Nutrição Funcional


Nós somos o que comemos, digerimos e absorvemos! Não adianta apenas fazer as melhores escolhas, precisamos garantir que os nutrientes sejam realmente aproveitados para garantir o equilíbrio, a manutenção da saúde, prevenção de doenças e o resgate da vitalidade do nosso organismo.

A nutrição verdadeira, promove saciedade, saúde e energia, e isso só ocorre quando o nutriente entra na célula, e não apenas na boca. Por isso é tão importante uma avaliação completa, buscando equilibrar e corrigir os distúrbios que estão impossibilitando a verdadeira nutrição do paciente.

Cada ser é único e por isso na Nutrição Funcional respeitamos a individualidade bioquímica de cada paciente, considerando a interação entre todos os sistemas do corpo, incluindo as relações que existem entre o funcionamento físico e aspectos emocionais.. A alimentação ideal deve ser baseada na rotina, sinais e sintomas que estão incomodando o paciente, hábitos alimentares, exames bioquímicos e o Plano Alimentar não é medido em calorias e sim em nutrientes. Priorizamos dar o combustível correto para que o organismo funcione da sua melhor forma.

Veja alguns dos desequilíbrios que podem ser melhorados com a nutrição funcional:
  • dor de cabeça, falhas de memória e dificuldade de concentração;
  • ansiedade, irritação, alteração de humor e compulsão alimentar por carboidratos;
  • queda de cabelo, unhas fracas, rugas, celulite e flacidez;
  • falta de energia e motivação, cansaço constante e depressão;
  • retenção de líquidos, problemas circulatórios e varizes;
  • alergias, candidíase ou cistite de repetição, baixa imunidade;
  • constipação, gases, estufamento ou diarreia;
  • dores articulares, gastrite, azia;
  • sobrepeso ou obesidade, dificuldades em ganhar massa magra ou perder gordura;
  • doenças como câncer, hipercolesterolemia, esteatose hepática, doença celíaca, diabetes, hipotireoidismo, intolerância a lactose, alergias alimentares, entre outros.