28 de maio de 2011

Saiba o Que é e Como Identificar a Gordura Hidrogenada nos Alimentos...



Até hoje muitas pessoas tem dúvidas sobre o que é e onde se encontra a gordura hidrogenada, vamos lhe ajudar, leia este post atentamente....A gordura hidrogenada é produzida, por meio de um processo industrial, a partir de óleos vegetais ricos em ácidos graxos poliinsaturados. A hidrogenação parcial, que é reação do óleo com hidrogênio, torna o óleo mais consistente, que passa de líquido a pastoso ou sólido. Esse processo gera ácidos graxos trans. A gordura hidrogenada tem larga utilização industrial: entra na composição de bolos, pães, congelados, entre outros produtos.

Por suas características, ela melhora a palatabilidade, textura e aumenta a vida de prateleira dos produtos, por isso é muito utilizada na indústria. A gordura hidrogenada também é usada por redes de fast food e restaurantes para frituras.

Mas esta gordura não está apenas nas frituras, produtos como biscoitos, sorvetes, chocolate, macarrão de preparo rápido, margarinas, sorvetes cremosos, bolos, tortas, pães, salgadinhos, pipoca de microondas, bombons só para citar alguns exemplos, fazem parte de uma enorme lista. E tudo que contém gordura hidrogenada, também é fonte de gordura trans. E o preocupante, é que estes alimentos que levam esse tipo de gordura,  acabam sendo ingeridos por crianças, jovens, adultos e idosos.

No Brasil, a partir do segundo semestre de 2006, as empresas foram obrigadas a declarar a quantidade de gordura trans no rótulo, de acordo com a resolução da Anvisa (RDC 360/2003). Apesar desta resolução, as indústrias usam uma brecha técnica para continuar a vender produtos com gordura trans e ao mesmo tempo utilizar selos declarando-os com "0% de gordura trans". Isso porque o próprio fabricante escolhe qual o tamanho de 1 porção do seu produto que fique abaixo de 0,2g de gordura trans por porção, que é a quantidade permitida pela Anvisa. Um fabricante de biscoitos, por exemplo, pode imprimir em sua tabela nutricional que os valores de 1 porção equivalem a 1/2 biscoito, e assim induzir o consumidor a acreditar que esse produto não contém nenhuma gordura trans.

Uma maneira segura de comprovar a adição de gordura trans é a leitura da lista de ingredientes do alimento. Se contiver gordura vegetal hidrogenada, ou gordura vegetal, certamente contém gordura trans.

Em 1994, epidemiologistas da Universidade de Harvard atribuíram ao consumo da gordura hidrogenada até 100 mil mortes prematuras por ano nos Estados Unidos. Cientistas relacionaram o consumo dessa gordura vegetal a doenças metabólicas, ou à chamada Síndrome Metabólica - aumento da cintura abdominal, diabetes tipo 2, alterações do colesterol e aumento do LDL e diminuição do HDL, hipertensão arterial e esteatose hepática (fígado gorduroso). Há relatos também da associação da gordura hidrogenada com vários tipos de câncer.


A orientação, do ponto de vista nutricional, é que se evite o consumo de produtos que contenham este tipo de gordura, mas se consumir, não se deve ultrapassar 2 gramas ao dia. Portanto, mamães, vovós, antes de colocar um pacote de biscoitos de chocolate nas mãos das crianças ou fazer aquele miojo no jantar porque se tem preguiça, lembre-se que sua saúde não merece e não precisa deste tipo de gordura que irá trazer inúmeros prejuízos no futuro.


Dra. Cristiane Spricigo de Lima
Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva
Autora do Blog NutriCorpo