23 de junho de 2009

VOCÊ JÁ COMEU SUA DOSE DE NANONUTRIENTES HOJE??


Foi deflagrada uma revolução invisível na indústria alimentícia. Ela atende por um nome longo, mas é feita de microscópicas partículas que alteram as propriedades dos ingredientes, concentram sabores e melhoram sua absorção pelo organismo, são os nanonutrientes. Ainda que você nunca tenha ouvido falar deles e, com certeza, jamais verá algum, eles já estão presentes em sucos, achocolatados e outros produtos - ao menos no Exterior.

O principal motivo para o uso da nova tecnologia são as exigências de consumidores e dos organismos que regulamentam a venda de alimentos, como a agência americana Food and Drug Administration (FDA). Num mundo em que o número de pessoas hipertensas, obesas e diabéticas tem crescido sem parar, os índices tolerados de sal e açúcar nos produtos industrializados serão cada vez menores e o controle cada vez mais rigoroso. Outro foco que impulsiona as pesquisas é a necessidade de substituir corantes, associados a alergias alimentares.

Em princípio, os avanços são elogiáveis. Contudo, há questões preocupantes a serem consideradas. É difícil saber ao certo quais os produtos que já apresentam as partículas em suas fórmulas. No Brasil, nenhum rótulo informa a presença de nanonutrientes na composição dos produtos. Pior: o Ministério da Saúde sabe apenas que a tecnologia existe, mas não sabe dizer se o brasileiro está consumindo essas moléculas - e nem sequer realiza alguma discussão acerca do tema.
Fonte do texto e imagens: revista ISTOÉ.