo economiza no metabolismo para se adaptar a esse novo patamar calórico e... você pára de emagrecer. A solução, portanto, é comer mais -- um pouco mais, não custa repetir. Vale elevar o seu menu em 200 ou 300 calorias, no máximo. E por 15 dias apenas. Depois, volte à dieta anterior.
Mude a composição da dieta
O cardápio que contempla vegetais, carboidratos (de preferência integrais), proteínas e gorduras (do bem!) continua importantíssimo. O que você tem a fazer é mudar a porcentagem dos ingredientes para dar uma arrancada na queima de calorias. Se você já vem apostando bastante em verduras e legumes, experimente agora abusar um pouco mais das proteínas magras (como carnes brancas, leite e derivados desnatados). Elas demandam maior queima de calorias para serem metabolizadas.
Beba chá, muito chá
O verde e o branco são ricos em catequinas, substâncias antioxidantes que aceleram o gasto energético. Além de acelerar o metabolismo, os chás também facilitam a digestão. E mais: protegem o coração, pois diminuem o colesterol ruim (LDL) e fortalecem as artérias. Até a pele sai ganhando, uma vez que as células de defesa ficam de prontidão contra os raios ultravioleta B.
Cheque o que anda comendo
Poucos gostam, têm tempo ou paciência de fazer um diário alimentar. Mas, se o emagrecimento deu uma estacionada, vale a pena colocar na ponta do lápis o que você vem comendo nos últimos dias, tintim por tintim. E isso vale para os marmanjos também. Muitas vezes, a gente só se dá conta de que anda beliscando mais do que deveria depois que checa os deslizes alimentares anotados em detalhes.
Malhe diferente
Bom, se você nunca malhou, comece já, por favor. Não é novidade que a atividade física aumenta o gasto calórico e facilita o emagrecimento. Só que há um momento na vida em que mesmo o malhador de carteirinha nota que o ponteiro da balança se nega a sair do lugar. Esse é o sinal de que está na hora de fazer pequenas alterações na rotina de exercícios. Assim como acontece com a dieta, o corpo também se acostuma com a ginástica e passa a gastar menos calorias para executá-la. E aí, trocar de modalidade chacoalha e acelera o metabolismo. Ou, se preferir, peça ao professor da academia que altere a intensidade, a quantidade e o ritmo da malhação.
Renda-se à musculação
Exercícios de força criam músculos. E músculos são tecido vivo, que queimam calorias diferentemente da gordura. Logo, isso faz o metabolismo trabalhar mais rápido, o que leva ao aumento do gasto calórico diário. Quem pratica musculação regularmente substitui gordura por massa magra. Para aqueles que já estão acostumados a puxar ferro, aumentar a carga favorece um gasto energético maior. E lembre-se: o metabolismo masculino é mais acelerado do que o feminino, justamente porque os homens têm proporcionalmente mais massa muscular e menos gordura. Nesse caso, as mulheres precisam, mais do que ninguém, caprichar em atividades que facilitem o ganho de músculos.



ALIMENTOS RICOS EM CROMO AFINAM A CINTURA.....


Essa ação ocorre por duas razões: o mineral afasta a vontade de comer guloseimas e impede que o carboidrato vire gordura........

Está comprovado: o cromo é capaz de reduzir a gordura corporal. E bem ali, onde é mais indesejada: no abdômen. Isso porque ajuda a diminuir drasticamente o desejo exagerado por doces, que viram moléculas que se concentram na barriga, e atua no controle do apetite, duas façanhas que tornam o emagrecimento bem mais fácil. O cromo faz com que o carboidrato seja aproveitado como fonte de energia e não fique armazenado sob a forma de gordura. Vários estudos apontam nessa direção. Um deles, realizado pelo Health and Medical Research Foundation, em San Antonio, nos Estados Unidos, e publicado no Journal Current Therapeutic Research, analisou 122 pacientes gordinhos. Uma parte deles tomou 400 mcg de cromo diariamente por três meses e a outra, apenas placebo. Ao final do período, a primeira turma havia perdido 2,8 quilos de gordura corporal, enquanto o restante do grupo emagreceu 1,5 quilo. Outra pesquisa americana mais recente, feita pela University of Vermont em parceria com a Louisiana State University, indica o mesmo resultado: a ingestão de cromo interfere positivamente na perda de peso.

Investir em suas fontes é a única maneira de obtê-lo, já que o corpo não produz nada de cromo. Uma de suas melhores fontes é o levedo de cerveja, que pode ser acrescentado no suco de sua preferência, por exemplo. Porém, o mineral antibarriga também é encontrado em carnes (como frango e fígado), ovos, ostras, grãos integrais, germe-de-trigo, queijo, pimentão verde, banana, espinafre e pimenta-do-reino.
OUTRAS BOAS RAZÕES PARA CAPRICHAR NO CROMO:
- Ajuda a reduzir o nível de colesterol ruim, o LDL

- Reduz variações de humor, principalmente durante a TPM

- Alivia sintomas de depressão

- Melhora a fadiga

- Aumenta a capacidade de o corpo ganhar massa muscular

- Auxilia no tratamento do diabete tipo 2 Dá uma força no combate à celulite