Pular para o conteúdo principal

Fitoquímicos evitam acúmulo de gordura no fígado...



Mulheres na menopausa muitas vezes lutam contra o ganho de peso gerado quando os seus níveis de estrogênio caem, e muitas recorrem aos suplementos de perda de peso para ajudá-las a perder os quilos extras.

Mas esses suplementos podem causar um acúmulo de gordura no fígado e uma condição potencialmente fatal chamada doença hepática gordurosa não-alcoólica.

Os suplementos de emagrecimento fazem com que a gordura se mobilize no corpo, aumentando o acúmulo de gordura no fígado. Ao longo do tempo, o excesso de gordura pode levar à inflamação e formação de cicatrizes, explica a Dra. Colette Miller, da Universidade da Geórgia (EUA).

Agora, Miller e sua equipe demonstraram que uma mistura de fitoquímicos e da vitamina D pode ajudar a proteger o fígado contra essa inflamação causada pelo acúmulo de gordura.

Fitoquímicos

Fitoquímicos são compostos ou nutrientes produzidos pelas plantas e que apresentam efeitos benéficos à saúde.

Os compostos derivados de plantas utilizados pela equipe para tentar combater o acúmulo de gordura no fígado incluem o resveratrol, retirado de uvas; genisteína, encontrada na soja; e quercetina, encontrada em cascas de maçã e cebola.

Estudos anteriores já demonstraram que esses compostos ajudam a queimar gordura, fazendo com que as células de gordura "estourem" e liberem seu conteúdo.

Efeito sinérgico

Miller afirma que é quase impossível obter a quantidade suficiente de qualquer um destes compostos, para obter os benefícios observados nos animais usados no experimento, através da ingestão dos alimentos que os produzem, ou mesmo por meio de suplementos.

No entanto, afirma ela, juntos eles têm um efeito sinérgico que "reduz as doses de que você precisa."

Embora o tratamento não tenha feito com que os animais que ingeriram os compostos perdessem peso global, os pesquisadores observam que as camadas de gordura visceral diminuíram, reduzindo os riscos mais severos associados com o acúmulo de gordura.

O próximo passo será repetir os experimentos em humanos, sobretudo para verificar as doses necessárias para evitar o "fígado gorduroso".

Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Ainda dá tempo!

Bom dia, segunda! ☀️

Mais uma oportunidade de fazermos uma semana diferente!
Mais uma chance de recomeçar!
Quem não recomeça depois do tropeço, nunca chega lá!

Não desista! O ano ainda não acabou!
Dá sim pra gerar mudanças!
Dá sim pra terminar o ano bem melhor!
Confie em você! Comece agora!

Bora?! 🌿💚🍃

Última chamada!!!! Projeto verão 2019....

Vai chegando esta época do ano, começam as preocupações com as festas de final de ano, as férias, praia, verão! Pois é, para àqueles que não estão no seu projeto Verão 2019 desde o começo do ano, ainda é possível modificar muita coisa, seja nos hábitos alimentares, seja no seu corpo.

Conte com nossos Programas Exclusivos para chegar no verão com hábitos alimentares mais saudáveis e com mudanças expressivas em seu organismo.

Como todos os anos, iniciamos estas chamadas semanalmente para lembrar que no final do ano entramos em recesso dia 15/12 e retomamos nossas atividades na segunda semana de janeiro. Então não perca tempo e não faça da melhoria de hábitos alimentares, mais uma promessa de ano novo! Aproveite para agendar sua consulta e garanta seu Plano Alimentar para finalizar bem o ano e iniciar o ano novo com o pé direito!

Mindfulness....

Nossa mente é cheia de distrações. Estamos trabalhando e do nada começamos a pensar na lista do supermercado, que amanhã vence o condomínio e não esquecemos de dar aquela conferida no celular para não perder nenhuma notificação.
Focar a atenção em apenas uma tarefa é um desafio e a meditação mindfulness pode ser a resposta para se manter presente. 
A meditação mindfulness (atenção plena) tem como objetivo aumentar a calma e o relaxamento, melhorar o equilíbrio psicológico, a saúde e o bem-estar geral.
A prática, através da atenção plena na respiração, no corpo e no momento imediato aumenta a percepção das experiências que ocorrem no presente. 
A prática da meditação, seja qual for a técnica, desenvolve a habilidade de nos adaptarmos ao estresse, chamada de resiliência. Ser resiliente não significa não experimentar dificuldades, mas desenvolver a sua própria capacidade para voltar ao estado de homeostase apesar das dificuldades.
Dê uma chance para a meditação! Crie consciência no prese…