31 de maio de 2011

Fazer Dieta Deixa Você Irritada e Desanimada? Supere Isso...


Não é segredo que iniciar uma reeducação alimentar ou uma dieta mexe tanto com seus nervos como com seu corpo. O stress gerado pela restrição alimentar representa duplo perigo. Primeiro, ele pode trazer de volta antigos hábitos alimentares. Segundo, aumenta a produção do hormônio cortisol, o que dificulta o emagrecimento.

Fazer restrições sem sentido por conta própria além de não funcionar pode trazer prejuízos para sua saúde, além de carências nutricionais. Levanta a mão quem não ficou uma semana inteira sem comer carboidrato para emagrecer, ficou estressada a semana inteira e na outra semana comeu pão como se o mundo fosse acabar? Este tipo de restrição não faz bem ao nosso corpo já que os carboidratos são os macronutrientes responsáveis pelo fornecimento de energia e sem eles você fica sem disposição, seu rendimento no trabalho cai e você não consegue levar a dieta adiante por mais de uma semana.

Além de um Plano Alimentar bem orientado e elaborado sob medida para você outras dicas são de extrema importância para que você alcance sucesso. Dormir bem é um deles, costumo dizer que "se não dormir bem, não emagrece meu bem" isso porque a melatonina ajuda a diminuir o cortisol, então uma boa noite de sono vai ajudar na perda de peso e você vai acordar bem disposta para encarar o dia.

Outro ponto fundamental é a atividade física, isso todo mundo está cansado de ouvir por aí, mas nunca é demais ressaltar sua importância no programa de emagrecimento e na melhora da sua qualidade de vida num geral. Durante o exercício ocorre a liberação de serotonina, o hormônio do bem-estar, por isso nos sentimos tão bem após a prática de uma atividade física e tendemos a comer menos após este período. Se aumentamos nosso gasto calórico com a atividade física e diminuímos nossa ingesta calórica nas refeições esta equação só pode ter um resultado = mais saúde e o extermínio de quilinhos indesejados.

Antes de iniciar qualquer atividade física é importante que você seja avaliado pelo seu médico e passe por um Nutricionista para ajustar seu cardápio.


Dra. Cristiane Spricigo de Lima
Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva
Autora do Blog NutriCorpo

30 de maio de 2011

Healthy Monday.....

SEGUNDA SAUDÁVEL.....

Mais uma semana se inicia e você pensa no futuro? Imagina como você estará daqui a 10, 15, 20 anos? Como estará fisicamente e de saúde? Ouvimos muito a respeito da alimentação preventiva, mas ficam muitas dúvidas a respeito de quais alimentos inserir ou excluir da dieta, certo?


Hoje, eu te convido a ler minha coluna na Liga da Saúde, onde falarei sobre Alimentação Preventiva, clique aqui para ler


Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !!!

28 de maio de 2011

Saiba o Que é e Como Identificar a Gordura Hidrogenada nos Alimentos...



Até hoje muitas pessoas tem dúvidas sobre o que é e onde se encontra a gordura hidrogenada, vamos lhe ajudar, leia este post atentamente....A gordura hidrogenada é produzida, por meio de um processo industrial, a partir de óleos vegetais ricos em ácidos graxos poliinsaturados. A hidrogenação parcial, que é reação do óleo com hidrogênio, torna o óleo mais consistente, que passa de líquido a pastoso ou sólido. Esse processo gera ácidos graxos trans. A gordura hidrogenada tem larga utilização industrial: entra na composição de bolos, pães, congelados, entre outros produtos.

Por suas características, ela melhora a palatabilidade, textura e aumenta a vida de prateleira dos produtos, por isso é muito utilizada na indústria. A gordura hidrogenada também é usada por redes de fast food e restaurantes para frituras.

Mas esta gordura não está apenas nas frituras, produtos como biscoitos, sorvetes, chocolate, macarrão de preparo rápido, margarinas, sorvetes cremosos, bolos, tortas, pães, salgadinhos, pipoca de microondas, bombons só para citar alguns exemplos, fazem parte de uma enorme lista. E tudo que contém gordura hidrogenada, também é fonte de gordura trans. E o preocupante, é que estes alimentos que levam esse tipo de gordura,  acabam sendo ingeridos por crianças, jovens, adultos e idosos.

No Brasil, a partir do segundo semestre de 2006, as empresas foram obrigadas a declarar a quantidade de gordura trans no rótulo, de acordo com a resolução da Anvisa (RDC 360/2003). Apesar desta resolução, as indústrias usam uma brecha técnica para continuar a vender produtos com gordura trans e ao mesmo tempo utilizar selos declarando-os com "0% de gordura trans". Isso porque o próprio fabricante escolhe qual o tamanho de 1 porção do seu produto que fique abaixo de 0,2g de gordura trans por porção, que é a quantidade permitida pela Anvisa. Um fabricante de biscoitos, por exemplo, pode imprimir em sua tabela nutricional que os valores de 1 porção equivalem a 1/2 biscoito, e assim induzir o consumidor a acreditar que esse produto não contém nenhuma gordura trans.

Uma maneira segura de comprovar a adição de gordura trans é a leitura da lista de ingredientes do alimento. Se contiver gordura vegetal hidrogenada, ou gordura vegetal, certamente contém gordura trans.

Em 1994, epidemiologistas da Universidade de Harvard atribuíram ao consumo da gordura hidrogenada até 100 mil mortes prematuras por ano nos Estados Unidos. Cientistas relacionaram o consumo dessa gordura vegetal a doenças metabólicas, ou à chamada Síndrome Metabólica - aumento da cintura abdominal, diabetes tipo 2, alterações do colesterol e aumento do LDL e diminuição do HDL, hipertensão arterial e esteatose hepática (fígado gorduroso). Há relatos também da associação da gordura hidrogenada com vários tipos de câncer.


A orientação, do ponto de vista nutricional, é que se evite o consumo de produtos que contenham este tipo de gordura, mas se consumir, não se deve ultrapassar 2 gramas ao dia. Portanto, mamães, vovós, antes de colocar um pacote de biscoitos de chocolate nas mãos das crianças ou fazer aquele miojo no jantar porque se tem preguiça, lembre-se que sua saúde não merece e não precisa deste tipo de gordura que irá trazer inúmeros prejuízos no futuro.


Dra. Cristiane Spricigo de Lima
Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva
Autora do Blog NutriCorpo



27 de maio de 2011

Saiba o Que Afeta a Biodisponibilidade dos Nutrientes nos Alimentos que Você Consome......


Ouvirmos falar que comer banana é bom porque contém potássio, a laranja por conter vitamina C e assim por diante, cada alimento será fonte principal de determinada vitamina ou mineral. Mas será que os nutrientes que ingerimos através dos alimentos são 100% absorvidos pelo nosso organismo? Será que tomando um copo de leite vou realmente garantir cálcio para os ossos? 

O processo digestivo inicia-se na boca (com a mastigação), passa pelo estômago (onde ocorre a digestão) e termina no intestino (local em que o sangue absorve e transporta os nutrientes para as células). Durante esse processo, mais freqüentemente no intestino, ocorre a interação entre os nutrientes (vitaminas e minerais). Essa interação pode ser positiva, quando um nutriente auxilia a absorção de outro, ou negativa quando um nutriente inibe a absorção de outro. Essas interações são conhecidas como biodisponibilidade, que é a quantidade do nutriente presente no alimento que  realmente será aproveitada pelo organismo.

A biodisponibilidade pode ser afetada por vários fatores, dentre eles:

Medicação: Alguns medicamentos possuem substâncias que podem interagir com determinados tipos de nutrientes, diminuindo sua absorção. Por exemplo antibióticos e antiácidos diminuem a biodisponibilidade de minerais.

Interações nutricionais: É quando dois nutrientes competem entre sí e atrapalham a absorção de ambos. Por exemplo Cálcio e ferro, Fósforo e Magnésio

Estado fisiológico: Algumas patologias depletam nutrientes em grandes quantidades, diminuindo sua biodisponibilidade. Por exemplo diarréia e febre que interferem nas quantidades de sódio e potássio

Estado nutricional: Se a criança estiver desnutrida e com anemia, o transporte de nutrientes para o fígado é diminuído, sendo que esses nutrientes não chegam a seu alvo.

Ciclo vital: Em estados como de gestação e lactação, também ocorre depleção de alguns tipos de nutrientes, aumentando as necessidades nutricionais e diminuindo a biodisponibilidade.

Conheça os principais tipos de interações nutricionais. Assim, você poderá combinar melhor os alimentos nas refeições, para obter um maior aproveitamento de nutrientes.

(Clique para ampliar)

Referências Bibliográficas:

Cozzolino SMF. Biodisponibilidade de Minerais. R. Nutr. PUCCAMP. Campinas, 10(2): 87-98, 1997.
Mahan LK, Escott-Stsmp. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 10ª edição. Editora Roca. São Paulo, 1998.


Dra. Cristiane Spricigo de Lima
Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva
Autora do Blog NutriCorpo



26 de maio de 2011

Sua Beleza Exterior é Resultado Direto da Sua Alimentação....



Nos dias de hoje é muito fácil ficar por dentro de dicas de saúde e bem-estar e dos tratamentos mais modernos para cuidar do corpo e da pele. Diariamente somos bombardeados com informações advindas de blogs, sites, twitter, revistas, etc. Porém, o que muitas pessoas não param para pensar é que para melhorar a pele, o cabelo e para perder uns quilinhos para entrar naquela roupa da moda precisamos cuidar da alimentação. 

Pois é, o velho ditado: você é o que come, nunca sai de moda. Afinal de nada adianta comprar um creme caríssimo, fazer peelings de cristal se por dentro estão faltando nutrientes para nutrir suas células. A nutrição vem de dentro para fora, por isso muitos cremes e tratamentos estéticos agem temporariamente, parou o tratamento o resultado desaparece. 

Para mantermos a saúde e a beleza em dia além de alimentar-se bem existem alguns aspectos em relação ao seu organismo que devem ser levados em consideração.

Como anda seu intestino? Pois é, ele precisa estar no ritmo senão você vai ficar intoxicada, retendo líquidos e o resultado disso vai ser irritação, peso sobrando na balança e uma pele nada saudável. Para isso não acontecer invista em fibras diariamente, consuma frutas, verduras, granola, arroz integral, pão integral, e lembre-se de que a quantidade de água que você toma deve ser aumentada para que estas fibras cumpram seu papel e não piorem sua prisão de ventre.

As carências nutricionais na maioria das vezes se manifestam como queda de cabelo, unhas fracas, unhas quebradiças, manchas brancas na unha, alterações na pele, etc.. Qualquer alteração deve ser informada no momento da consulta com seu médico ou Nutricionista para avaliar se estes sintomas são decorrentes de falta de nutrientes que devem ser repostos na sua alimentação.

Uma dica bacana é consumir 1 castanha do Brasil(antiga castanha do Pará) diariamente, rica em selênio, um poderoso antioxidante, além de combater os radicais livres, retardando o envelhecimento, previnem unhas quebradiças, queda de cabelo e ajuda a tireóide a funcionar melhor e ainda por cima faz uma faxina nas nossas células eliminando metais pesados que acumulamos devido à poluição, produtos industrializados, etc.

Você já ouviu falar que comer cenoura ajuda a manter o bronzeado da praia? Mas nesta lista também pode entrar o mamão, a manga, abóbora e brócolis que são fontes de betacaroteno, precursor da vitamina A. O betacaroteno também ajuda a barrar uma parte dos raios ultravioletas que são responsáveis pelo envelhecimento e câncer de pele e é um potente antioxidante prevenindo o envelhecimento precoce.

Não podermos esquecer da importantíssima água, ela que limpa, hidrata e desintoxica nosso organismo. Nunca esqueça que uma hidratação adequada além de proporcionar um pleno funcionamento do seu organismo, segundo pesquisas recentes ajuda e muito no emagrecimento. 

Em linhas gerais a regra é consumir a maior quantidade de alimentos naturais (de preferência orgânicos) diariamente, evitar os industrializados, diminuir o sal, investir nos alimentos integrais, tomar muita água, praticar atividades físicas regularmente e procurar bons profissionais para te ajudar a cuidar do seu corpo como um todo. Nutra suas células, porque com certeza cremes, shampoos e intervenções estéticas terão resultados melhores com seu organismo bem nutrido, afinal você é o que você come, lembre-se disso!


Dra. Cristiane Spricigo de Lima
Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva
Autora do Blog NutriCorpo

25 de maio de 2011

Saiba Qual Combustível Seu Corpo Precisa Antes, Durante e Após o Treino....


Em praticamente toda consulta ouço a mesma pergunta. O que devo comer antes de treinar? Preciso comer durante o treino? E depois, como o quê? Pois esta deve ser a dúvida de muitas pessoas. A intenção deste post é falar sobre alimentos e não suplementos, já que os mesmo devem ser individualizados e cada profissional pode optar por um tipo diferente de suplementação pré, durante pós-treino. Vamos às dicas!

O erro mais comum que observamos é aquela história de malhar em jejum pela manhã ou ir treinar em outro horário sem se alimentar “achando” que vai queimar mais gordura. NUNCA, JAMAIS faça isso, assim a única coisa que você vai torrar é músculo e ainda corre o risco de ter hipoglicemia durante o exercício, já que quando o açúcar no sangue está baixo, o organismo não consegue manter a mesma eficiência física.

A refeição pré-treino é determinante para seu desempenho. Afinal, você não pode dirigir um carro sem combustível, por que com seu corpo seria diferente? Até 1 hora antes dos exercícios, coma alimentos que possam fornecer energia aos músculos, como os carboidratos, de preferência de baixo a moderado índice glicêmico. As melhores fontes são: pães torrados, biscoitos de água e sal, frutas(banana, maçã, pêra),iogurte, batata, arroz, macarrão, algumas barras energéticas à base de carboidrato, carboidratos em gel ou líquido. A quantidade de alimentos ingeridos antes dos exercícios deve ser moderada, de forma a não dificultar a digestão e estar rapidamente disponível para ao músculos. As quantidades variam de acordo com a duração e intensidade do seu treino.

Durante os exercícios, para o resfriamento do corpo, existe uma produção de suor (perda de água). Ao mesmo tempo, os carboidratos ingeridos, que foram quebrados em forma de glicose, levam consigo moléculas de água para dentro das fibras musculares. Portanto manter a hidratação é imprescindível. Para aqueles que fazem atividades intensas com duração superior 1 hora podemos lançar mão de bebidas isotônicas, que devem ser consumidas com moderação e com orientação, ou carboidratos em forma de gel ou líquido para manter a performance, dependendo da atividade física.

refeição pós-treino, é imprescindível porque se você insistir em ficar de barriga vazia, seu corpo vai consumir as calorias erradas para se recuperar do desgaste. Ao invés de queimar gordura, ele vai buscar a energia de que necessita na massa muscular. A regra número um para qualquer pessoa que pratica atividades físicas, seja um atleta de alto nível ou mesmo um iniciante, é alimentar-se logo após o treino. Nessa fase, que chamamos de catabólica, o corpo precisa de energia . No pós-treino intenso é comum anorexia pós-esforço, dificultando o processo alimentar. Neste período recomenda-se ingerir shakes com proteína de rápida absorção e uma mistura de carboidratos com alto índice glicêmico(maltodextrina e dextrose) ou bebidas esportivas. A melhor recuperação pós-treino é obtida ao se combinar o consumo de carboidratos e proteínas, que são extremamente importantes para recompor os músculos. As proteínas estão presentes em alimentos de origem animal, como queijos, iogurtes, leites, carnes, frios magros. Dessa forma, uma refeição ótima após o treino pode ser um sanduíche ou uma combinação de macarrão com frango.

Lembre-se de organizar o restante das refeições do dia e realizar seus treinos com disciplina. Se engana quem pensa que apenas essas refeições farão milagre, o ideal é que você tenha todas as refeições do dia em equilíbrio. Consulte sempre um Nutricionista para te auxiliar na organização e equilíbrio da sua dieta seja qual for seu objetivo.








24 de maio de 2011

Sistema de Notas Facilita Escolha de Alimentos....

Para tornar a vida dos consumidores mais fácil e permitir àqueles que não têm paciência para ler rótulos terem informação com rapidez, pesquisadores da Universidade Yale criaram um sistema de pontuação chamado NuVal, que fornece uma nota única para cada alimento - desde frutas e hortaliças in natura até os produtos processados. 

Basta olhar o número que está ao lado do preço na prateleira e escolher os alimentos com maior nota, numa escala de 1 a 100. Quanto mais perto de 100, mais saudável. Quem não tem preocupações de saúde específicas – como pressão alta e colesterol elevado, que exigem dietas especiais – nem precisa ler o rótulo das embalagens. Bate o olho e escolhe.

Na lógica do sistema NuVal, quanto mais processado é o alimento, menor tende a ser sua nota. O NuVal permite perceber a diferença entre uma maçã, um suco de maçã e um molho de maçã. A explicação é simples: a fruta inteira tem todas as fibras que ela pode ter, baixa densidade energética e vitaminas. Quando você processa, começa a retirar essas fibras, eliminar a água e concentrar os carboidratos. Isso muda dramaticamente o perfil energético do alimento. O macarrão, por exemplo, tem nota melhor do que vários outros alimentos que parecem mais saudáveis: carne fresca, leite com 2% de gordura, pão de linhaça e arroz branco, que nem sequer é industrializado. A tabela sugere um jeito novo de olhar para a alimentação. 

A NuVal LLC, que detém os direitos da pontuação americana de alimentos, ainda não tem planos de levar o sistema para fora dos Estados Unidos. Vamos torcer para que esta facilidade chegue logo por aqui!

Fonte: Revista Época.

23 de maio de 2011

Healthy Monday.....

SEGUNDA SAUDÁVEL....

Mais uma semana se inicia e hoje eu faço uma pergunta, você pratica exercícios? Com ou sem orientação? Você modificou sua alimentação de alguma forma em virtude desta atividade? Pois esta semana na Liga da Saúde inicia-se a Semana da Saúde Esportiva, lá você vai encontra dicas sobre suplementação, o que comer antes, durante e após o treino e muito mais.

Haverá também sorteio de um suplemento! Não perca, acompanhe os post com dicas para você melhorar seu resultado clique aqui

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !!!

22 de maio de 2011

Conheça os Benefícios da Pimenta Vermelha....


Esse tipo de condimento possui capsaicina, substância que atua no cérebro, estimulando o processo de queima de gordura.

Um estudo do Instituto Politécnico de Oxford, nos EUA, constatou que entre 3 e 4 g diários dessa pimenta aceleram em 20% o metabolismo.

Ela também é digestiva e ativa a circulação. Uma alternativa para aqueles que não gostam do sabor é consumir o item manipulado, na forma de cápsulas.

A restrição é para quem tem problemas de hemorróidas: a capsaicina irrita a parede das veias, provocando ardor.

21 de maio de 2011

Ácido Fólico e Ferro Mantém o Cérebro Afiado.....




Um estudo conduzido pela Universidade da Pensilvânia, nos EUA, verificou que mesmo uma pequena deficiência de ferro talvez prejudique a memória. Mas quando os níveis são restabelecidos o desempenho nos testes melhora. Fontes de ferro: carnes, folhas verde escuras, grãos integrais, ervilha torta, lentilha, feijão, etc.

A publicação Neuroepidemiology, por sua vez, mostrou uma relação entre baixos índices de ácido fólico e queda no desempenho cognitivo. O ácido fólico reduz o aminoácido homocisteína, que em excesso prejudica a atividade cerebral. Fontes de ácido fólico:vegetais folhosos verde escuros (espinafre, brócolis, couve, rúcula), tomate, cogumelos shimeji e shitake, etc.


19 de maio de 2011

Alimentos Que Deixam Você Calminha, Calminha....


Arroz integral

Auxilia o aminoácido triptofano a chegar ao cérebro, onde é usado para a produção de serotonina — que melhora o humor e acalma. Por conter fibras, o alimento libera a glicose lentamente, permanecendo no sangue por mais tempo evitando hipoglicemias e irritação por estar com fome.
Chocolate Amargo
Segundo o Journal of Clinical Pharmacology, além de ser rico em flavonóides, que protegem o coração, também favorece a liberação de endorfinas. O resultado é maior disposição mental e redução do mau humor.
Truta
Enjoou do salmão? A truta possui a mesma quantidade de ácido eicosapentaenoico, tipo de ácido graxo ômega 3. Seus benefícios: combate inflamações, evita danos do hormônio do stress, o cortisol, e renova a pele.
Acerola
Conforme pesquisa publicada no The American Journal of Clinical Nutrition, quem capricha na ingestão da vitamina C presente nesta frutinha exibe uma pele mais saudável, vitalizada e sem rugas, então aposte nela.

16 de maio de 2011

Healthy Monday.....

SEGUNDA SAUDÁVEL.....

Mais uma semana iniciando, e você anda cuidando da sua saúde? Você tem o hábito de ler informações de saúde na internet? Hoje eu tenho uma dica excelente, você conhece a Liga da Saúde? A Liga é formada por Médicos e Nutricionistas que diariamente publicam artigos e notícias relacionadas a saúde e bem-estar.

Inicie esta semana com o pé direito, preocupe-se mais com a sua saúde e acesse a Liga para ficar melhor informado e mudar alguns hábitos de vida.

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !!!


11 de maio de 2011

Conheça os Benefícios dos Cogumelos.....


O efeito imunomodulador desses fungos está relacionado à presença de betaglucanas, um tipo de fibra solúvel, e outros polissacarídeos. A presença do nutriente lentinan também faz a fama dos cogumelos, pois aumenta a imunidade, estimula células de defesa do organismo e ainda eleva a produção de interleucina 1, substância que combate tumores. Além disso, esses componentes têm propriedades anti-inflamatórias que ajudam na prevenção do câncer e de outras doenças.

O cogumelo shitake, em especial, tem capacidade de afinar o sangue, prevenindo a aparecimento de coágulos.  O shitake contém vários componentes que causam esse efeito, inclusive a adenosina, presente também no alho e na cebola.

A quantidade recomendada é de cerca de 100 g por dia, prefira os orgânicos. Você pode consumí-los em omeletes, saladas, pizzas, risotos, massas, assados.

10 de maio de 2011

Alimentos que Melhoram a Memória e Acalmam....


Açaí - Um açaí por dia ajuda a prevenir aquela tremedeira nas mãos nos momentos de tensão. Uma pesquisa da Universidade Federal do Ceará concluiu que a fruta amazônica, além de ser fonte de energia, contém antioxidantes naturais, como a vitamina C e os polifenóis.

Sálvia - Previne a quebra da acetilcolina, neurotransmissor envolvido na memória e no aprendizado. Pesquisadores ingleses da Universidade Northumbria mostraram que jovens que ingeriam óleo extraído da sálvia tinham um repertório de palavras melhor.

Ervilha Torta - Contém ferro e ácido fólico, essenciais para manter o cérebro afiado. Um estudo da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, verificou que mesmo uma pequena deficiência de ferro talvez prejudique a memória. Mas quando os níveis são restabelecidos o desempenho nos testes melhora. A publicação Neuroepidemiology, por sua vez, mostrou uma relação entre baixos índices de ácido fólico e queda no desempenho cognitivo. O ácido fólico reduz o aminoácido homocisteína, que em excesso prejudica a atividade cerebral.

9 de maio de 2011

Healthy Monday.....

SEGUNDA SAUDÁVEL....

Como foi o Dia das Mães? Levou sua mãe para almoçar num restaurante bacana ou fez aquele almoço caprichado, com direito a  sobremesa e tudo mais? Acho que hoje você está precisando desintoxicar. Aproveite o dia de hoje e tome muita água, tome chá verde entre as refeições, escolha um prato leve para o almoço, coma frutas ricas em água e fibras como melão e melancia e arremate o dia jantando uma sopa bem colorida, recheada de  legumes bem nutritivos.

Comece sua semana com o pé direito, cuide da sua alimentação, mude seus hábitos alimentares para você ter mais saúde! Se não conseguir sozinha procure um Nutricionista que irá auxiliá-la na organização e melhoria de seus hábitos alimentares.

Lembre-se: Toda segunda-feira é uma nova chance para que um estilo de vida saudável se reinicie. Faça da segunda-feira o dia em que você renova seu compromisso de viver uma vida mais saudável !!!

6 de maio de 2011

5 de maio de 2011

Truques para Perder Peso e Não Morrer de Fome....


Atente aos excessos....

É batata isso acontecer com os itens saudáveis, associados a baixas calorias. Para economizar, em vez de incluir a fruta nas refeições, reserve-a para os intervalos. O mesmo vale para o cappuccino: ele é lanche, então, após o almoço prefira um café puro ou, no máximo, com espuminha de leite.

Prefira alimentos ricos em água....

Quanto mais água a comida tiver, melhor, afinal, ela enche a barriga mais rápido. Isso explica por que você tende a comer mais maçã desidratada do que a in natura ou torrada no lugar do pão. O mesmo vale para legumes cozidos.

Perceba se é fome ou sede.....

Para se certificar, beba água sempre que o estômago roncar e espere 10 minutos. Se não passar, pode comer.

Vá pelo que tem volume......

Se você come com os olhos, opte por alimentos que ocupam espaço no prato e no estômago e são pouco calóricos. Essa ideia, conhecida como volumetrics, surgiu com base em estudos sobre saciedade feitos pela professora de nutrição da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, Barbara Rolls. Em vez de tomar o iogurte desnatado direto no pote, bata no mixer com um pouquinho de leite e muito gelo — ele vai render dois copões, ficar cheio de espuma e com cara de milk shake! Outra sugestão é colocar a minipizza num prato forrado com alface picada — dificilmente você vai pedir bis para a massa.

Vá para a mesa com quem ama.....

As pessoas se alimentam melhor e prestam mais atenção no que põe no prato quando fazem as refeições com a família. Pelo menos 71% dos participantes de uma pesquisa feita pela Knorr com 5,5 mil pessoas. Além disso, a companhia estimula o consumo de até duas porções a mais de frutas e vegetais ao dia!


4 de maio de 2011

Você Sabe o Que é e Quais os Benefícios da Quercetina?....



Diz um ditado americano que comer uma maçã por dia é a receita ideal para manter-se distante do consultório médico. E adivinhe o que aparece aos montes na maçã? Ela mesmo, a quercetina. Ela vem sendo considerada a mais promissora substância para a prevenção e o tratamento de uma lista de doenças. 

Na natureza, a quercetina protege as plantas contra os danosos raios ultravioleta e ainda despacha vírus e bactérias para bem longe. No nosso corpo, ela faz isso e muito mais. A mais conhecida característica é sua potente atividade antioxidante, isto é, aquela capacidade de anular os radicais livres, moléculas que prejudicam as células. 

Trabalhos apontam que esse composto do grupo dos flavonóides ainda ajuda a preservar o cérebro e o coração, além de manter o sistema imunológico a postos. Sem falar que blinda o organismo contra o câncer  e tem um papel decisivo na prevenção de doenças, principalmente as neurodegenerativas.

Você encontra quercetina na cebola, brócolis, cereja, frutas cítricas, tomate, uva e claro, nas maçãs.

Apesar de o organismo absorver pouquíssimo da quercetina que ingerimos, pequenas porções são suficientes para trazer benefícios, então vale a pena investir nela.