25 de abril de 2012

Dieta do brasileiro piora e aumenta obesidade


Acabou o tempo em que a dieta de arroz com feijão do brasileiro era merecedora de elogios. 

Dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde dão conta de que a população hoje se alimenta de forma inadequada e consome gordura saturada em excesso. 

Os dados mostram que 34,6% da população não dispensam carne gordurosa, enquanto 56,9% das pessoas bebem leite integral regularmente. Outro fator preocupante é o consumo de refrigerante - 29,8% dos brasileiros tomam a bebida pelo menos cinco vezes por semana. 

A pesquisa, conhecida como Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) aponta também que o consumo de frutas e hortaliças no país é baixo. Apenas 20,2% das pessoas ingerem cinco ou mais porções por dia, quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

De acordo com o ministério, os homens, sobretudo os mais jovens, alimentam-se pior do que as mulheres, já que não costumam tirar a pele do frango ou a gordura da carne vermelha antes de comer. 

A população masculina chega a consumir quase duas vezes mais carne com excesso de gordura do que as mulheres - 45,9% contra 24,9%. O consumo de frutas e hortaliças também é menor entre os homens. Apenas 25,6% deles ingerem esses alimentos cinco ou mais vezes por semana. O percentual cai para 16,6% quando considerada a recomendação da OMS. 

Entre as mulheres, os índices são de 35,4% e 23,3%, respectivamente. A ingestão de refrigerante também é maior entre a população masculina: 34,3% dos homens tomam a bebida no mínimo cinco vezes por semana, enquanto o percentual entre as mulheres é 25,9%.