23 de outubro de 2013

Atividade física e proteção antioxidante, conheça a coenzima Q10....


Vários estudos têm sido feitos em relação à suplementação de antioxidantes para praticantes de atividade física. A atenção dada a este tema é justificada, pois a prática de atividade física aumenta significativamente a produção de radicais livres.
 
Os radicais livres são formados no nosso organismo durante o processo de transformação do oxigênio em água. Estima-se que cerca de 5% do oxigênio consumido pelo corpo não seja eficientemente convertido em água, transformando-se então em radical livre. Como o consumo de oxigênio aumenta durante a atividade física, a formação de radicais livres é maior. Tendo em vista este aumento nos radicais livres, se faz necessário o aumento da ingestão de antioxidantes, que pode ocorrer pelo aumento de alimentos fonte de antioxidantes, como por suplementos.
 
Um antioxidantes que vem sendo utilizado é a coenzima Q10, que tem a capacidade captar/neutralizar os radicais livres e age como estimulante do sistema imunológico.

coenzima Q10 - HQSC 1

A coenzima Q10 melhora a produção de energia e o desempenho físico, por isso tem se mostrado importante na produção de energia (ATP) devido ao fato dela ser um componente fundamental da cadeia transportadora de elétrons, diminuindo o processo de fadiga. A sua suplementação também atenua a inflamação e o stress oxidativo provocado pelo exercício intenso.
 
Ela retarda o processo de envelhecimento, que se dá devido à capacidade de melhorar o estado de energia das células e aumentar a eficiência da utilização do oxigênio. Estudos demonstraram que o conteúdo de CoQ10 diminui com o avançar da idade. E é comum visualizarmos indivíduos que malham pesado aparentarem serem mais velhos do que realmente são e isso se deve a alta produção de radicais livres em virtude da atividade física e o baixo consumo de alimentos/suplementos antioxidantes.
 
Os praticantes de exercícios de endurance, como corredores, triatletas, ciclistas, assim como praticantes de musculação, podem se beneficiar com o seu uso.
 
O ideal é procurar um nutricionista para ajustar sua dieta, seja no consumo de antioxidantes pelos alimentos ou pela suplementação de acordo com seu treino e necessidades individuais.

**Este post foi escrito pela Dra. Cristiane Spricigo para o site Homens que se cuidam