Pular para o conteúdo principal

Peixe assado ou grelhado reduz risco de Alzheimer, segundo estudo...


Comer peixe uma vez por semana é bom para a saúde do cérebro, bem como reduz o risco de desenvolver doença de Alzheimer e MCI (Comprometimento Cognitivo Leve), pesquisadores da University of Pittsburgh School of Medicine explicaram na reunião anual da RSNA (Radiological Society of North America), em Chicago.

Este é o primeiro estudo a estabelecer uma relação direta entre consumo de peixe, a estrutura do cérebro e do risco de Alzheimer. Os resultados mostraram que pessoas que consumiam peixe assado ou grelhado pelo menos uma vez por semana tiveram melhor preservação do volume de matéria cinzenta na ressonância magnética em áreas do cérebro em situação de risco para a doença de Alzheimer.

Estima-se que cerca de 5,1 milhões de pessoas nos EUA têm a doença de Alzheimer, diz o Instituto Nacional do Envelhecimento. Comprometimento cognitivo leve às vezes é o primeiro passo para a doença de Alzheimer.

equipe realizou um estudo com 260 pessoas cognitivamente saudáveis ​​a partir do Estudo de Saúde Cardiovascular. Eles receberam um questionário (National Cancer Institute Questionário de Freqüência Alimentar), que incluiu detalhes sobre seu consumo de peixe.


163 dos participantes comiam peixe pelo menos uma vez por semana, muitos dos quais faziam até quatro vezes por semana. Todos eles foram submetidos a uma varredura  3-D volumétrica do cérebro (ressonância magnética). A técnica de mapeamento do cérebro, chamada de morfometria baseada em voxel, foi utilizada para determinar se poderia haver uma ligação entre o consumo de peixes no início do estudo e da estrutura de seus cérebros de uma década depois.

Os pesquisadores coletaram e analisaram dados para descobrir se a preservação do volume do cérebro ligada à ingestão de peixe pode ter um impacto na redução do risco da doença de Alzheimer. Eles levaram em conta vários fatores que podem ter influenciado os resultados, incluindo a raça dos participantes, educação,sexo, idade, níveis de atividade física, bem como a presença de um gene que aumenta risco de Alzheimer (ApoE4, ou apolipoproteína E4).

A saúde do cérebro está intimamente ligada ao volume do cérebro. Se a quantidade de matéria cinzenta começa a descer, isso significa que as células do cérebro estão encolhendo.

Os pesquisadores descobriram que aqueles que comiam peixe assado ou grelhado, pelo menos uma vez por semana tendem a ter melhor preservação de volume em várias áreas do cérebro, incluindo o córtex órbito-frontal, córtex cingulado posterior, e no hipocampo. Maior volume nestas áreas do cérebro foi encontrado para ser associado com um risco cinco vezes menor de desenvolver Alzheimer ou MCI (Comprometimento Cognitivo Leve).

Os pesquisadores enfatizaram que de acordo com suas descobertas, peixe seco ou frito não parecem ajudar a preservar o volume do cérebro ou menor risco de Alzheimer - o peixe tem que ser assado ou grelhado.

Fonte: Traduzido de Medical News Today

Postagens mais visitadas deste blog

Ainda dá tempo!

Bom dia, segunda! ☀️

Mais uma oportunidade de fazermos uma semana diferente!
Mais uma chance de recomeçar!
Quem não recomeça depois do tropeço, nunca chega lá!

Não desista! O ano ainda não acabou!
Dá sim pra gerar mudanças!
Dá sim pra terminar o ano bem melhor!
Confie em você! Comece agora!

Bora?! 🌿💚🍃

Alimentos x Herpes

Um questionamento que faz parte da minha consulta é: “você tem herpes?” Muitas vezes isso gera estranheza! 🤔O que isso tem a ver com a alimentação? Muita coisa!! . . Por exemplo, a arginina, é um aminoácido que estimula a replicação do vírus e aumenta a frequência das crises. Alguns alimentos fonte de arginina: castanhas 🌰 aveia, granola, gérmen de trigo 🌾 amendoim 🥜 chocolate 🍫 coco 🥥milho 🌽 uva 🍇 trigo 🌾  MAS, a noz pecã e o pistache são nuts com uma menor quantidade de arginina. Então se você, assim como eu, possui o vírus e quer deixar ele quieto, mas adora a praticidade das castanhas, elas são as melhores opções! . Logicamente, se o consumo for pontual e sem excessos, você pode se dar bem com as castanhas e elas não serem gatilhos para crises! . . A lisina, que também é um aminoácido, ajuda a conter a replicação do vírus antes da lesão se manifestar na pele. A lisina é importante porque inibe a ação da arginina, evitando a replicação do vírus da herpes.  A lisina está p…

Benefícios da Chlorella...

A Chlorella é uma alga que fornece proteínas, carboidratos, gorduras boas, vitaminas, minerais e fitonutrientes como os pigmentos carotenoides (astaxantina, cantaxantina, loraxantina, flavoxantina e neoxantina) e a clorofila.

A alga apresenta ainda um bom teor das vitaminas C, E e K, e dos minerais cálcio, ferro, fósforo e potássio.
Além disso, possui ação antiinflamatória, atua nas funções cerebrais, fígado e sistema imunológico, auxilia na digestão, no controle da glicemia, melhora dores da artrite, reduz o LDL colesterol.
É uma ótima fonte de glutationa, um potente antioxidante. Nosso fígado também produz a glutationa, que é utilizada para processos de intoxicação por álcool, drogas, nicotina, poluição, determinados alimentos, etc. Como nossa produção de glutationa diminui com a idade, tomar chlorella regularmente pode ser uma maneira bastante eficaz para melhorar as funções do fígado, facilitando a eliminação de toxinas e o combate aos radicais livres.
Regularmente somos expostos …