27 de fevereiro de 2010

Sono e Sua Influência Sobre o Apetite......


Sabemos que nos dias de hoje dormir bem se tornou -se um artigo de luxo. A vida agitada, a correria, o trânsito nas grandes cidades que obriga as pessoas a acordarem cada vez mais cedo para não se atrasar em seus compromissos, enfim, vários fatores influenciam na qualidade e na quantidade do sono.

Vários estudos tem demonstrado os efeitos da restrição do sono, à curto prazo, observa-se que não ocorrem alterações significativas no consumo alimentar, nem nas concentrações circulantes dos hormônios leptina (anorexígeno) e grelina (orexígeno) em homens saudáveis. Por outro lado, estudos indicam que dormir 4 horas por duas noites consecutivas, induz a uma diminuição de 18% das concentrações de leptina e aumentam em 28% as concentrações de grelina em associação com o aumento do apetite. Além disso, estes resultados evidenciam que a restrição do sono altera hormônios neuroendócrinos e o apetite, favorecendo o balanço energético positivo e consequentemente o ganho de peso corporal.


Portanto, é importante salientar a importância de um sono de qualidade para controle da saciedade, evitando a compulsão que pode levar à obesidade.