Pular para o conteúdo principal

Consumo de calorias tende a aumentar com o sono insuficiente, segundo estudo...


Se você não dorme o suficiente, você também pode comer muito - e, portanto, ser mais propensos a se tornarem obesos.

Essa é a descobertas dos pesquisadores que apresentaram seus estudos em Epidemiologia, Prevenção/Nutrição, Atividade Física e Metabolismo NAS Sessões Científicas DE 2012 da American Heart Association.

"Testamos se a falta de sono alterou os níveis dos hormônios leptina e grelina, aumentou a quantidade de comida que as pessoas comiam e se isso afetava na energia queimada através de atividade física", disse Virend Somers, MD, Ph.D., autor do estudo e professor de medicina e doença cardiovascular na Clínica Mayo, em Rochester, Minnesota. Leptina e grelina estão associados com o apetite.

Os pesquisadores estudaram 17 indivíduos saudáveis ​​jovens, homens e mulheres durante oito noites, com metade dos participantes dormindo normalmente e metade dormindo apenas dois terços do tempo normal.

Os participantes comeram o quanto quiseram durante o estudo.

Os pesquisadores descobriram que:

- O grupo privado de sono, que dormiu uma hora e 20 minutos menos do que o grupo de controle a cada dia consumia em média 549 calorias adicionais por dia.

- A quantidade de energia utilizada para a atividade física não se alterou significativamente entre os grupos, sugerindo que aqueles que dormiam menos não queimaram calorias adicionais.

- A falta de sono foi associada com aumento dos níveis de leptina e grelina decrescentes - mudanças que eram mais prováveis ​​em conseqüência, ao invés de uma causa, de excesso de comer.

Os pesquisadores notaram que, enquanto este estudo sugere que a privação do sono pode ser uma parte importante e uma causa evitável de ganho de peso e obesidade, foi um pequeno estudo realizado em uma unidade de um hospital de pesquisa clínica.

Estudos maiores, com pessoas em seus ambientes de origem ajudaria a confirmar esses resultados,sugerem os pesquisadores.

Fonte: American Heart Association. "Calorie Consumption Likely To Increase With Insufficient Sleep." Medical News Today. MediLexicon, Intl., 16 Mar. 2012. Web.

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose. 
É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso.
O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome do Intestino I…

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.