Pular para o conteúdo principal

Dicas de Compra e Preparo de Ovos para Evitar Contaminação...



Ações educativas para a população sobre as práticas na compra e preparo de ovos podem ser a melhor solução para a diminuição dos surtos alimentares causados pela Salmonella.
Desde 1999, dados do Ministério da Saúde apontam esta bactéria como a principal causadora de surtos de contaminação alimentar no Brasil.
Os ovos contaminados, ou alimentos preparados à base de ovos, crus ou mal cozidos, são as principais causas dessas ocorrências.

Os consumidores devem escolher o produto mais fresco, o que deve ser verificado observando-se a data de validade.
Devem ser recusados os ovos quebrados, rachados, com trincas ou sujos.
Depois de comprados, os ovos devem ser retirados da embalagem e colocados em uma embalagem de plástico com tampa e armazenados dentro da geladeira.
Antes de usar, eles devem ser lavados com água corrente e, após a manipulação, as mãos e utensílios que tiveram contato com os ovos devem ser lavados com água e sabão.
Os ovos não podem ser consumidos crus ou mal cozidos. Vale lembrar também que o tempo de cozimento do ovo inteiro deve ser de sete minutos após o início da fervura. Para outras preparações, as gemas e claras devem estar coaguladas.
A contaminação dos ovos por Salmonella ocorre por duas origens; durante a fase de formação e postura do ovo ou devido à manipulação e/ou armazenamento inadequado pelos produtores, comerciantes e consumidores.
É necessário que haja adequação das práticas adotadas durante a compra, armazenamento, manipulação e preparo seguro de ovos no domicílio para a diminuição do risco de infecção por Salmonella.
Na parte do preparo e consumo, o maior risco identificado pelos pesquisadores foi o consumo do ovo frito com gema mole, seguido por suflês, musses e coberturas de bolos preparados com ovos crus.
Fonte: Diário da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Protocolo de Limpeza Intestinal...

O Protocolo de Limpeza Intestinal, é um manejo nutricional para a Modulação Intestinal e seu objetivo é promover injúria bacteriana. Ou seja, morte das bactérias por falta de nutrientes. A falta de proteína durante os 3 dias iniciais gera injúria nas proteobactérias, que não conseguem se multiplicar, tratando a SIBO e disbiose. 
É uma estratégia para equilibrar a microbiota intestinal criada pelo professor Murilo Pereira que colocou um propósito em cada alimento e suplemento incluído, lindo demais! Aprendemos na formação em Modulação Intestinal. Ela promove uma limpeza de intestino delgado e grosso, ao contrário do uso de laxantes por exemplo que limpa apenas o intestino grosso.
O manejo nutricional dura 15 dias, sendo os 3 primeiros os mais importantes e com maior restrição. Nestes dias, além da alimentação, a suplementação para Modulação da microbiota vai variar de acordo com cada paciente, se ele tem Resistência á Insulina ou Síndrome do Ovário Policístico, Síndrome do Intestino I…

Sorbet de frutas congeladas....

Esse calor de matar pede um sorvete !
Que tal fazer em casa uma versão saudável pra matar a vontade? Claro que um sorvete cheio de açúcar tem seu lugar e hora! Kkk Mas é preciso também ter estratégias para ter este prazer com mais frequência, por que não? .
Tenha sempre frutas congeladas! Este aí fiz de banana  e morango  e nada mais! Congele a banana bem madura, assim vai estar mais adocicada! Bata no liquidificador ou processador até ficar homogêneo. Aproveite!

Segundo estudo, consumo de refrigerante aumenta o risco de mortalidade...

Um estudo de coorte conduzido com 450.000 pessoas de 10 países da Europa entre janeiro de 1992 e dezembro de 2000 acabou de ser publicado no JAMA e concluiu que o consumo de 2 copos de refrigerante 🥤 diariamente com açúcar ou adoçante artificial aumenta o risco de mortalidade por várias causas!
O estudo verificou que as principais causas de morte encontradas foram por problemas circulatórios e doenças do trato digestivo.