Pular para o conteúdo principal

O que é BCAA?


A meu convite, a Nutricionista Esportiva Cristiane Spricigo (quem tiver Twitter, pode entrar em contato com ela seguindo-a) topou escrever um pouco sobre BCAA e explicar sobre este suplemento.

Há informações interessantes que nem eu mesmo sabia, como sua importância como fonte energética, e não apenas recuperação muscular, sendo assim interessante sua ingestão antes e após o treino.

"Quando se entra na academia, começa aquele dilema e agora preciso tomar algum suplemento ou não? E qual tomar? Bom, já começo dizendo que nem todo mundo precisa de suplementação, mas sim ela pode ajudar muito dependendo do seu objetivo. E a suplementação deve ser sempre individualizada e associada à dieta que deve estar de acordo com suas necessidades, treino, etc. E neste caso para garantir o sucesso do seu treino e para que você consiga atingir seu objetivo o ideal é que você consulte um Nutricionista Esportivopara te orientar.

Mas hoje vamos falar um pouco sobre o BCAA (sigla em inglês – Branched Chain Amino Acids) que são os aminoácidos de cadeia ramificada, considerados essenciais, ou seja, devem ser ingeridos através da alimentação. Os aminoácidos que compõem os BCAA são: Leucina, Isoleucina e Valina. Durante a atividade física o corpo entra em um estado de catabolismo, quando ocorre a quebra de um substrato para o fornecimento de energia para as células. Apesar destes aminoácidos não serem considerados a principal fonte de energia para o processo de contração muscular, sabe-se que eles atuam como importante fonte de energia muscular durante o estresse metabólico. Após ingeridos, os BCAA’s são oxidados no músculo para fornecimento de ATP (energia), por isso alguns autores preconizam o uso antes e após o treino. Além disso, são rapidamente absorvidos e captados pelo músculo e esta ação é muito importante na formação de energia e por isso são considerados essencialmente anabólicos.


Os BCAAs são considerados ergogênicos por diminuírem fadiga central, melhorarem o desempenho de atletas poupando os estoques de glicogênio muscular e aumentando os níveis plasmáticos de glutamina após o exercício intenso. Os BCAAs correspondem a 35% das proteínas musculares e a 50% dos aminoácidos que ingerimos. Além de construir células e reparar tecidos, eles formam anticorpos, fazem parte do sistema hormonal e enzimático, formam RNA e DNA e ainda transportam oxigênio pelo corpo. Para terem uma ação eficaz eles dependem de: vitamina B6 e vitamina B1. Alimentos protéicos são boas fontes de BCAA’s. Recentemente a Anvisa lançou uma nova regulamentação atestando que o BCAA não representa nenhum risco a saúde mas coloca em questão o fornecimento de energia prometido pelos fabricantes mas aceita todos os outros benefícios como reais. Na prática sabemos que a conversa é diferente. É uma boa opção de suplementação, para saber qual dose é adequada para seu objetivo e tipo de atividade física procure um profissional capacitado. E lembre-se que suplementos tomados de forma isolada pouco irão contribuir para construção de massa muscular, é preciso associar alimentação adequada + treino + suplementação + sono adequado + bons hábitos em geral."
Fonte: HQSC

Postagens mais visitadas deste blog

Ainda dá tempo!

Bom dia, segunda! ☀️

Mais uma oportunidade de fazermos uma semana diferente!
Mais uma chance de recomeçar!
Quem não recomeça depois do tropeço, nunca chega lá!

Não desista! O ano ainda não acabou!
Dá sim pra gerar mudanças!
Dá sim pra terminar o ano bem melhor!
Confie em você! Comece agora!

Bora?! 🌿💚🍃

Alimentos x Herpes

Um questionamento que faz parte da minha consulta é: “você tem herpes?” Muitas vezes isso gera estranheza! 🤔O que isso tem a ver com a alimentação? Muita coisa!! . . Por exemplo, a arginina, é um aminoácido que estimula a replicação do vírus e aumenta a frequência das crises. Alguns alimentos fonte de arginina: castanhas 🌰 aveia, granola, gérmen de trigo 🌾 amendoim 🥜 chocolate 🍫 coco 🥥milho 🌽 uva 🍇 trigo 🌾  MAS, a noz pecã e o pistache são nuts com uma menor quantidade de arginina. Então se você, assim como eu, possui o vírus e quer deixar ele quieto, mas adora a praticidade das castanhas, elas são as melhores opções! . Logicamente, se o consumo for pontual e sem excessos, você pode se dar bem com as castanhas e elas não serem gatilhos para crises! . . A lisina, que também é um aminoácido, ajuda a conter a replicação do vírus antes da lesão se manifestar na pele. A lisina é importante porque inibe a ação da arginina, evitando a replicação do vírus da herpes.  A lisina está p…

Benefícios da Chlorella...

A Chlorella é uma alga que fornece proteínas, carboidratos, gorduras boas, vitaminas, minerais e fitonutrientes como os pigmentos carotenoides (astaxantina, cantaxantina, loraxantina, flavoxantina e neoxantina) e a clorofila.

A alga apresenta ainda um bom teor das vitaminas C, E e K, e dos minerais cálcio, ferro, fósforo e potássio.
Além disso, possui ação antiinflamatória, atua nas funções cerebrais, fígado e sistema imunológico, auxilia na digestão, no controle da glicemia, melhora dores da artrite, reduz o LDL colesterol.
É uma ótima fonte de glutationa, um potente antioxidante. Nosso fígado também produz a glutationa, que é utilizada para processos de intoxicação por álcool, drogas, nicotina, poluição, determinados alimentos, etc. Como nossa produção de glutationa diminui com a idade, tomar chlorella regularmente pode ser uma maneira bastante eficaz para melhorar as funções do fígado, facilitando a eliminação de toxinas e o combate aos radicais livres.
Regularmente somos expostos …