9 de maio de 2008

ALIMENTOS ESTIMULAM O CÉREBRO


A principal fonte de energia do cérebro é a glicose, obtida dos alimentos ricos em carboidratos. Quem quiser começar o dia com o cérebro em pleno funcionamento deve, então, incluir esse nutriente no café da manhã.

Mas, com tantas fontes de carboidratos disponíveis, qual escolher? É o que mostra uma revisão científica publicada em 2007 pela British Nutrition Foundation, que buscou as relações entre o tipo de carboidrato ingerido nessa refeição e a atividade que é feita logo depois.

Apesar de ressalvar que a evidência dos efeitos de determinados alimentos para atividades específicas não é totalmente clara, o psicólogo responsável pelo estudo, Leigh Gibson, diz que é possível dar algumas sugestões.

"Se a pessoa precisará usar a memória de curto prazo em seguida, sugiro um café da manhã com carboidratos de baixo índice glicêmico, como mingau de aveia, granola ou cereais do tipo "bran" [como o "All-bran" e o "Fibre 1"]", diz o especialista, da Universidade Roe-hampton, em Londres.

Se a previsão for de uma manhã estressante, Gibson aconselha evitar até duas horas antes alimentos com alto índice glicêmico, como pão branco, bebidas açucaradas e flocos de milho -eles podem aumentar a produção do cortisol (o hormônio do estresse), que, em altos níveis, pode prejudicar a memória.

Café, chá ou chocolate estimulam o sistema nervoso central e podem melhorar a concentração, desde que ingeridos sem exagero. "Por serem estimulantes do sistema nervoso, despertam a atenção", afirma a neurologista Maria José Silva Fernandes.

A especialista ainda afirma que cereais enriquecidos com nozes (ou outra fruta seca) --potentes antioxidantes-- são coadjuvantes da boa memória a longo prazo. "A combinação, acrescida de uma fruta rica em betacaroteno, que também tem antioxidantes, traz nutrientes importantes para a memória." Isto é, mamão polvilhado de nozes (60 g semanais) e de granola é uma ótima alternativa para manter a saúde cerebral.